Autoconhecimento Convivendo

Procura-se humano corajoso

Homem agachado com um foguete em desenho nas costas
Márcia Leite
Escrito por Márcia Leite



A vida está cada vez mais complicada, as pessoas pouco se olham no espelho, não tem tempo de refletir sobre os acontecimentos pelos quais passaram, tampouco planejar o futuro. O dinheiro anda escasso no bolso da maioria, e para consegui-lo, o esforço está ainda maior.

As novas formas de trabalhar não implicam exatamente em estabelecimento de vínculos por longos períodos, muitas vezes, se dão por projetos, em outros casos, trabalhando de casa.

Os custos de sobrevivência estão mais altos, o avanço tecnológico traz muitas vantagens, encurtando distâncias, integrando diversas culturas. Mas os gastos ficam maiores à medida que se torna necessária a contratação de serviços de comunicação fornecidos por provedores de acesso.

As empresas pequenas, capazes de colocar no mercado produtos inovadores e criativos, acabam sendo compradas pelas maiores, são incorporadas, seus produtos praticamente mudam de marca, são engolidas e desaparecem.

Os grandes empresários veem seus lucros multiplicados quando os funcionários são substituídos pelas máquinas, enquanto os itens fabricados se espalham pelo mundo e passam a ser desejados pelas pessoas. Estas mesmas pessoas já estão ganhando menos, pois seus empregos não carregam a mesma estabilidade de antes, e se torna mais difícil de adquirir os desejados produtos.

Por este motivo, estou procurando um ser realmente humano, que seja capaz de perceber que a roda precisa girar. Para que se possa comprar é preciso ter renda suficiente para as necessidades primárias e secundárias das pessoas. E que haja uma gordurinha para queimar em itens não tão essenciais assim.

Homem correndo em roda de hamster

Pode ser um empresário que queira dividir um pouco mais seus lucros, alimentando mais famílias, ajudando na economia, com mais pessoas produzindo e consumindo. Ele precisa conduzir os funcionários na aquisição de mais cultura organizacional, habilidades técnicas, posturas e convivência com os iguais e, principalmente, com os diferentes. Para incentivar o desenvolvimento da tolerância e adaptabilidade, elevar e sustentar o respeito vertical e horizontal, ou melhor, multilateral em suas empresas e fora delas também.

Pode ser um político que se disponha a promover de fato o bem-estar social, estimulando o conhecimento através de excelente educação pública para todos, sem exceção. Saúde com atendimento de qualidade, infraestrutura para circulação de pessoas, bens e produtos, para que a competitividade dos produtos nacionais seja plena. Segurança para que não seja tão perigosa a locomoção pela cidade. Que ele tenha a possibilidade de comparecer aos mais diversos ambientes sem ser agredido por atos contrários a vontade da população, que não tome atitudes baseadas na exploração dos mais humildes e do mais desfavorecidos.

Pode ser um famoso, que não busque somente os holofotes sobre sua cabeça, mas que seja capaz de usar sua voz e imagem para chamar a atenção sobre os males que afligem a humanidade. Que não priorize somente o luxo dos figurinos e a fantasia dos personagens que representa, mas que pratique a empatia através do conhecimento e aprendizado adquirido na atuação.

Placa apontando em direções opostas, retratadas como "verdade" e "falsidade"

Pode ser um líder espiritual, que seja capaz de conduzir o seu rebanho em direção à vida plena, direcionando todos para alcançar o mais alto nível de bem comum. Onde os interesses financeiros não predominem, e sim a formação do espírito e da convivência humana pacífica domine o ambiente. Onde a aceitação do outro com todas as suas qualidades e defeitos seja a prioridade.

Podem ser representantes de todas as etnias, que promovam a igualdade entre elas. Seja no âmbito profissional, social, seja no relacionamento pessoal. Que trabalhem contra o crescimento da miséria humana, onde se reduza ou mesmo elimine a consumição corporal através do abuso de medicamentos, alimentos viciantes, bebidas alcóolicas, drogas, tudo que for em excesso, pois conduzem a degradação e morte. Que combatam as mazelas humanas dos maus pensamentos, destrutivos, malévolos, de possessividade, práticas homicidas e suicidas, negligências.

pílulas sendo varridas para a pá de lixo

Pode ser uma pessoa comum, surgida do meio da multidão, que traga ideais de paz, que carregue a sua família, respeitando os limites relacionados aos direitos e deveres, lembrando-se sempre da família que tem como vizinha e que divide com ela o mundo em que vivemos.


Você também pode gostar de outros artigos desse autor. Acesse: Sincretismo religioso

Sobre o autor

Márcia Leite

Márcia Leite

Graduada em Farmácia e atualmente estudante da área de Humanas, mostro interesse em diversos temas. Incomodada com questões sociais e que mexem com a convivência e a saúde das pessoas.