Saúde Integral

Quando ser saudável não é saudável

Healthy lifestyle people running on country road exercising. Runners jogging on mountain road training for marathon. Asian woman and Caucasian man wearing waterproof sports clothing for wind and rain.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Nos dias atuais, em que nossas vidas são “regidas” por matchs e likes, ser saudável tornou-se não somente uma necessidade, mas sim quase que uma obrigação. Procuramos não sucumbir e deixamos de lado várias das coisas que gostamos de comer, justamente para cuidarmos da nossa saúde e mais, para estarmos sempre bonitos nas fotos nas redes sociais e ganharmos “enxurradas” de likes e inúmeros matchs.

Aí sim! É nesse momento que nos sentimos queridos e amados. Claro, por que não? Aqueles 200 likes quer dizer que as pessoas nos amam, não é mesmo?

Só que não!

O esforço para sermos saudáveis em primeiro lugar deve vir de nós mesmos, independente do que as pessoas vão pensar ou julgar. E mesmo querendo ser a pessoa mais saudável do mundo, chegar a esse resultado pode não ser tão saudável assim.

Nos anos 2000, a internet tem forte papel na mudança de mentalidade das pessoas para uma vida mais saudável. Atualmente existem mídias alternativas, como blogs, sites e canais no Youtube que passam mensagens ignoradas pelas meios tradicionais, porém o mais seguro ainda é a consulta a profissionais da saúde como os médicos endocrinologistas.

Em contraponto, as redes de fast food e suas “saborosas” propagandas trazem uma outra enxurrada de tentações, sendo praticamente impossível recusar aquele Big Mac ou um Whooper furioso, entre outros. Precisamos saber dosar tudo isso.

Não somos uma geração saúde total, mas quando nos permitirmos sermos melhores pessoas e termos uma vida sustentável, basta iniciar essa mudança aos poucos e com tranquilidade. Assim, você verá que os matchs e likes não serão tão importantes quanto parecem.


Texto escrito por Bruno da Silva Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]