Energia em Equilíbrio Yoga

Yoga para casais: como apimentar e estreitar os laços

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Muito praticada por quem busca entrar em harmonia com seu eu interior, reorganizar suas energias e ter seu corpo e mente na mesma sintonia, a yoga pode também ser um exercício indicado para aproximar casais. A palavra em si já significa “unir” ou “integrar”; a yoga em diversas vertentes é capaz de conectar você e seu parceiro de uma maneira intensa e como poucas práticas físicas conseguem.

Além dos benefícios individuais, esta prática que já tem mais de cinco mil anos cria uma intimidade ainda maior entre os casais e até mesmo apimenta as relações, já que o corpo é estimulado em conjunto com a mente e os movimentos promovem integração dos corpos; além de exigir uma relação de extrema confiança entre os parceiros.

Conheça um pouco sobre as três vertentes da yoga mais indicadas para este propósito:

Acroyoga

A modalidade mistura yoga, acrobacia e massagem tailandesa. Só com este mix já é possível imaginar o efeito capaz de causar nos casais. A prática é feita em conjunto e geralmente o homem serve de base para a mulher. Para fazer as posições, os dois precisam estar em sintonia de corpo e mente, já que a força, o equilíbrio e a concentração virá da dupla.

A entrega também é um princípio importante para praticar esta modalidade. O homem invariavelmente usará toda sua virilidade para sustentar o corpo da mulher, que durante as posições terá que se conectar com o parceiro para fazer as posições com equilíbrio e exatidão.

Por usar muita elasticidade, movimentos amplos e toques firmes, a prática também desenvolve e estimula a libido dos casais, que acabam usando as técnicas como uma forma de ter mais criatividade e intimidade na vida sexual. Por ser mais intensiva, esta modalidade é indicada para pessoas com certo condicionamento físico e flexibilidade.

Curso: Essência do Yoga

Dentre seus erros e acertos no caminho do Yoga, se tivesse que começar de novo o que você priorizaria aprender?

Encontre paz com a filosofia, meditação, as posturas e respirações desta pratica milenar com o professor Leandro Castello Branco.

Inscreva-se aqui!

Hatha Yoga

Ha significa sol e Tha a lua; Hatha Yoga busca o equilíbrio entre as forças solar e lunar, entre a alma masculina e feminina. Para iniciar na yoga em casal, é a prática mais indicada.

Com movimentos mais leves e de menor intensidade, também promove a integração e o fortalecimento da intimidade. A troca de energias e entendimento sobre o limite do parceiro também são condições desenvolvidas desde a primeira aula.

Swasthya (respiração)

Além das práticas feitas em conjunto, a swasthya é uma vertente da yoga que pode ser feita ao mesmo tempo que seu parceiro, mas as posições são separadas. Sem toques, o segredo aqui é usar a respiração e a meditação para conhecer melhor a si mesmo e colocar a empatia em prática.

Sabendo de seus próprios erros, falhas e limites a pessoa tende a ser mais compreensiva e entender as reclamações e necessidades do parceiro, resultando em uma relação muito mais harmoniosa. O relaxamento também é um ponto importante proporcionado pela swasthya, fazendo o papel de uma válvula de escape para possíveis conflitos entre os parceiros.

Se interessou pela yoga em casal? Convide o amado (a) para uma aula! Com certeza, será uma forma de relaxar e curtir a companhia um do outro.


  • Escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]