Convivendo

Ajuste o seu relógio!

Jéssica Sojo
Escrito por Jéssica Sojo

Quando e por que começou esse tal horário alternativo? Bom, pela minha rápida pesquisa no Google, o horário de verão foi criado por Benjamim Franklin em meados do século XVIII. No Brasil, foi instituído pela primeira vez no verão de 1931, com o objetivo de aproveitar a luz natural dos dias ao entardecer e reduzir o consumo de energia, que aumenta por conta do calor excessivo dos quatro meses da estação mais quente do ano.

Decretado por lei desde 2008, o horário de verão sempre tem o início no terceiro domingo do mês de outubro e término no terceiro domingo do mês de fevereiro – exceto quando o término cai próximo ao carnaval.

Há quem goste e consiga se adaptar facilmente com o adiantamento e reajuste do horário, mas há também quem não veja a menor graça e torça a cara. Vou confessar: eu não achava a menor graça no horário de verão até perceber que, com certo planejamento, dá para aproveitar e até sentir saudades do verão. Por isso, separei umas dicas:

Diverse Young People Fun Beach Concept

Curtir os parques da cidade e fazer um piquenique. Com tantas opções de áreas verdes e parques em diferentes cidades, é uma boa estender uma toalha no gramado e aproveitar o tardar do sol ao lado dos amigos ou da família.

Convidar alguém ou um amigo para ir à praça. Sabe aquela pessoa que você não vê há muito tempo ou que passa pouco tempo ao lado dela? Que tal aproveitar o sol para passear, levar os animais juntos, praticar esportes e aproveitar a companhia de outrem para colocar o papo em dia.

Visitar lugares diferentes na cidade sozinho ou acompanhado. Mesmo após as 18h, por que não aproveitar e ir ao museu ou a uma exposição tri legal? Que tal ir ao cinema, a uma biblioteca ou à livraria? Não perca mais tempo e aproveite para fazer programas diferentes e divertidos, principalmente aqueles que você adia por conta da correria.

People Cheers Celebrating Thanksgiving Holiday Concept

Curtir um happy hour a céu aberto e com boas companhias. Perfeita combinação e com a vista privilegiada entre o fim da tarde e o começo da noite.

Aproveitar a luz do dia e fazer exercícios físicos. Raras são as pessoas que conseguem ter disposição de acordar 6h da manhã para fazer uma caminhada ou ir à academia. Com o sol se pondo mais tarde, é possível criar coragem e realizar atividades físicas, como andar de bicicleta pelo parque, fazer uma caminhada, ir à academia, fazer yoga, meditação, ler um livro ao ar livre ou somente observar o pôr do sol.

E não se esqueça de checar a sua alimentação, de usar roupas leves, tomar muita água, reforçar o uso do protetor solar e, claro, aproveitar o verão. Agora me diz: é possível encarar o verão com mais alegria, né?

Sobre o autor

Jéssica Sojo

Jéssica Sojo

É custoso descrever quem sou eu – já que constantemente lapido, modifico e me transformo em um pouco de tudo e muito de cada pouco. Inicialmente posso compartilhar dizendo que sou extremamente curiosa, apaixonada pela comunidade surda, pela língua de sinais e por tudo que envolve a linguística.

Foi na faculdade de medicina e como acadêmica há alguns anos (com a esperança de trabalhar com o ser humano e suas limitações) que eu adentrei para um universo de que eu não fazia ideia que fosse possível existir e que pudesse trazer a bagagem que tenho hoje. Minha busca incessante pelo autoconhecimento e entendimento para muitos dos questionamentos que já tive (e continuo tendo) me fez despertar para o meu atual desígnio.

Minhas tantas outras peregrinações e experiências também contribuíram e muito com o meu desígnio – a começar pelo de compartilhar junto a vocês, leitores do EuSemFronteiras, sobre a primordialidade de enxergarmos para além do que nos visibiliza os olhos e lembrarmo-nos sempre de sermos semelhantes ao sol, mesmo em meio às sombras escarpadas montanhosas da vida.

Com todo o meu carinho e gratidão imensa,

Mãos em prece e um saudoso e caloroso abraço em cada um.

Contatos:

Email: [email protected]
Instagram: @rubiojer