Cinesiologia Quântica Saúde Integral

Você aceita um cafezinho?!

café
Fátima Cardoso
Escrito por Fátima Cardoso
Você já tomou um cafezinho hoje? Está tomando enquanto faz a leitura? De acordo com a Organização Internacional do Café (OIC), o Brasil é o segundo maior consumidor da bebida no mundo, atrás apenas dos EUA.

A demanda interna deve crescer mais 3,4% em 2018, afirma a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). E onde tomamos o nosso café de cada dia? Em sua grande maioria nos lares, mas consumimos também o cafezinho nos bares, padarias, local de trabalho…

O que acompanha o seu cafezinho? Uma boa conversa?! Mesmo nos lares, o tradicional café da manhã torna-se muito mais gostoso quando é acompanhado de uma boa conversa entre os familiares. Muito embora nas cidades grandes, com o ritmo de vida bastante acelerado, essa prática nem sempre é possível. Nos resta o final de semana, quando o ritmo é mais suave, porém o café e a conversa podem ser mais intensos.

café

Ao invés de cada um tomando o café da manhã no seu mundo particular – seu quarto, todos reunidos usufruindo da oportunidade de estreitar os laços do amor familiar. Planejando o dia que começa, dividindo os fatos que ocorreram durante a semana, planejando o dia que começa.

No trabalho, quando bate aquele cansaço, o café surge como uma “recarga das baterias” pelo efeito da cafeína, ou seja, pelos minutos de descontração com os amigos do trabalho, “jogando conversa fora”, tendo ideias criativas para continuar nos afazeres. No bar, o café torna-se festivo, rodeado de amigos, uma conversa animada, gargalhadas, comemoração de vitórias brindando com uma xícara de café, apreciação de diferentes formas de apresentação da velha e boa bebida.

Assim como o café precisa estar no “ponto certo” e na hora certa, que pode variar de acordo com a região e paladar de cada um, também é importante que a conversa esteja no ponto certo, ora mais quente, ora suave, às vezes tradicional, às vezes moderna, casual ou até intencional. Mas de preferência com a intenção amorosa de fazer a diferença para quem fala e para quem ouve.

Quero que saiba que a Cinesiologia Quântica pode te ajudar a conversar melhor, apreciar, enfim, viver com sabor mais intenso.

Sobre o autor

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso

Fátima Cardoso é facilitadora de Cinesiologia Especializada pela escola Three in One Concepts. Facilitadora em Cinesiologia Quântica pela Conexão Harmônica, Massoterapia e Reflexologia pelo Senac, e também Reiki e Metafísica da saúde. Facilitadora de Constelação Sistêmica Familiar presencial e online. Além disso, fez participações no programa Kabballah Egípcia na Rádio Mundial.

E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Cel: 11 9 8122-7920
Facebook: Terapeuta Fátima Cardoso
Site: facilitadorafatimacardoso.com.br

Locais de atendimento:
São Paulo - (11) 98122-7920
Diadema - (11) 4054-3508
Santo André - ((11) 4972-0003
Campinas - (19) 9 8138-9669