Convivendo

Terceira Idade: Nunca é tarde para se reinventar

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Não existe uma idade para nada. Sempre é tempo de começar e tentar novas experiências e provar outros sabores. Mesmo que sua idade lhe diga que é tarde, nunca é, pois quando os sonhos são maiores que aquilo que a sociedade impõe, jamais será tarde para começar.

É sobre recomeços, novas chances, e mostrando que a idade não coloca limite em nada, que um documentário previsto para estrear em junho de 2015 aborda a terceira idade. O documentário Envelhescência dirigido por Gabriel Martinez apresenta seis histórias sobre a terceira idade. Pessoas que resolveram se reinventar e não parar de viver e principalmente de curtir a vida

Reivente-se

Muito comum à maioria dos jovens se formarem, prestarem vestibulares e depois trabalhar no que se formaram. Alguns descobrem que a escolha feita precocemente não é a escolha de agora, de anos depois. Alguns se sentem incapazes de começar outra vida.

Mas aos poucos uma geração que não está satisfeita com sua escolha, está fazendo outros caminhos. E que bom que são capazes de fazer este caminho. Mas a terceira idade não pode mais ser vista como uma idade onde a pessoa não faz nada e apenas cuida dos netos. Ela pode ser a fase onde é possível começar outros projetos.

A depressão é uma doença que muito presente na terceira idade. Justamente pelo fato de a grande maioria dos idosos terem trabalhado a vida toda e depois pararem totalmente. Isso não deveria acontecer. É importante ter em mente outros objetivos, e lutar por eles, afinal sempre é a hora de reinventar.
Antes a troca, do que o sofrimento

Quando não estamos bem é preciso perceber o que é necessário fazer para alguma coisa nova que nos traga felicidade. Aquele seu sonho de ser surfista, ou de viajar para conhecer outro país, ou até a separação depois de 40 anos de casado, se for para o bem da pessoa e uma decisão feita de coração, porque não fazer?

Não é preciso achar que tudo será assim até o resto de nossos dias. A impermanência existe e com ela a reinvenção. Nos reinventar todos os dias. Não é necessária uma mudança brusca, pequenas ações são capazes de mudar a vida, trocar o caminho. E falar em troca? Você está insatisfeito com aquela profissão? Busque outra. Tente, explore até se achar.

Às vezes precisamos da vida toda para nos encontrar, e  algumas vezes isso pode nem acontecer. Você vai trocar, experimentar e vai chegar no fim achando que não encontrou. Mas a melhor coisa que fez foi ter se reinventado.

Libere-se

shutterstock_175340186-2O grande problema são as condutas da sociedade que exigem que aos 30 se esteja bem, com ótimo emprego, casado e com filhos. Que na terceira idade é apenas para descansar ou ficar viajando. Mas a realidade não é assim.

A vida é feita de  começos e recomeços. São fases. Um dia temos certeza daquilo que tanto nos faz feliz. Mas nada impede que no outro dia acordamos gostando de outra coisa.

Com lucidez e a vontade de ser feliz, de se criar e recriar, é possível fazer da vida tentativas. Sim, tentativas de experiências que sim, muitas vezes resultam em felicidade, ou em experiências!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]