Autoconhecimento Educação dos filhos Maternidade Consciente

A importância de ser mãe

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A formação de um adulto tem relação direta com as lições e morais recebidas na infância, tanto pelos pais, escola, amigos e a sociedade em que ele vive. É claro que tratando-se de desenvolvimento humano, esse tema nunca é e nunca será uma ciência exata. A criança pode receber tudo do recomendado pelos maiores educadores do mundo e acabar se perdendo na vida.

É preciso frisar que ao falar de ações para orientar o comportamento humano, a discussão fala de possibilidades, não exatidões.

Engana-se quem pensa que a mãe é a pessoa responsável pela gestação da criança.

Uma figura que é fundamental para uma vida mais feliz é a presença positiva da mãe. Nem toda presença materna é positiva. Como, infelizmente, vemos notícias de mães que maltratam filhos, esse é um tipo de influência que não agrega nada à criança.

Apesar dessas notícias não serem raras, elas estão longe de ser maioria na relação materna. Até por uma questão biológica, a mãe prioriza a vida dos próprios filhos ao invés da dela, fazendo o possível e o impossível para a felicidade de seus filhos.

A criança é gerada dentro da mulher, portanto, até mesmo antes da noção de sua própria existência, a mãe já zela e a ama desde sempre. É a primeira pessoa a ensinar a criança o significado de amor. Muitos, quando chegam na vida adulta, até acreditam que a única e verdadeira experiência amorosa na vida é a de mãe. “Amor é só de mãe”, já diz uma popular frase da sabedoria humana, que carrega uma parcela muito verdadeira.

Da mesma forma que a mãe tem a tarefa dentro dela de amar, praticamente em iguais proporções leva consigo o dever de educar. Amar é muitíssimo mais fácil do que educar. Dizer “não” e corrigir as coisas erradas das crianças não é nada fácil. Às vezes, é preciso ser dura para corrigir e os filhos podem não receber bem essa atitude, mas não se aflijam: toda ação que visa educar o comportamento da criança, embora sejam dolorosa no presente, trará uma grande recompensa no futuro.

mãe

A mãe é aquela que ama os filhos, independente de serem biológicos ou não. Pode ser a avó, uma tia, uma mãe adotiva e até, de certa forma, um pai, quando tem a obrigação de cuidar da criança sozinho e acaba acumulando a função de pai e mãe em si próprio. Ser mãe é, acima de tudo, ser o primeiro contato do amor numa vida que está chegando na Terra. 


Escrito por Diego Rennan da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]