Saúde Integral

Cerveja ajuda a combater o câncer

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Reunir os amigos e se refrescar do calorão já não são mais os únicos motivos para tomar cerveja. Um estudo realizado recentemente indica que na bebida há componentes que possam auxiliar no combate ao câncer.

A pesquisa foi realizada pela Universidade de Idaho, nos Estados Unidos, e mostra que o segredo está em dois ácidos encontrados no lúpus, planta usada como ingrediente básico para a produção da bebida.

Os ácidos humulona e lúpulona, responsáveis pelo sabor amargo e pelo aroma da cerveja, são capazes de interromper o desenvolvimento de bactérias e possivelmente matar celulares cancerosas que comumente ficam agarradas nos ossos do corpo. Para os cientistas, o próximo passo é tentar extrair esses compostos para desenvolver possíveis produtos que ajudem no tratamento da doença.

De acordo com Kristopher Waynant, coordenador do projeto, a cerveja não deve ser vista como um remédio: “Acontece que muitos medicamentos são provenientes da natureza e, talvez, haja aqui mais um derivado que possa ser ativo contra o câncer e outras doenças”.

Assorted Beers in a Flight Ready for Tasting

Além de auxiliar no tratamento contra o câncer, a cerveja pode ser uma aliada em outras situações, como a fortificação dos ossos, já que contém altos níveis de silício; o consumo moderado também pode reduzir em 25% a 40% o risco de ataques cardíacos; reduz em até 40% o risco de desenvolver cálculos renais; minimiza a probabilidade de desenvolver pressão alta etc.

Mas vale ressaltar que consumir cerveja em excesso não vai te livrar de doenças. Pelo contrário, o consumo excessivo pode desenvolver graves problemas de saúde.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]