Astrologia Autoconhecimento

Signos Astrológicos e Mitos: Aquário

Aquário
Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel
Aquário: 20 de janeiro a 18 de fevereiro

Nesta época do ano, no hemisfério norte, se inicia a segunda fase do inverno. Na terra, penetram as chuvas nutritivas: o processo da vida é elaborado nas profundezas e as sementes se nutrem dos elementos essenciais para germinar uma nova vida.

Décimo primeiro signo do Zodíaco, Aquário, assinala a iniciação da pessoa em um estágio superior de consciência. O individual aqui se torna universal. Perde-se a identidade pessoal, expandindo-a para o bem comum, embora conservando sua autoconsciência.

As pessoas deste signo têm personalidade forte. São honestos e leais, muito independentes e intelectuais. Negam-se a seguir a multidão, sendo bastante originais. Muito imaginativos, são capazes de ver os dois lados de uma questão, o que os torna bastante tolerantes. Gostam de lutar por boas causas e de se divertir. Porém, às vezes, precisam se retirar do mundo para meditar ou pensar.

Do lado negativo, os aquarianos são imprevisíveis e tendem a contrariar os outros. Mantém uma frieza emocional e não compreendem a complexidade emocional de algumas pessoas. Possuem a tendência a fugir de problemas nas relações pessoais.

Grandes líderes, gostam de trabalhar em grupos. Seu desejo pelo saber e conhecimentos podem levá-los a trabalhar nas áreas científicas e tecnológicas.

Há dois elementos em Aquário: Ar e Água, elementos de fluidez: a água dissolve a essência egoística do Eu e o ar expande o indivíduo no coletivo.

Aquário

Aquário era dominado por Saturno (diferindo de seu correspondente, o deus grego Cronos, que era destrutivo, avaro e solitário), o deus romano da mítica Idade de Ouro, onde a expansão não significava a perda de bens pessoais, mas um enriquecimento refletido pelo bem-estar geral.

O mito grego de Deucalião ajuda a compreender melhor este signo. Zeus (o principal deus) decide punir a humanidade por causa da sua arrogância e impiedade com um dilúvio. Deucalião, rei de Tessália, é avisado para construir uma embarcação, para se salvar junto com sua mulher, Pirra. O dilúvio inunda toda a Grécia, mas Deucalião e Pirra se salvam e chegam ao monte Parnaso, onde oferecem um sacrifício a Zeus. Para repovoar o país, pedem ajuda ao oráculo de um templo abandonado, implorando à deusa do local que os aconselhasse. A resposta veio em forma de uma charada: cobrindo suas cabeças, eles deveriam recolher e atirar para trás de si os “ossos da grande genitora”. Deucalião reflete e decide que a “grande genitora” é a própria Terra, e os “ossos” são as pedras. Ele e sua mulher pegam diversas pedras e cobrindo o rosto, atiraram-nas para trás. Desse procedimento, pouco a pouco as pedras foram tomando a forma de seres humanos, surgindo homens e mulheres.

Isto significa que toda a Humanidade é filha da Terra e que todos nascemos irmãos e irmãs de uma mesma matriz. A individualidade de Deucalião e Pirra se dissolve nos descendentes, redimidos pelo novo espírito comunitário e pelo estabelecimento de uma nova relação entre o humano e o divino, ao aceitar o dilúvio como o sacrifício, levando a uma visão renovada do transcendente.

O dilúvio é o símbolo do resgate, da desforra do aspecto masculino em relação ao feminino maternal da terra inundante.

Aquário orienta o processo de ampliação do campo da consciência através de uma energia mística. A realidade psíquica vem substituir a realidade pragmática: as novas gerações rumam para uma nova consciência que retoma valores internos, subjetivos, que são projetados de forma construtiva no mundo real exterior como emanação e amplificação do indivíduo, inaugurando uma nova era para a Humanidade.

 

Referências
“Astrologia e Mito”- R. Sicuteri – Editora Pensamento – São Paulo – 1978;

“O Livro de Ouro da Mitologia” – Thomas Bulfinch – Ediouro Publicações Ltda. – Rio de Janeiro – 2003.

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Skype: tk.gurgel