Alimentação consciente Nutrição

Dicas para não perder o controle no self service

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Hoje em dia a variedade de restaurantes é imensa, e a cada dia que passa a quantidade do estilo self service aumenta gigantescamente. Para o bem ou para o mal, esse cantinho onde você pode comer à vontade pagando pouco, muitas vezes faz com que a armadilha da má alimentação apareça.

Segundo a nutricionista Mônica Beyruti, muitas pessoas encontram na comida um meio de fugir dos problemas para saciar a frustração de algo que não deu certo, um escape para a sensação de ansiedade, de descontentamento ou por problemas de um modo geral. Nessas horas ela recomenda o bom e velho hábito de respirar fundo e entender qual o sentimento vivido naquele momento. Controlar a mente é tarefa realmente difícil, mas reconhecer que alguma coisa não está indo bem é o primeiro passo para começar a pensar nos efeitos de suas ações.

Almoçar após um expediente completamente agitado e cheio de afazeres, por exemplo, pode acabar não dando bons resultados. O corpo pedirá por mais do que o necessário e é nessas horas que o bom senso entra em ação. Como a variedade de alimentos é enorme, até aí fica mais fácil não cair em tanta tentação. A vontade de colocar de tudo um pouco no prato é grande, mas foque nos alimentos de baixa caloria.

Comece pela salada, incluindo no cardápio folhas, legumes e leguminosas para equilibrar e dar energia ao seu corpo. De preferência, inicie esta refeição antes do prato principal, pois a impressão de estar satisfeito será maior. Para a segunda parte, inclua uma seleção com carne magra, optando por frango, peixe ou carnes como maminha e patinho; uma porção é o suficiente. No carboidrato, se houver opção, prefira os alimentos de origem integral que são menos calóricos e mais saudáveis. Arroz, massas ou pães não precisam ficar de fora, mas devem ser consumidos com bastante cuidado. Temperos leves, pouco sal, óleo e vinagre para temperar as saladas precisam ser utilizados na medida certa. Nada de exageros.

Sobremesas são as maiores tentações, portanto, preste atenção e dê espaço para as frutas. Melancia, melão ou as que contêm mais facilidade em absorver água são boas pedidas. E por fim, sucos naturais ou simplesmente água completam a sua etapa no self service. Se der aquela vontade de comer um docinho, tudo bem, um pedacinho de chocolate ou um bombom podem ser inclusos no menu. Ninguém é de ferro e merece um agrado depois de uma jornada estressante.


Escrito por Juliana Alves de Souza da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]