Transição Planetária

Velha política ou nova política?

Homem sendo refletido em um vidro.
seventyfour74 / 123RF
Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi

Amados! Em tempos de Transição Planetária, o que era ontem, hoje pode não ser mais. É tudo tão intenso e rápido! Mas há ainda algumas coisas que estão muito enraizadas nos conceitos, nas crenças e nos hábitos das pessoas e que demoram para ser dissolvidas. São as consciência viciadas nas velhas práticas do desejo de poder. Certamente essa será também a última resistência enraizada nas vibrações de Terceira Dimensão.

O PODER é, na verdade, uma falsa crença de sobrevivência. É também um medo camuflado, pois, quando o homem não se sente seguro, ele se apega ao poder para tentar burlar as Leis Naturais, uma vez que, por meio do poder, consegue ficar imune às suas trapaças. O desejo sórdido de se sobrepor aos demais seres humanos também é uma prova ou um atestado de incompetência, pois, sozinho e por suas próprias qualidades, sabe ele que é um inútil.

Não é preciso nenhuma informação vinda dos Planos Extrafísicos para entender a mensagem passada neste texto. Basta olhar com uma visão desinteressada. Claro que ainda é uma minoria que olha uma eleição pelos ângulos livres de interesses particulares, mas, felizmente, esse número cresceu muito nestes tempos.

Ainda está bem visível a Velha Política engessada nos interesses de grupos viciados na manutenção do comando. Mas também será uma bela oportunidade de dissolver uma boa parte dela neste 15 de novembro. As eleições municipais deste ano mostrarão que muita coisa mudou. Haverá, sim, surpresas positivas. Mesmo que alguns caudilhos ainda conseguirão se agarrar às benesses do poder, a renovação vai ser surpreendente.

Teremos a oportunidade de ver muitas velhas árvores podres caindo como folhas secas. Cairão para nunca mais voltar ao antes. O final de um Ciclo requer renovação. A humanidade está despertando pois os véus que encobriam as consciências estão sendo erguidos. Sem a viseira imposta, os horizontes se alargam. Já não se pode mais enganar todos o tempo todo! Certo é que há ainda muitos dormentes e de fácil manipulação. São esses os remanescentes que ainda abastecem os interesses da Velha Política.

Mulher colocando cédula de voto em uma caixa.
Element5 Digital / Pexels

VOTO VENDIDO ELEGE BANDIDO. Alguém tem dúvida sobre isso? Aquele que se propõe a cooperar com toda a coletividade não precisa comprar votos, pois ele não almeja o poder somente pelo poder. Ele apenas se coloca como um voluntário para servir. Servir sem nenhum interesse pessoal. É o cooperador no lugar do competidor. É um pilar da Nova Política.

Claro que ainda vemos poucos nessa condição, mas eles estão por aí, sim! O que faz com que eles quase não sejam percebidos é o poder do Marketing. O Marketing é o operário fiel à serviço da Velha Política. Ele só trabalha se for regiamente pago. Ele só serve àquele que usa e abusa por meio de todos os meios, lícitos e ilícitos, pois estão na mesma vibração.

Aquele candidato que realmente tem como único interesse servir, trabalhar e lutar pelo coletivo sem se beneficiar do poder, esse o Marketing despreza, pois sabe que não vai poder cobrar somas exorbitantes dele. Sabe que ele não vai concordar com despesas milionárias desnecessárias.

Maleta de alumínio repleta de dólares.
Pixabay

Então como almejar a mudança na política e dos políticos? Parece quase impossível, mas não é. E não custa nada! O que vai mudar tudo isso é você! Sozinho! Sem nenhum Marketing e nenhum esforço. Somente com o seu voto e a sua consciência. Esqueça promessas de candidatos! Esqueça seus interesses pessoais! Esqueça as suas paixões ideológicas! Esqueça os velhos conceitos! Queira a mudança, pois ela só acontecerá quando começar por você.

É muito confortável falar em mudanças, querer as mudanças, mas desejar que elas comecem pelos outros. Não embarque nessa canoa furada. Nunca haverá mudança para você se não começar primeiro por você! A sua vida não vai acabar junto com o mandato do teu candidato preferido. Ele passa e você fica. E se não fizer a melhor escolha, como é que você vai ficar?

Numa eleição não há perdedores nem vencedores. Há somente vencedores ou só perdedores, pois se a maioria optar pelos melhores, todos ganham. Entretanto, se a maioria optar pelos piores, todos perdem. Pense nisso! Pense em você após o término do mandato do seu escolhido. Pense no futuro dos seus filhos e dos seus netos. Vão-se os anéis e ficam os dedos!

Você também pode gostar

A Nova Política será baseada na cooperação. Talvez seja a última eleição municipal em que ainda haverá competição. Talvez seja a última em que algumas velhas raposas conquistarão cargos municipais. Por isso não seja a galinha do galinheiro que entregará a chave à raposa. Ela vai acabar devorando você!

Lembre-se de que o candidato que pertence à classe da Nova Política não faz uma campanha de enfrentamento. Não coloca dinheiro fora. Não compra votos. Não faz promessas que sabe que depois não cumprirá. Não ofende a reputação dos adversários. Não espalha mentiras e não tenta enganar o eleitor. O que mais você quer que te digam para fazer a melhor escolha? Seja honesto e terá políticos honestos eleitos! Caso contrário, a ciranda continua e quem dança sempre é você.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi