Energia em Equilíbrio Saúde Mental

11 maneiras para manter a sanidade mental na quarentena

Mulher sentada na cama com cabeça abaixada e luz da janela refletindo
123RF | Sittichai Karimpard
Fabiano de Abreu
Escrito por Fabiano de Abreu

Dedico-me a buscar maneiras para ajudar as pessoas a manter o equilíbrio para uma boa saúde mental

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o líder mundial de pessoas que sofrem de ansiedade. Tendo em conta os dados fornecidos, existem 18,6 milhões de brasileiros, ou seja, cerca de 10% da população convivendo com o transtorno.

O período de quarentena por pandemia de coronavírus agravou ainda mais o cenário. A incerteza do momento e as preocupações a ele relacionadas tendem a que se verifique um aumento dos níveis de estresse e ansiedade na população. Dessa forma e sendo estados mais ou menos permanentes eles podem fragilizar o sistema imunológico e debilitar o equilíbrio mental.

Se a situação da quarentena já era algo novo para nós, imagine uma quarentena da qual não vemos o seu término? O filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu, preocupado com o excesso de pessoas que o procuram e também avaliando o comportamento das pessoas neste atual momento, dedicou-se a criar dez maneiras para que a pessoa possa se manter bem mentalmente em plena quarentena.

Mulher meditando vista de cima em posição de lótus
Katerina Jerabkova | Unsplash

Amigos, clientes, pessoas no mercado e nas farmácias, muitos estão numa etapa diferente na quarentena. Hoje um dos meus amigos, dono de um bar, chegou a perder o controle ao falar do estado atual em que nos encontramos.

Após esse episódio do meu amigo e de outras pessoas, venho observando, e imediatamente busquei o que ele chama de equilíbrio para encontrar maneiras e ajudar as pessoas que estão em quarentena.

Precisamos buscar o equilíbrio, chamarei de equilíbrio o ponto essencial para sabermos lidar com esta quarentena. Exatamente por isso decidi elaborar esta listagem.

1. Pense positivo – Esta é a primeira das dicas, pois é primordial para que as outras nove funcionem. Tudo tem um lado positivo, até mesmo nas coisas ruins que acontecem. Ser positivo é essencial para que possamos ter a mente tranquila para buscar planos e planejamentos futuros.

O caminho para uma mente positiva é ter a propriedade intelectual de buscar pensamentos que o agradem. Seja numa ação presente, seja em projetar ações futuras.

Mulher trabalhando em casa
Ivan Samkov | Pexels

2. Mantenha a sua rotina – Que tal manter a mesma rotina de horários de trabalho e buscar mecanismos para atendimento online ou organizar o seu site e rede social? É um momento também para pesquisar sobre a sua profissão e procurar outras formas para conseguir a remuneração desejada a partir de sua casa. Você pode ainda organizar o seu trabalho para quando isso tudo acabar.

Busque estratégias, conhecimentos, quem sabe aquele planejamento que não colocou adiante por falta de tempo não possa ser melhor observado agora?

3. Interatividade – Vá além da mídia social, a claridade da tela em seu rosto e o excesso de informações podem ativar a ansiedade e atrapalhar o seu equilíbrio na quarentena.

Tente variar as atividades para a interatividade. Busque brincadeiras com a família ou com o parceiro(a). Tem quem goste de videogame ou uma boa série ou filme.

Ver documentários e ler livros contribui para aumentar o seu conhecimento. Aprender satisfaz, ativa a dopamina, hormônio da recompensa, quando absorvemos algo de novo.

4. Notícias e mídia social – Temos que nos manter informados, claro, mas isso não quer dizer ficar o dia inteiro lendo notícias e navegando na mídia social. Escolha os sites de notícias que sejam realmente sérios e credíveis para ficar a par dos acontecimentos. É sempre bom ler na parte da manhã, pois ler à noite pode ativar a ansiedade e a preocupação, atrapalhando o sono. À noite estamos mais relaxados e com a mente mais desocupada, focar na rede social e nas notícias é iniciar um longo período olhando informações que poderão trazer tristeza, ativar a ansiedade e provocar a perda ou o sono tardio.

5. Exercícios físicos – Mesmo se não tinha o costume de fazê-los, que tal tentar começar? Exercícios físicos não são apenas bons para uma boa forma e melhor saúde física mas também para uma melhor saúde mental. Os exercícios liberam o hormônio da endorfina, que dá a sensação de bem-estar, alegria, conforto e bom humor.

Mãe e filha fazendo exercícios no chão da sala
Valeria Ushakova | Pexels

6. Crie metas – Não posso deixar de falar desses hormônios da felicidade e do bem-estar. Quando estão em baixa, podem levar à tristeza e posteriormente à depressão ou a outras doenças que prejudicam a saúde mental. Criar metas e conquistá-las ativa o hormônio da dopamina. Quando produzida de forma equilibrada, ela também está associada ao amor, bem-estar, felicidade e prazer.

Crie metas a curto prazo e também a longo prazo. Seja um jardim a capinar, uma mesa a consertar, um trabalho para concluir, um livro para ler, uma série para assistir, um texto ou planos futuros. Tudo e qualquer coisa, por menor que pareça ser mas considerada como meta, estará não só ativando a dopamina mas também ocupando o seu tempo.

7. Hábitos alimentares saudáveis – Uma boa alimentação ajuda não só a ativar os hormônios da felicidade mas também vai manter a sua imunidade alta para você se proteger de doenças. É sabido que o Covid-19 mata mais pessoas com imunidade baixa e a alimentação é crucial neste momento.

Que tal brincar de ser cozinheiro e distrair-se fazendo uns belos e deliciosos pratos na cozinha. Pode ser a hora também de ensinar os filhos a cozinhar.

Homem secando a louça
Andrea Piacquadio | Pexels

8. Tarefas de casa – Que tal ocupar o seu tempo organizando a casa? Aquele armário que você nunca tem tempo de arrumar ou a horta que sempre quis plantar. Que tal dividir tarefas em casa e deixá-la do jeito que sempre quis. Ambientes renovados, alma renovada. Depois que bagunçar com brincadeiras em família, arrume novamente. Se tiver com preguiça, não se esqueça que arrumar casa também é um exercício físico.

9. Organize a sua vida familiar – Aproveite este tempo para interagir mais com a família ou com o seu ou sua parceira. Para quem tem filhos, seja mais amigo do filho, saiba mais sobre ele, aproveite e recupere todo o tempo perdido neste mundo atribulado em que vivemos. Dedique-se mais à família, como eu disse no tópico 1, isso é pensar positivo em algo negativo. A quarentena é negativa, mas torna-se positiva quando nos obriga a sermos melhores e mais presentes.

10. Curta seu animalzinho – Para quem tem bichinho em casa, este é o momento de se dedicar mais a ele. Recupere toda aquela carência que ele sentia com a sua ausência anterior. Animaizinhos de estimação são ótimos também para o equilíbrio emocional. Saiba que o seu bichinho de estimação faz liberar a ocitocina, o hormônio do amor, o mesmo liberado ao conhecer o seu parceiro(a).

Você também pode gostar

11. Alinhe-se com a natureza – Nós viemos da natureza. Por milhares de anos interagimos com ela e a usamos para nos proteger e nos alimentarmos. Sempre estivemos vinculados a ela de corpo e alma, portanto vale a pena voltarmos a conversar com ela e buscar um pouco desta energia que está em nosso instinto. Faça um teste, observe uma árvore, folha, flor e pense o quanto ela é importante e familiar e sentirá uma boa energia como recompensa.

Cultive bons sentimentos, dê boas ideias em casa, crie harmonia, e tente praticar cada um dos tópicos que aconselho.

Essencialmente temos que focar no melhor de cada um, no melhor de cada coisa, no melhor de cada situação. Se de cada tarefa ou etapa retirarmos um pequeno percentual de felicidade, teremos o que nos fazer sorrir ao final do dia.

Sobre o autor

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu Rodrigues é um jornalista, psicanalista, neuropsicanalista, empresário, escritor, filósofo, poeta e especialista em neurociência cognitiva e comportamental, neuroplasticidade, psicopedagogia e psicologia positiva.

Proprietário da agência de comunicação e mídia social MF Press Global, é também um correspondente e colaborador de várias revistas, sites de notícias e jornais de grande repercussão nacional e internacional.

Atualmente detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa brasileira e internacional, reconhecido por grandes nomes do jornalismo em diversos países. Como filósofo, criou um novo conceito que chamou de poemas-filosóficos para escolas do governo de Minas Gerais no Brasil.

Lançou os livros “Viver Pode Não Ser Tão Ruim”, “Como Se Tornar Uma Celebridade”, “7 Pecados Capitais Que a Filosofia Explica” no Brasil, Angola, Paraguai e Portugal. Membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo, Fabiano foi constatado com o QI percentil 99, sendo considerado um dos maiores do mundo.

Contatos:

Email: [email protected]
Site: deabreu.pt
Site: pressmf.global/
Facebook: FabianodeAbreuOficial
Instagram: @fabianodeabreuoficial
Twitter: @Filosofofabiano
Youtube: Filósofo e jornalista Fabiano de Abreu
Linkedin: Fabiano de Abreu