Autoconhecimento

Armadilhas da sua inconsciência

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Aresponsabilidade, a honestidade e a gentileza podem influenciar positivamente a sua mente

Como anda a sua mente? Você se sente paralisado diante das situações cotidianas? Consegue resolver seus problemas sem nenhuma desculpa?  

Embora todos tenhamos dificuldades para superar os problemas, deixar para lá cria barreiras que impossibilitam o nosso avanço.

A mente prega peças. As armadilhas da nossa inconsciência nos fazem regredir muito. Sem querer adiamos e complicamos situações relativamente simples de se resolver, seja por esgotamento mental ou por não querer lidar com dificuldades naquele momento.

Quando somos controlados pela nossa mente, deixamos de viver para existir. Infelizmente, não existe melhor forma de mudar essa realidade do que agindo. Por isso, é muito importante que você estabeleça alguns pilares para se livrar de um ciclo vicioso e ser uma pessoa mais feliz.

O papel da responsabilidade

Reflita mais sobre as suas responsabilidades, se perdoe pelo passado e pare de se culpar toda hora ou culpar o outro por tudo.

Ninguém nasce sabendo, aceite que as falhas te transformam em um ser humano melhor, sejam elas suas ou de outras pessoas.

Descubra o que existe por trás dos seus problemas, qual a origem de cada um, não se limite a falta de conhecimento só porque você tem medo de descobrir a verdade.

Seja mais racional e prático, deixe as emoções para momentos mais oportunos. Pense muito bem antes de falar algo que possa ferir você ou outra pessoa.

Quando estamos passando por uma situação difícil, a responsabilidade emocional escorrega entre os dedos, mas ela é crucial para que nossa mente seja saudável.

Abandone os empecilhos imaginários que surgiram do seu medo de fracassar, seja responsável por si mesmo, e flexível para cuidar de si sem se esquivar do mundo. Não culpe ninguém pelas suas escolhas – muito menos você mesmo – e a sua vida se transformará.

O papel da honestidade

Assumir o que você sente facilita o processo de aceitação e superação. Seja honesto com os seus sentimentos e a solução dos seus problemas aparecerá muito mais rápido do que você pode imaginar.

Quanto mais você se conhecer, menos tempo levará para resolver as situações que lhe incomodam e mais preservada a sua mente ficará.

Cave fundo para encontrar o que te atormenta, as coisas que te causam desconforto e não repudie nenhuma possibilidade de mudança. Mudar é preciso para que a vida melhore.

Ser verdadeiro consigo mesmo faz com que as pessoas sejam verdadeiras com você. Saia do raso e explore a sua profundidade, ser transparente assusta inicialmente, mas é o que te faz ser saudável emocionalmente.

O papel da gentileza

Exercitar um olhar mais maduro sobre si mesmo e sobre os outros faz do mundo um lugar melhor de se viver.

A nossa mente é um campo minado, por isso, precisamos equilibrá-la. Descontar seus problemas em outras pessoas não fará com que eles desapareçam, só dificultará a sua vida e acarretará em arrependimento.

Ser gentil com você e com os outros é crucial, melhora a sua visão de si mesmo e faz com que o mundo ao seu redor seja menos caótico.

Quando sentir raiva, lide com a sua agressividade de forma racional, sabendo de onde ela vem, para onde ela vai e porquê ela está aí.

Respeite quem você é e saiba o papel do outro na sua transformação.

“Compartilhe experiências e resultados em vez de criticar trajetórias diferentes das suas”

Além desses 3 pilares, algumas atitudes fazem com que a sua mente se acalme e pare de tentar te pregar peças:

Se perdoe – Não importa o que tenha acontecido na sua vida, você só é quem é hoje graças aos acontecimentos passados. Deixe essa bagagem emocional de lado e encare a vida de cara limpa.

Arrisque-se – Quando deixamos a nossa mente tomar conta do que somos, o que queremos dá lugar ao que nos obrigamos a fazer. Não se deixe levar pelos acontecimentos, faça a sua vida acontecer. Arrisque-se mais, explore as mil e uma possibilidades de quem você ainda pode ser.

Pare de acumular mágoas – A mágoa é venenosa, inclusive com o nosso ser. É muito importante saber exatamente o que se passa dentro de você para mudar o que está por fora.

Aceite-se e aceite o outro – Não julgue o comportamento do outro com base no que você faria. As diferenças existem porque o mundo precisa que cada um faça a sua parte para equilibrar as coisas.

A mente pode ser traiçoeira, te colocar em perigo sem nenhum motivo real, mas isso tudo só porque você permite. Para ter uma vida mais feliz, domine a sua mente antes que ela domine você.


Escrito por Juliane Rodrigues da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]