Convivendo

Cidades da Europa que merecem a sua atenção

Copenhagen tourists people on cruise boat tour on water canal in old port Nyhavn. Young multiracial couple visiting famous European destination in Europe during fall or spring.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Há pouco tempo, fazer uma viagem para a Europa era sinônimo de status e ostentação, apenas os mais ricos tinham a possibilidade de passar alguns dias no velho continente. Talvez seja esse um dos motivos para ser algo tão desejado. Hoje em dia, no entanto, com os hostels, promoções de passagens aéreas e nosso amigo cartão de crédito, viajar para a Europa já pode fazer parte da realidade de grande parte dos brasileiros.

Agora a questão é o planejamento: quantos dias, quais hotéis, atrações turísticas e, principalmente, quais cidades visitar. Se a sua intenção é sair do básico Londres, Paris e Lisboa, ou se já é sua segunda viagem à Europa, listamos abaixo algumas cidades pouco exploradas, mas que têm muito a oferecer.

Oviedo (Espanha)

A Cathedral Square of Oviedo in Spain.


No norte da Espanha, Oviedo é uma cidade bucólica de cerca de 200 mil habitantes. Capital do principado de Astúrias, tem grande influência celta e as ilhas britânicas. Cenário do filme “Vicky Cristina Barcelona”, de Woody Allen, Oviedo tem até uma estátua em homenagem ao cineasta, já que após o sucesso do filme houve um aumento de turistas na cidade. A cena do filme mais lembrada mostra também a principal atração do lugar, uma catedral medieval de estilo gótico.

Bibury, um vilarejo de Gloucestershire (Inglaterra)

Traditional Cotswold cottages in England, UK. Bibury is a village and civil parish in Gloucestershire, England.


Com menos de mil habitantes, Bibury é considerado o vilarejo mais bonito da Inglaterra. Formado por muita natureza e casas de pedra datadas do século XVII, é um bom lugar para recarregar as energias e se entregar a calmaria de uma vida rodeada de belas paisagens.

Uma boa opção para visitar esta vila é dirigir de Londres para lá pela Roman Road, ou então por uma viagem de trem que leva menos de duas horas.

Perugia (Itália)

Perugia (Umbria) panorama from Porta Sole at sunset

Não é só de Roma e Veneza que se faz uma viagem para a Itália. Próxima desta primeira cidade está a menos conhecida Perugia. Um bom refúgio para sentir o clima italiano com tudo que tem de melhor, uma gastronomia de primeira e diversas opções de vinhos para degustação; além de ser considerada a capital do chocolate. A cidade abriga também um dos maiores museus de arte sacra do mundo, já que seu nome é em homenagem a um dos mestres da arte italiana.

Biarritz (França)

Panorama of port area in Biarritz Aquitaine France

Se você gosta de surf este é seu destino. Considerada a capital do surf em toda Europa, Biarritz está localizada na costa sudoeste da França. A cidade atrai surfistas de todos os cantos do mundo e abriga diversos torneios e competições do esporte. Com temporadas turísticas de maio a junho e de setembro a outubro, a cidade tem no inverno sua temporada mais seca. Contrariando o clima, é nesta época que tem suas temperaturas mais elevadas.

Cesky Krumlov (República Tcheca)

Cesky Kromlov, Czech Republic. Image of Cesky Krumov and Krumlov Castle.


A cidade medieval Cesky Krumlov é registrada na UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Localizada a 190 km de Praga, a capital do país conta com mais de 300 edifícios históricos. Para os interessados em cultura, a viagem também é uma boa pedida. Cesky Krumlov recebe vários festivais de música e teatro ao longo do ano; além de ter inúmeras galerias e lojas especializadas. Visitas noturnas atraem os mais corajosos que podem saber das lendas de bruxas, fantasmas e dos alquimistas que habitavam a cidade.

Leipzig (Alemanha)

High dynamic range HDR Thomaskirche St Thomas Church in Leipzig Germany where Johann Sebastian Bach worked as a Kapellmeister and the current location of his remains


Berço de Johan Sebastian Bach, Richard Wagner e Robert Schumann, Leipzig é um ótimo destino para amantes da música clássica. Nela acontece anualmente o Bach Festival, para celebrar a obra de um de seus filhos mais influentes. A cidade também abriga um dos cafés mais antigos da Europa, o Zum Arabischen Coffe Baum. Ponto de visita inadiável durante a viagem, conta com o museu do café no terceiro andar. Se ainda não foi o suficiente para despertar a vontade de visitar Leipzig, acrescento que a cidade também abriga um festival internacional de balonismo.


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]