Energia em Equilíbrio Yoga

Vida e obra do professor Hermógenes nos cinemas

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

decisões, atitudes e escolhas que mudam o sentido da vida ou realmente dão um sentido a ela. Quem pratica ou conhece o Yoga afirma isso. O Yoga é muito mais do que uma filosofia de vida que conecta os fios e dão valor a um novo significado na vida. O desapego e a prática podem ser um caminho para libertação. E quando existem mestres que nos mostram esse caminho, tudo fica mais claro e fácil.

Um destes mestres foi o professor Hermógenes. Seu nome era José Hermógenes de Andrade Filho e ele foi um dos principais divulgadores do Yoga no Brasil. Escreveu mais de trinta livros, muitos traduzidos para outros países. Em 2015, faleceu aos 94 anos, mas seu legado ficou assim como o amor que espalhou o Yoga e seus ensinamentos também viraram um documentário.

Conversamos com Barbara Tavares que é a produtora e diretora do documentário ‘Hermógenes’, lançado recentemente. A diretora falou da decisão de fazer o filme, o convívio com o professor e o que aprendeu com ele. Confira a entrevista:

10-Asanas Hermogenes 2ESF – Como foi a decisão de fazer o filme? 

Barbara Tavares – Eu sou praticante de Yoga há 10 anos e sempre achei que havia uma lacuna na cinematografia brasileira pra contar a história do Professor Hermógenes, a vida e obra dessa personalidade brasileira que impactou tanto a vida de milhares de brasileiros.

ESF – Sobre o convívio com o Professor, o que poderiam nos contar?

Barbara Tavares – O professor Hermógenes e sua família sempre nos deixou à vontade para fazermos o filme que gostaríamos de fazer, de contarmos a história que gostaríamos. O professor Hermógenes nos fez um pedido uma vez para não fazermos propaganda dele no filme, esse era o professor, humilde e muito humano.

ESF – O que foi para vocês fazerem um filme sobre uma prática que esta difundindo cada vez mais no país e o que aprenderam com a produção do filme?

Barbara Tavares – Para mim é uma alegria e um sonho realizado. Como praticante de Yoga e cineasta sempre quis juntar as duas coisas. Poder contar no cinema a filosofia do Yoga através de um de seus precursores no Brasil e divulgar todos os benefícios desta prática milenar é maravilhoso. Aprendemos no processo de produção do filme, que mesmo falando sobre um personagem conhecido e muito bem quisto no Brasil, não é garantia de que teríamos o financiamento necessário e a divulgação na mídia de forma fácil. Tudo o que foi conseguido foi fruto de muito trabalho. Poder contar no cinema o que a prática pode proporcionar as pessoas: bem viver, alegria, paz interior e contar a filosofia do Yoga através da história de vida do professor Hermógenes é maravilhoso e perfeito.

ESF – Poderia nos dizer o que de principal aprenderam sobre o legado deste Mestre do Yoga, durante esse tempo de produção do filme?

Barbara Tavares – “Entrego, confio, aceito e agradeço”. A produção do filme aconteceu como tinha de acontecer, com todas suas dificuldades e aprendizagens. Colocamos este mantra em nossas vidas e encaramos a negativa de patrocínios governamentais e a inicial falta de interesse de cinemas na exibição com mais tranquilidade. Continuamos fazendo o filme sem ter expectativas, com equanimidade. E olha só, o filme foi lançado, entrou em cartaz em várias salas do Brasil e a crítica tem sido muito boa. Entregamos, confiamos, aceitamos e agradecemos.

ESF – Em quanto tempo foi feito o filme?

Barbara Tavares – 3 anos, de 2012 a 2015.

06-Prof. HermogenesESF – Qual foi o maior desafio na produção do documentário?

Financeira. Não tivemos um patrocinador de grande aporte, tivemos muitos investidores em pequenas quantidades, podemos dizer que é um filme colaborativo, feito pela força de todos que contribuíram e quiseram ver o filme pronto.

ESF – O filme é destinado para todas as pessoas ou apenas para aquelas que conhecem o Yoga?

Barbara Tavares – Para todas as pessoas. Nós tínhamos, desde o início, essa preocupação. O Professor Hermógenes é muito conhecido por todos que praticam Yoga, mas falar para esse público só tiraria o poder de transformação desta prática. Queríamos que seus ensinamentos e o Yoga tocassem mais pessoas. A receptividade do público que não conhece nem o Professor nem a prática foi surpreendente. Muitos saem tocados e repensando suas vidas, alguns até se matricularam em escolas de Yoga.

ESF – O lançamento do filme foi no Rio de Janeiro, qual a previsão para o resto do país, que espera ansioso por esta oportunidade?

Barbara Tavares – O filme foi lançado no circuito de cinemas no Rio de Janeiro no dia 23 de julho, estreia em SP no dia 20 de agosto, mas já passou por várias cidades: Brasília, Maceió, Vila Velha, Manaus, Goiânia, Fortaleza e Recife. Nos dias 22 e 23/8 chega também em Campinas e São José dos Campos.

Essas cidades são onde a Rede Kinoplex tem cinemas e nos abriu espaço. Estamos conversando com outros exibidores para que o filme chegue em mais cidades, nosso desejo é que o maior número de pessoas possam conhecer e ser tocadas pelas histórias do Professor Hermógenes e das pessoas que contam suas histórias no filme.

Confira o trailer oficial

Visite o site oficial do documentário e as datas de exibição nos cinemas:

Novas datas. Acompanhe através do Facebook do documentário novidades sobre datas e salas de exibição:

27/08 a 02/09 – São Paulo – 18h40 e 21h – 2ª semana
27/08 a 02/09 – Salvador/BA – 19h30
29 e 30/08 – Rio de Janeiro – 13h – 5ª semana! Atendendo a pedidos, o filme volta à cidade!
29 e 30/08 – Campinas/SP – 16h15 – 2ª semana!
29 e 30/08 – São José dos Campos/SP – 13h10 – 2ª semana!
05 e 06/09 – Juiz de Fora/MG – Horário a definir
05 e 06/09 – Florianópolis/SC – Horário a definir


• Entrevista realizada por Angelica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]