Autoconhecimento

A responsabilidade de manter (e terminar) uma relação

Ana Luiza Fernandes
Escrito por Ana Luiza Fernandes
Ninguém começa um relacionamento pensando que ele vai acabar. Por mais que a nossa mente acredite que os finais felizes só existem nos filmes, o início de uma relação costuma ser marcada pela euforia da conquista, pela alegria da descoberta e pelo prazer da paixão.

Não é comum pensar no relacionamento como uma responsabilidade, afinal, já temos tantas responsabilidades na vida, para que iríamos desejar mais uma? Mas acredite, existe uma responsabilidade emocional muito grande ao perguntar “Quer ficar/namorar comigo?” ou ao abrir um sorriso e dizer que ‘sim’.

Responsabilidade emocional – você tem?

Relacionar-se com alguém é dividir um pouco da sua essência e compartilhar da essência do outro, com intimidade. Não é só o toque, o beijo ou o sexo que são marcantes em um relacionamento, estamos querendo chamar a atenção para algo latente: as memórias. Um sorriso, um choro ou um carinho podem viver na memória de alguém para sempre, mesmo que o amor acabe.

Por isso é que precisamos ter responsabilidade ao dizer “Eu te amo” ou ao aceitar um pedido como esse. Você não sabe o que a pessoa viveu antes de te conhecer, os altos e baixos que ela enfrentou emocionalmente e o que aquele relacionamento pode significar para ela. Você pode estar apenas com alguém para te fazer companhia, mas já pensou que você pode ser o mundo inteiro deste alguém?

Relacionar-se com alguém é dividir um pouco da sua essência e compartilhar da essência do outro.

Neste mundo de redes sociais e competitividade para mostrar “quem é mais feliz”, os relacionamentos costumam ser intensos e fugazes. Em novembro estamos nos amando loucamente, mas em fevereiro já discutimos e tudo aquilo acabou. Talvez tenha acabado para você, mas será que acabou para ele(a) também?

Antes de se entregar a um amor ou de aceitar o amor do outro você precisa se perguntar se tem responsabilidade pelos sentimentos dos outros, ou pelo menos se tem a coragem de saber dizer adeus.

Terminar uma relação – o poder do adeus

Nem todo mundo tem maturidade para compreender o tamanho da responsabilidade que é manter um relacionamento, afinal, começamos a nos relacionar desde muito jovens quando ainda não temos nossa personalidade e caráter formados. Mas aprender a terminar uma relação é uma lição que precisamos levar para a vida – e ela também ajuda a formar o nosso caráter.

Quando o amor ou a paixão acaba, é preciso saber dizer adeus. É o mínimo que você pode fazer pela pessoa com quem viveu uma história, por mais breve que ela seja. Ninguém é obrigado a ficar com ninguém e muitas vezes o amor acaba, sim, isso é algo natural. Mas ele pode ter acabado só para você. Vemos diariamente relacionamentos que terminam sem um adeus, onde alguém simplesmente desaparece, não atende, não responde, ignora. É mais fácil ignorar do que enfrentar a situação e justificar o porquê que você vai abandonar essa viagem que vocês traçaram juntos. E mais covarde também.

Quando o amor ou a paixão acaba, é preciso saber dizer adeus.

Tudo bem querer terminar, ninguém precisa estar com alguém que já não ame mais, mas você já pensou o que vai passar na cabeça da outra pessoa por não fazer a menor ideia do porquê que você caiu fora? Este é o poder de um ponto final. É mais honesto com o sentimento dos outros dizer que já não ama, que quer ficar sozinho ou que está interessado em outra pessoa do que simplesmente deletá-lo da sua vida como se ele nunca tivesse existido.

Infelizmente, o ponto de interrogação que você deixa na vida do outro pela falta de coragem de dizer um adeus pode deixar uma dor e uma amargura que perduram por muito mais tempo do que você imagina. Por isso, tenha responsabilidade pelos sentimentos dos outros. Trate com carinho as emoções de quem te ama antes, durante e depois do fim do amor.

O amor não sai do peito do outro com a velocidade de um “delete” que você aperta no teclado, o amor é real demais para ser tratado como um mero status de relacionamento na vida de alguém.

Sobre o autor

Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes

Jornalista e mestre em Ciências da Comunicação, Ana Luiza escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual. Procura utilizar o dom das palavras para trazer conforto e bem-estar aos seus leitores.

E-mail: [email protected]
Linkedin: Ana Luiza Fernandes