Saúde Integral

Tratamento natural contra a sinusite

Mulher no sofá com cobertor e mão no nariz com olhos fechados
123RF | Inesbazdar
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você já sentiu sua cabeça latejar, acompanhada de uma pressão nos seios da face, e ficou com o nariz congestionado? Se a resposta for sim, saiba que esses são alguns indícios de que você já teve sinusite! A sinusite é uma doença caracterizada por uma inflamação na mucosa dos seios faciais e pode ser resultante de alguma infecção ou de um quadro alérgico.

Muitas pessoas confundem a sinusite com a rinite, e tal confusão ocorre por ambas provocarem secreção e obstrução nasal. Mas há uma diferença entre as duas: a rinite consiste em uma inflamação da mucosa do nariz, tendo como sintomas espirros, coriza, coceira no nariz e congestão nasal. Já a sinusite tem associação com algumas infecções, como asma, bronquite, faringite e, inclusive, a rinite – as duas podem ocorrer isoladamente, mas é mais comum que a sinusite seja uma “consequência” da rinite (doença designada como rinossinusite).

A sinusite acomete crianças, adolescentes e adultos, e no inverno os casos da doença crescem significativamente devido ao aumento de gripes e resfriados. Além do mais, a sinusite ainda é dividida em dois tipos: aguda e crônica. Continue lendo para saber mais.

Mulher deitada na cama com papel no nariz
Andrea Piacquadio | Pexels

Tratamentos naturais contra a sinusite

Existem inúmeras formas de tratar a sinusite, tanto a aguda quando a crônica, e, para cada tipo ou gravidade, medicamentos específicos são receitados. Mas hoje nós lhe ensinaremos alguns tratamentos naturais e de fácil acesso para tratar esse mal que acomete tantas pessoas no mundo inteiro. Mas atente: é sempre válido consultar um médico para obter o diagnóstico e fazer o melhor tratamento para o seu caso.

1. Inalação com vapor de eucalipto (sinusite aguda)

O eucalipto tem propriedades antissépticas e expectorantes que ajudam no alívio dos sintomas da sinusite aguda, principalmente a congestão nasal. Mas é válido ressaltar que algumas pessoas podem ter sensibilidade ao óleo do eucalipto, e, nestes casos, os sintomas podem piorar. Se isso ocorrer, evite fazer a inalação!

Óleo essencial em cima de pétalas de rosa cor-de-rosa
Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Ingredientes

– 6 gotas de óleo essencial de eucalipto;
– 1 colher rasa de chá de sal;
– 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em uma bacia. Em seguida, incline sua cabeça a fim de respirar o vapor da bacia, cobrindo-se com uma toalha ou um pano para que o vapor não “escape”. É muito importante que você respire o vapor por cerca de 10 minutos, se possível, de duas a três vezes por dia.

Se você não encontrar o óleo essencial, é possível fazer o mesmo procedimento com folhas de eucalipto, pois o óleo contido nelas evapora com o calor da água.

2. Suco de hortelã com urtiga (sinusite decorrente de rinite)

A urtiga e a hortelã têm propriedades antialérgicas, anti-inflamatórias e descongestionantes que auxiliam a reduzir a irritação causada pela sinusite e ainda eliminam as secreções nasais, proporcionando um alívio significativo dos sintomas da sinusite causada por uma alergia.

Ingredientes

– 4 folhas de urtiga;
– 12 folhas de hortelã;
– 250 mL de água de coco;
– 1 colher de sopa de mel de eucalipto.

Modo de preparo

Cozinhe as folhas de urtiga em uma panela com 300 ml de água filtrada. Em seguida, coloque elas em um liquidificador com o restante dos ingredientes. Bata até que o suco fique homogêneo e beba duas vezes por dia, de preferência entre as principais refeições.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]