Saúde Integral

Você está no piloto automático?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Alguns sinais bem simples podem indicar que você está vivendo no piloto automático. Está vivendo apenas por viver. Os anos passam e você sente que cada vez mais perde coisas, como a vitalidade, a juventude, a beleza, o propósito da vida, a motivação. Começa a ter aquela sensação de que as coisas estão acontecendo como em um filme, de que você não está aproveitando a vida da forma como realmente deveria. Você está com medo de arriscar em coisas novas, está sofrendo com a ansiedade de que poderia ter feito algo melhor, esquece coisas simples, e não consegue se concentrar em atividades rotineiras.

Se você tem vivido algumas dessas situações acima, saiba que está levando a sua vida no piloto automático. Mas afinal, o que é isso? A resposta é simples: Viver no piloto automático é fazer que a sua mente comande mais de 70% de toda a sua vida.

O grande problema é que quando passamos a viver no piloto automático, passamos a querer controlar nossa própria natureza, mas acabamos não escolhendo a melhor ferramenta para isso, que é a nossa mente. Quando os pensamentos e as emoções passam a dominar a nossa mente, não há nada que possamos fazer efetivamente para resolver por completo esse tipo de problema.

A nossa mente é criadora, e quanto mais tentamos controlar nossos sentimentos, reflexões e emoções, mais teremos pensamentos e sensações ruins e tristes, paralisadores, incapacitadores. Acabamos criando a famosa falha da memória que faz com que nos perguntemos ‘o que eu vim procurar na cozinha mesmo?’, a sensação de ansiedade pura, de que você não está vivendo, de estar sempre na correria etc.

Para desligar o piloto automático e passar a viver o momento presente, o aqui e o agora, primeiramente você deve aceitar que a sua vida está bagunçada. E isso é totalmente normal, natural. Você sofre demais, tem sentimentos controversos, pensa coisas sem nexo e acaba pensando demais.

Quando passamos a viver no piloto automático, devemos entender que estamos vivendo um grande conflito entre quem deveríamos realmente ser e quem realmente somos. A partir do momento que identificamos esse problema, fica mais fácil desligar esse botão.

Mas reflita seriamente antes de apertar esse botão. Parar de viver no piloto automático requer treino, vontade, conhecimento de si mesmo, busca interior profunda, verdadeira, incansável e muita dedicação.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]