Autoconhecimento Convivendo

Somos Um

Roda de pessoas de mãos dadas com sol refletindo ao fundo
123RF | William Perugini
Mariana HS
Escrito por Mariana HS

Muitas e muitas meditações, práticas de yoga, cursos de técnicas espirituais, vídeos, leituras de livros e textos, inclusive aqui no site Eu sem fronteiras, cheguei à conclusão de que sou importante para o Universo, porque um não existe sem o outro! Somos Um!

Logo, a importância do despertar da Consciência se refere a reconhecer essa grandeza e entender a importância do estado vibracional. Pois são os despertos que “sustentam” a vibração do planeta, reconhecendo essa Unicidade e vibrando acima da Coragem. (Escala de Hawkins).

Mulher em pé meditando de olhos fechados e mãos unidas em frente ao corpo
Elly Fairytale / Pexels

Por isso a importância de mais pessoas se despertarem para promover a cura Planetária em nível vibracional, para que a cura física aconteça. Entendo, pois, que alguns seres iluminados sustentam realmente o funcionamento do planeta, mas chegamos num estágio de que precisamos elevar nossa frequência e despertarmos quanto mais antes, e buscar o autoconhecimento, para promover essa cura, a Natureza está gritando esse despertar! E nós somos a natureza, portanto o que estamos fazendo com o nosso planeta está se refletindo em nós! As Leis Naturais estão sendo distorcidas, pois a maioria se encontra dormindo e não reconhecendo a Unicidade, vibrando assim em níveis inferiores a Coragem.

Tive esse despertar de consciência quando fui submetida a me conhecer, quando realmente tive que ficar comigo e aprender a gostar de mim, porque afinal eu sou a única coisa que tenho, e tudo externo a mim é uma projeção que eu crio, nisso descobri o significado de livre-arbítrio, karma, sobre entender que não há certo e errado, céu e inferno, deus e diabo, pecado… Apenas situações que ocorrem devido à mudança vibracional.

Sendo assim, mesmo nascendo com uma memória pré-programada (karma…), tenho como reprogramar esses programas, através de métodos e disciplinas que elevem a vibração a níveis superiores.

Exemplo: amor e alegria são estados vibracionais, e achei bem interessante que o estado de alegria está num nível acima do amor. Observei em vivência que estar alegre chega próximo ao estado de paz mais rápido que o amor, pois há uma solitude na alegria, de fato parece ser um estado de “Graça” por se sentir feliz independentemente de situações externas.

Através da elevação vibracional, paramos de exteriorizar o Poder Universal, atribuindo Todo o Poder dentro de nós mesmos entendendo que não existe um deus longe de nós, pois nós somos Deus! Logo não há sentido para religiões ou qualquer tipo de separação do Todo. E que se algo não me agrada na vida é porque estou vibrando em baixas frequências, não estou sintonizada com o fluxo Universal. Somos antenas, então, para voltar a se sentir alegre, basta ajeitar a antena! Recebemos aquilo que emitimos (Lei do Retorno/Semeadura).

Você também pode gostar

E no sentido de ter fé e acreditar que estamos amparados por algo maior, realmente estamos amparados mesmo! Amparados pelo Universo!

Somos o Universo e sustentamos Ele com nossa vibração. Sem nossa alegria de viver, o Universo morre (Deus morre), pois nós “morremos”. Logo, o sentido de “louvar a Deus’, ter fé e agradecer, é como que o Universo precisa de alegria para existir!

Eu existo porque Ele me sustenta, me ampara, porque Ele quis e quer. Graças a Deus!

É como aquela frase: “Até aqui o Senhor nos ajudou”.

Sobre o autor

Mariana HS

Mariana HS

Amante da Vida, da Natureza, do Universo...

Praticante de yoga.

Cursos de imersão Tântrica e Theta [email protected]

Escritora raiz HAHAHA.

Escrevo na mão mesmo, aí passo para o digital.

Amo escrever! Meu intuito é transmitir por meio de uma linguagem informal o despertar da Consciência. Deixar que o leitor viaje na leitura e comece a refletir sobre a possibilidade de novas formas de ver a vida.

Email: [email protected]