Autoconhecimento

Visagismo: o que é e como pode ajudar na nossa autopercepção?

Você já experimentou uma roupa que parecia incrível em outra pessoa e não ficou muito legal em você? Ou cortou o cabelo e sentiu que o resultado não te valorizou? O visagismo pode te ajudar com tudo isso. No conteúdo que preparamos, descubra o que é essa análise estética e como ela pode transformar a sua relação consigo.

Descubra o que é o visagismo e como ele pode aprimorar o seu autoconhecimento

O que é visagismo?

Muitas pessoas acreditam que a preocupação com a beleza (moda, maquiagem, cabelo) é algo superficial. Isso porque elas ainda não descobriram que as roupas que usamos e a maneira como nos arrumamos podem traduzir a nossa personalidade, sendo um meio de expressão.

Esse não é um conceito novo. Na verdade, a ideia surgiu em 1937, quando o francês Fernand Aubry passou a utilizar o termo “visagisme” para dizer que os profissionais da beleza deveriam fazer mais do que encontrar uma composição harmônica e esteticamente agradável.

Uma mulher sorridente segurando pincéis de maquiagem.
Dean Mitchell de Getty Images Signature / Canva

Além de fazer isso, seria dever desses indivíduos utilizar a maquiagem ou a moda como uma expressão da personalidade de quem a estivesse utilizando. Em outras maneiras de expressão artística, como na arquitetura, essa já era a ideia que se destacava sobre as outras, mas de um jeito diferente.

Nesse caso, a forma deveria ser conduzida pela função. Por exemplo: não adianta uma xícara ser muito linda se ela não conseguir reter o líquido que é colocado dentro dela. De uma forma similar, não adianta uma maquiagem ser maravilhosa se ela não ajudar alguém a se sentir melhor sobre si ou evidenciar a própria essência.

Com o passar do tempo, o princípio do visagismo começou a ser cada vez mais aplicado, sobretudo por Philip Hallawell, um artista plástico brasileiro de renome internacional. Por meio da técnica, os profissionais começaram a usar cores, texturas e formas para traduzir a personalidade de quem atendiam, escolhendo não só o que era bonito, mas também o que trazia algum sentido para a imagem da pessoa.

Então, visagismo é uma análise estética que um profissional realiza sobre o rosto de uma pessoa para definir qual é a melhor maquiagem ou o melhor penteado para ela. Entretanto como essa prática pode ser aplicada no cotidiano? Saiba mais, no próximo tópico.

Para que serve?

Por enquanto, aprendemos que o visagismo é uma técnica que permite que um profissional valorize quem uma pessoa é por meio de determinada maquiagem ou de certo corte de cabelo.

Sendo assim, o visagismo serve para ampliar o autoconhecimento de alguém, garantindo que essa pessoa consiga projetar a própria imagem no mundo de um jeito autêntico e original.

Uma mulher sorridente desenhando um coração num espelho.
RyanKing999 / Canva

Dessa maneira, um indivíduo não precisa reproduzir um corte de cabelo ou uma maquiagem que ficou incrível em outra pessoa, porque pode descobrir o que vai ficar incrível para ele.

Em uma análise mais aprofundada, você vai perceber que o visagismo pode até mesmo ampliar o seu autoconhecimento. Entenda como isso funciona, ao continuar lendo o artigo.

Como pode ajudar no meu autoconhecimento?

Se você já passou pela experiência de se olhar no espelho e não se ver representado pela imagem que vê, é possível que você ainda não tenha o seu autoconhecimento em dia. O motivo disso é que nós só conseguimos transmitir uma boa imagem para o mundo quando sabemos quem realmente somos e quais são as maneiras de destacar isso.

Por meio de um processo de autoconhecimento aprofundado, entendemos quais são as sensações que queremos transmitir para os outros, quais são os nossos aspectos que merecem destaque e como podemos harmonizar a nossa essência e a nossa aparência.

E a técnica que pode te ajudar a descobrir tudo isso é o visagismo. Com essa prática, você vai analisar qual mensagem o mundo precisa saber sobre você, e qual corte de cabelo ou maquiagem vai te ajudar a evidenciar isso. Não tem nada de superficial nessa análise, não é?

Onde posso fazer essa análise?

Considerando os benefícios do visagismo para o seu autoconhecimento e para a sua autoestima, você já deve estar à procura dessa análise. Afinal, é com ela que você vai se deparar com a sua verdadeira identidade diante do espelho.

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que existem muitos profissionais visagistas. Alguns são especializados apenas em analisar a sua imagem e te ajudar a descobrir o que é melhor para você. Outros são cabeleireiros e maquiadores que fazem a análise e te transformam em uma obra de arte.

Uma mulher sendo maquiada.
Oleksandr Hrytsiv de Getty Images / Canva

Portanto existem dois caminhos que você pode seguir: ou você procura um centro de visagismo, com profissionais especializados em fazer uma análise do seu rosto e do que combina para você, ou você procura cabeleireiros e maquiadores que tenham essa qualificação.

Nas mãos de pessoas capacitadas e comprometidas, você vai se surpreender com tudo que a sua aparência pode dizer sobre a sua essência. Lembre-se de buscar recomendações antes de entregar a outra pessoa uma parte tão importante de quem você é.

Você também pode gostar

Depois de ler todas as informações apresentadas, você aprendeu que o visagismo é uma maneira de se conectar com quem você é e de mostrar isso ao mundo de um jeito lindo. Sendo assim, procure um profissional que possa te ajudar nessa trajetória, para destacar o que existe de melhor em você!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br