Autoconhecimento

Recomeçar… Um bom começo de nova vida – Capítulo 3

Capa do livro "Recomeçar... um bom começo de nova vida".
Benedito Milioni
Escrito por Benedito Milioni

Capítulo 3 – UMA FORMA NADA ORIGINAL DE COMEÇAR… MAS QUE FUNCIONA DE MONTÃO!

PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM E PODEROSO RECOMEÇAR: QUE TAL TRABALHAR COM O “RECOMEÇÔMETRO”?

Este instrumento não se propõe a assumir ares de cientificidade, muito menos advogar para si a sabedoria de todos os mestres, mas é uma ferramenta valiosa quanto mais não seja para provocar a reflexão que deve preceder uma tomada de decisão sobre ter, querer, precisar recomeçar ou não um fato, dado, momento, fase, enfim algo valioso em nossas vidas.

Funciona assim: tome um golinho de água e vá para um canto sossegado, munido(a) de lápis e borracha, para poder apagar e mudar as respostas se for o caso. Respire fundo, acione música suave e se concentre em analisar cada variável das dez listadas a seguir e, para cada uma, marcar o ponto relativo à intensidade dentre as quatro dimensões escritas na linha inferior à da escala numérica.

Pessoa escrevendo em um caderno com uma caneta.

Descreva aqui a situação-foco, o que aconteceu que o(a) coloca diante de uma possibilidade de ter que recomeçar (seja breve, mas preciso(a)). Máximo de trinta palavras!

Acordar o meio da noite e ter que repassar outra vez toda a situação passada e seus detalhes dolorosos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Ter os pensamentos invadidos a qualquer momento do dia pelas lembranças da situação como se acontecendo

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Ter que explicar outra vez e mais outra para amigos e parentes o que aconteceu na situação-foco

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Volta e meia me sentir culpado(a) do sucedido e ouvir a voz interna implacavelmente me cobrando

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Tomar conhecimento de que sou alvo de censura e criticas como vilão(ã) da situação-foco

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Você também pode gostar

Suportar o sabor amargo da sensação de perda diante do mau desdobramento da situação-foco

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Ter que reconhecer que, de fato, se houve pisada na bola na situação, foco, foi da minha parte.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Toda hora me lembrar de que já passei por perdas até maiores e delas ter dado conta, recomeçando.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Admito que esteja precisando provar para mim mesmo que sou da luta e este é o momento de provar valor.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Vejo todos os dias exemplos de recomeços em situações parecidas com a minha e isso mexe comigo.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Irrelevante, incomoda, pega bastante. Tira-me do sério.

Mulher de cabelos lisos sentada ao lado da janela, de olhos fechados, refletindo.

Agora, some os pontos de cada dimensão e reflita sobre a seguinte gradação de importância sobre vir a ter que começar ou não um processo de recomeço para valer:

  • Entre 80 e 100 pontos: recomeçar já e dando tudo de si nessa direção, para que evite o risco de se deixar abafar pelo sucedido (a tal situação,foco). Nem um minuto a mais a perder e o que vale é o seu bem estar e nada justifica fugir da raia ou entrar naquela de “vida leva eu…”
  • Entre 60 e 80 pontos: olha…Veja bem…cá entre nós, não estaria na hora de recomeçar para se livrar, mais tempo, menos tempo, desse incômodo? Vale a pena seguir com essa comichão na sua “pele” emocional? Cuide de si e do seu ideário de felicidade e comece a pensar em ações de recomeço em alguns meses no máximo!
  • Menos que 60 pontos: pense que é como aquela dorzinha de cabeça que vem e vai, em dada hora do dia e que você até sente falta quando não se manifesta: não vai morrer por causa dela e muito menos perder tempo precioso.
Homem sentado no sofá, com as mãos unidas e os braços apoiados nas pernas.

Então! Que tal? Ajudou na sua decisão? O fato é que, usando a expressão menos rebuscada, visando comunicar melhor e mais incisivamente, sapo que não pula não engole mosca, cobra que não se arrasta não engole sapo e mosca que pula na hora certa não está nem aí para essa história de “cadeia alimentar”! Cuide dos seus recomeços e que nunca deixe de administrá-los porque, afinal, a vida é sua e o mínimo que você merece é ser MUITO feliz!

Anterior Capítulo 3 Próximo

Sobre o autor

Benedito Milioni

Benedito Milioni

Graduado em Sociologia e Administração, 46 anos de carreira executiva e técnica em Desenvolvimento de Pessoas, autor de 32 livros, autor de 5 e-books, co-autor de 15 livros e autor de 25 manuais técnicos.

Dirigiu treinamento para mais de 3.349 grupos (cerca de 81.000 treinandos), dos quais 36.760 da área de RH, cerca de 24.736 Gestores e Líderes, 18.610 na área Comercial e 3.318 em Competências de Negociações . Formou cerca de 2.450 Instrutores e Multiplicadores Internos e 610 Consultores Internos Participa, regularmente, como conferencista sobre Tecnologia de Gestão em T&D em eventos nacionais e internacionais.

Apresentou mais de 2.104 conferências e palestras para mais de 200.000 pessoas. Prestou serviços a mais de 440 empresas, no Brasil e no exterior (América Latina, América Central, África e Europa). Júri de prêmios de Excelência na Gestão de Pessoas.

Publisher da GESTÃO DE PESSOAS EM REVISTA.

Contatos:

Av. Paulista, 2.202 , 3o. Andar CEP 01310-300 - São Paulo – SP
Site: www.milioni.com.br
Email: [email protected]
Telefone: 11 3508-1990 | 4158-7435 | 99909-5858
Facebook: www.facebook.com/bmilioni Linkedin: linkedin.com/benedito-milioni

Canal no Youtube