Convivendo

Truques de beleza que fazem bem ao meio ambiente

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Ficar bonito não é crime, porém alguns rituais de beleza agridem a natureza! Mas como aliar beleza e sustentabilidade? Reduzir o número de produtos é um excelente começo para diminuir a quantidade de embalagens jogadas fora. Prefira produtos com embalagens que possam ser recicladas. Quer saber mais? Confira outras dicas para manter o visual em dia e proteger o meio ambiente.

Não usar produtos testados em animais

Será que a sua marca favorita testa produtos em animais? O PEA (Projeto Esperança Animal) tem uma lista de empresas nacionais e internacionais que realmente não testam.

Não usar secador

E também a chapinha e o babyliss! Use seus cabelos ao natural, além de fios sem pontas duplas e quebrados, não usar esses aparelhos traz economia e você impede a liberação de gases que contribuem com o efeito estufa. Veja como você reduz o consumo de energia apenas aposentando o secador:

Vapor de água no rosto

A limpeza facial é fundamental para uma pele saudável. Exponha o rosto ao vapor da água e potencialize o procedimento, pois o vapor dilata os poros. Encha uma bacia com 1 litro de água quente e deixe o rosto em contato com a água por 2 minutos. Molhe um algodão com soro e passe no rosto ou, então, faça massagens circulares com um esfoliante com produtos naturais. Repita o procedimento a cada 30 dias.

Óleo de coco

Ele é mil e uma utilidades! Além de hidratar o cabelo, esse óleo ameniza espinhas, previne e reduz estrias e cicatrização de feridas, dentre outros benefícios. O óleo de coco faz tudo isso sem entupir as tubulações. Maravilha, né?

Ler os rótulos

Vários produtos de beleza contêm substâncias que colocam você e o meio ambiente em risco, confira esses ingredientes:

  • Ureia e hidantoína: as substâncias liberam o formaldeído, produto presente em desodorantes, esmaltes e produtos para alisar os cabelos. Elas contaminam a água e desencadeiam dores de cabeça, dores nas articulações e asma. A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina que no rótulo de produtos com mais de 3% de ureia tenha a mensagem: “Não Utilizar Durante a Gravidez”. O órgão ainda proíbe produtos com mais de 10% da substância.
  • Parabenos: os mais comuns são metilparabeno, o propilparabeno, o etilparabeno e o butilparabeno. Ainda não há consenso sobre os malefícios à saúde, porém é bom evitá-los já que podem interferir na fertilidade e estão associados ao câncer de mama. A ANVISA estabelece o mínimo de 0,4% de cada parabeno e o máximo de 0,8% de parabeno total.
  • Petrolato e óleo mineral: muito presentes em maquiagens e hidratantes corporais, contaminam a água e o solo e não deixam a pele respirar, provocando envelhecimento precoce.
  • Cores sintéticas: as principais são Cl 17200, Cl 15510, Cl 60730, Cl42053. As cores sintéticas deixam o cosmético mais atrativo, porém contaminam água, ar e solo e causam câncer.

Viu só como dá para ficar bonita sem abrir mão da sustentabilidade? E você, conhece outros rituais de beleza saudáveis? Conte para a gente.


Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]