Transição Planetária

Criança cristal: como reconhecê-la?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Desde os anos 2000, a presença das crianças cristais tornou-se mais significativa no mundo. A frequência energética desses jovens ocupa a quinta dimensão, sendo mais elevada e pura. Isso significa que uma criança cristal apresenta o chakra cardíaco elevado, a aura iluminada e uma vibração do Amor Divino.

A missão dessas crianças é trazer o amor e a verdade para o mundo, criando um novo conceito de como as sociedades devem ser constituídas.

Para identificar as crianças cristais, é preciso observar as seguintes características:

Desejo de realizar feitos que parecem impossíveis, potencial para inovar, mediunidade ou forte conexão espiritual e religiosa, ligação amorosa elevada (por representarem o Amor Divino), luta pela justiça, facilidade para artes, compromisso com a verdade, habilidade para curar outras pessoas por meio de símbolos e rituais, conexão com pedras preciosas e minérios naturais, boa memória, persistência para cumprir suas missões, sensibilidade e clarividência, energia em contato com a natureza, rejeição a alimentos de origem animal, problemas respiratórios, cabeça e olhos aumentados, desejo pela solidão e introspecção, luta pela paz.

Meninas brincando em uma floresta.

Você também pode gostar:

Algumas vezes, as crianças cristais podem ser confundidas com crianças autistas. No entanto, isso acontece porque começam a falar mais tarde e se incomodam com ambientes lotados, sons e luzes. Porém, essas crianças são aquelas responsáveis por modificar o mundo que conhecemos e por trazer uma nova realidade para todos e todas.

Também conhecidas como seres da nova era, as cristais buscam um mundo com mais igualdade, paz e felicidade. A matéria e o poder são recusados por essas crianças. É preciso reconhecer e honrar o impacto que elas podem trazer para o mundo, respeitando-as e seguindo seus ensinamentos.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]