Autoconhecimento

E, então, vamos meditar?

Giordano Cimadon
Escrito por Giordano Cimadon

Vivemos num mundo onde não faltam compromissos e distrações. Raras são as pessoas que conseguem encontrar um momento para estarem sozinhas, convivendo apenas consigo mesmas, realizando autoavaliações, cultivando a mente tranquila, tudo isso longe das pressões cotidianas. Aliás, a grande maioria não faz ideia de como criar espaço para isso em suas vidas.

Suas agendas estão sempre cheias, pois precisam sentir que não estão desperdiçando tempo, mas a verdade é que podem estar deixando de lado algo muito mais valioso. Através da meditação, é possível criar este espaço. Com a meditação, a pessoa se afasta dos condicionamentos temporais, mergulha com sua consciência no momento presente e ainda recebe inúmeros benefícios surpreendentes. Há muito mais na meditação do que os olhos conseguem enxergar. Ela nos proporciona uma gama ilimitada de benefícios físicos, mentais, espirituais e psicológicos, tudo isso de maneira simples, e qualquer pessoa pode comprová-los por si mesma. Meditação é mais do que uma técnica, mas uma atitude de vida. É possível meditar a qualquer momento e em qualquer lugar.

Não se necessita agendar um horário para ela, e nenhuma ferramenta especial é requisito indispensável.
Está em suas mãos o poder de realizar uma transformação profunda em seus estados psicológicos, incluindo aí aqueles estados mentais e emocionais que costumam perturbar a continuidade de nossos propósitos e o alcance de nossos objetivos. Entre os benefícios psicológicos mais sensíveis que a prática da meditação nos traz estão a diminuição sensível dos níveis de estresse e ansiedade, esses dois algozes que costumam abreviar a vida de suas vítimas. Além disso, a meditação estimula a criatividade, diminui a irritabilidade, potencializa a memória, colabora com a estabilidade emocional, regula as alterações de humor, aumenta a autoconfiança e a empatia, impulsionando positivamente nossas relações sociais.

Meditar com regularidade ainda nos ajuda a manter a mente mais focada e a solucionar problemas, o que resulta no aumento na sensação de realização e produtividade em todos os campos da vida. Como aquela chuva refrescante após um dia quente e seco, a meditação leva embora os resíduos emocionais e a sujeira mental. Ela nos oferece uma nova perspectiva, uma nova forma de enxergar a vida e a nós mesmos.

Young woman during relaxation and meditation in park meditation

Meditando nós removemos as camadas de nosso subconsciente, chegamos às profundezas de nosso inconsciente e assim percebemos que somos aquilo que está muito mais além do corpo, dos afetos e da mente. Muitas vezes nossas emoções nos controlam e limitam nosso potencial, fazendo com que ora visitemos o revivamos o passado, ora nos preocupemos com o futuro. A meditação nos permite aprender a viver no momento presente, mais além do tempo, mergulhados numa sensação genuína de eternidade. Estes movimentos inconscientes pela linha do tempo são provocados por disfunções mentais e emocionais, e com a meditação nos libertamos de cargas sentimentais dolorosas, dos sentidos equivocados que demos às nossas experiências do passado, da falsa esperança de encontrar a felicidade em algum momento futuro.

Em termos de atitude perante a vida, a meditação te ajuda a deixar as coisas fluírem e ao mesmo tempo te ajuda a seguir com o fluxo. Quem aprende a deixar as coisas fluírem consegue se afastar, ainda que por um momento, dos problemas da vida cotidiana. Os problemas que encontramos na vida, a maioria deles criados por nós mesmos, nos impedem de viver no momento presente, pois nos deixam perdidos ou presos dentro de nossos próprios pensamentos limitados. Você pode se libertar destes incômodos, destes obstáculos, destas inibições e de todas as outras perturbações da vida realizando sessões diárias de meditação.

Muitas pessoas anseiam por uma mudança em suas vidas, mas não se dão conta de que toda mudança verdadeira começa dentro de si mesmas, em meio ao precioso silêncio e à reflexão serena e consciente. E é aí que a meditação faz toda a diferença se realmente queremos dissolver os pensamentos autodestrutivos, as preocupações, os remorsos, as culpas, a procrastinação e tudo o que nos impede de acessar e expressar todo o potencial que carregamos em nosso interior.

E, então, vamos meditar?

Sobre o autor

Giordano Cimadon

Giordano Cimadon

Giordano Cimadon é escritor, conferencista e psicólogo que atua através das abordagens humanista e transpessoal. É um dos coordenadores das atividades Sociedade Gnóstica Internacional e de seus cursos, encontros, seminários e convivências.

Ainda adolescente começou a se dedicar ao autoconhecimento, ao estudo e à prática do Gnosticismo, e à a formação de uma base cultural através do estudo das mitologias, dos livros sagrados das religiões e tradições antigas, e dos clássicos da literatura mundial.

Realiza atendimento clínico, palestras e cursos relacionados ao desenvolvimento humano e espiritual, ensinando as pessoas de forma simples e objetiva a alcançarem o autoconhecimento mediante o despertar da consciência.

Contatos:

E-mail: [email protected]
Facebook: /GiordanoCimadon
Website: sgi.org.br/