Convivendo

Cinco filmes e séries com mulheres inspiradoras

Existem muitos filmes e séries às quais assisti com mulheres fortes e inspiradoras, todavia, após filtrar e escolher quais postar aqui, selecionei os cinco que mais me chamaram a atenção, e você já vai entender o porquê.

É bom lembrar que, apesar de alguns filmes e séries serem baseados em fatos reais e contos biográficos, muita coisa pode ter sido alterada e romantizada, afinal, estamos falando de superproduções, com o foco comercial mesmo. O mais importante é saber extrair o ponto central das mensagens que cada enredo pretende passar. Vamos lá?

Maria Magdalena

A série tem como foco contar a história de Maria Madalena, de uma forma nunca vista antes e que faz mais sentido do que qualquer outra filmografia. A apóstola dos apóstolos, Maria Madalena desafiou uma sociedade opressora e se tornou uma das devotadas seguidoras de Jesus. Nessa série nós podemos ver a presença de um Jesus muito amoroso e humano, uma das melhores encenações de Cristo, em minha opinião. Vale muito a pena conferir.

Você também pode gostar

Maudie: Sua Vida E Sua Arte

Um filme de muita sensibilidade e inspiração. Maud Lewis sofre de artrite reumatoide e com o preconceito das pessoas que a tomam por incapaz. O desejo de expressar seu dom artístico a fará deixar a família para trás. Maudie conta a história luminosa do sucesso e reconhecimento de uma artista popular a despeito da dor e do preconceito.

A Vida e a História de Madam C. J. Walker

Assisti à série inteira em uma tarde de domingo. Não tem como ver apenas um episódio e deixar para continuar depois. A série conta a história inspiradora de uma mulher negra americana que luta contra a pobreza, o racismo e preconceito para se tornar uma empresária de muito sucesso. Aqui nós vivenciamos um mix de emoções juntamente com a personagem.

Mulher negra de cabelos presos, usando um terno verde com flores rosas.
Divulgação / Netflix

Coisa Mais Linda

Uma série brasileira que se passa no trecho que eu mais conheço. A paulistana Malu se muda para o Rio de Janeiro com o marido para abrir um restaurante. Porém, ele rouba todo o seu dinheiro e foge. Ao conhecer a cantora Adélia e a escritora Thereza, a jovem abre um clube noturno de bossa nova.

A livraria

Uma história sobre recomeços e também sobre preconceito. Uma viúva decide reconstruir sua vida e, para isso, resolve abrir uma livraria, apesar da oposição da população do vilarejo onde vive, na Inglaterra, em 1950.

Ambos filmes e séries são emocionantes. Todos tratam sobre histórias de mulheres fortes que sofreram na pele o forte preconceito e o machismo, mas que fizeram história. Alguns são baseados em fatos reais e outros histórias, mas todos são feitos para inspirar meninas e mulheres, assim como também conscientizar meninos e homens.

Capa do filme "A Livraria".
Divulgação / Netflix

Além das tramas descritas acima, também gosto e recomendo muito estes:

● Estrelas Além do Tempo

● O Gambito da Rainha

● Joy: O Nome do Sucesso

● Girlboss

● Histórias Cruzadas

● Livre

● O Sorriso de Monalisa

● Orgulho e Preconceito

● Mulheres do Século 20

● As Sufragistas

E você, acha que mais algum filme e série deveria entrar na lista? Me conta nos comentários.

Sobre o autor

Giselli Duarte

Eu sempre fui uma pessoa curiosa. Já me aventurei em diversas áreas, desde uma carreira corporativa até um curso de DJ. Sempre gostei de aprender, independentemente de o curso estar relacionado ao meu mercado de trabalho ou não. Afinal, é assim que os melhores insights são gerados, não é mesmo?

Sempre tive uma veia empreendedora, graças aos meus pais. Iniciei no mercado de trabalho como jovem aprendiz aos 14 anos e nunca mais parei de aprender e trabalhar. A partir dos 18 anos, comecei a empreender de fato, legalizando meu primeiro negócio com um CNPJ, e desde sempre trabalhei em projetos empreendedores, sejam eles tradicionais ou com uma intenção em virar uma startup, em paralelo ao meu emprego ou a trabalhos em forma de projetos.

Sempre trabalhei arduamente e nunca hesitei em colocar a mão na massa, além de desenvolver estratégias. Na verdade, foi exatamente por isso que gradualmente direcionei meu foco para a saúde mental e para compartilhar esse conhecimento com as pessoas. Já enfrentei o burnout duas vezes e, a partir da primeira experiência, busquei tratamentos complementares, como o Yoga e a meditação, aliados à medicina tradicional.

Essa busca pelo autoconhecimento me levou a uma formação em Hatha Yoga. Essa experiência não apenas aprimorou minha compreensão sobre equilíbrio e bem-estar, mas também me permitiu explorar terapias naturais, culminando em uma especialização em outras terapias.

Atualmente, como professora de meditação e podcaster no Insight Timer e Aura Health, encontrei plataformas para compartilhar técnicas que promovem paz interior e equilíbrio diante das demandas diárias.

O ápice de minha jornada foi a publicação do livro "No Caminho do Autoconhecimento", onde compartilho insights e aprendizados acumulados ao longo do caminho. Além disso, contribuí como co-autora em antologias poéticas.

Minha missão é inspirar outros a trilharem o caminho do autoconhecimento e crescimento pessoal, fornecendo as ferramentas necessárias para uma vida mais plena e significativa.

Contato:

Email: giselli.du@outlook.com
Site: giselliduarte.com
Site do livro: href="https://loja.uiclap.com/titulo/ua32943/">Loja Uiclap/No Caminho do Autoconhecimento
Facebook:: @giselli.d
Instagram: @giselliduarte_
Twitter: @gisellidu
Linkedin: Giselli Duarte
Spotify: No Caminho do Autoconhecimento
YouTube:: No Caminho do Autoconhecimento