Saúde Integral

Assumindo os fios brancos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Assumir os fios brancos ou viver escrava das tinturas? Toda mulher, depois de certa idade, se vê diante deste dilema. Optar pelo grisalho pode causar um grande impacto e é preciso estar decidida a radicalizar, já colorir os cabelos requer muito gasto e cuidado constante. O que fazer?

Atualmente, tomar essa decisão ficou menos difícil, já que assumir o cabelo totalmente branco está na moda e pode te tornar uma mulher estilosa e destemida. A nova tendência já foi lançada pelas passarelas como símbolo de personalidade. Na mídia, atrizes como Irene Ravache, Vera Holtz, Helen Mirren e Cássia Kiss também adotaram esse novo estilo.

A maioria das mulheres que incorporaram os fios brancos revelam que cansaram de ir ao salão de cabeleireiro de 15 em 15 dias para fazer o retoque. Mas o processo para adotar os cabelos brancos e deixá-los saudáveis também exige cuidado, pois é preciso eliminar toda tinta utilizada no cabelo ao longo dos últimos anos.

Para você que está pensando em aderir esse novo visual, há inúmeras maneiras e tonalidades para se manter bela e na moda. Abaixo, seguem algumas dicas:

Happy old coupleCabelo branco

É considerado realmente branco o cabelo que possui menos de 10% de cor. É comum que os cabelos brancos apresentem um tom amarelado e para mantê-lo saudável e com brilho é necessário utilizar constantemente um shampoo desamarelador.

Cabelo grisalho

Geralmente, os cabelos grisalhos aparecem naturalmente durante o período do surgimento dos cabelos brancos, mas algumas técnicas podem ser utilizadas para mantê-lo com essa coloração por mais tempo. Uma das possibilidades é optar pelo reflexo inverso, assim a quantidade de fios brancos é diminuída.

Cabelo cinza

Das opções citadas acima, esta é a que requer mais atenção. Para manter o cabelo cinza, é preciso cuidado constante. O tom deve combinar com a cor da sua pele e para deixá-lo uniforme, é necessário utilizar tonalizantes específicos para cabelos grisalhos.


  • Escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]