Convivendo Saúde Integral

Cinetose: entenda por que você tem enjoo em transportes

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Provavelmente alguma vez você já se sentiu, ou presenciou alguém que tenha se sentido enjoado durante uma viagem de carro, avião ou navio. Mas você sabe o porquê de isso acontecer? Em primeiro lugar o nome deste tipo de enjoo é cinetose e ele acontece simplesmente porque o seu cérebro se sente enganado e não consegue distinguir se você está parado ou em movimento.

Se pensarmos bem, o ser humano é o único animal que costuma se locomover sem precisar se movimentar

Frequentemente fazemos uso de transporte para agilizar nosso deslocamento. Ao olharmos pela janela, percebemos que estamos nos movimentando, mas nosso corpo está em pleno repouso. Isso parece confuso para qualquer um, não? Pois para o nosso cérebro também.

Temos três sistemas diferentes que enviam mensagens para o nosso cérebro e quando eles entram em conflito é normal nos sentirmos enjoados e com mal-estar. O primeiro deles é a nossa visão, o segundo é a propriocepção, que nada mais é que a capacidade de “enxergarmos” mesmo de olhos fechados (o fato de conseguirmos tocar nosso nariz de olhos fechados, por exemplo, é advindo deste sistema. É a forma de termos consciência de nosso próprio corpo sem precisarmos enxergá-lo), e o terceiro é o ouvido interno, que com os líquidos do labirinto também passa importantes mensagens ao nosso cérebro.

Quando nos movimentamos parados, ou seja, com a ajuda de algum meio de transporte, o nosso cérebro recebe mensagens conflituosas destes sistemas e, sem conseguir interpretá-las corretamente, nos presenteia com um belo mal-estar. Alguns fatores como o sexo feminino, ansiedade, gravidez e labirintite podem aumentar este desconforto, mas todas as pessoas estão sujeitas a ter que lidar com eles, independentemente de em qual grau.

É por este motivo também que frequentemente nos sentimos enjoados quando tentamos ler em algum transporte em movimento. Para evitar este mal o ideal é que façamos nossa visão ver que estamos em movimento, então sempre olhe para o horizonte e nunca para um ponto parado dentro do transporte. É sabido também que, com a repetição, nosso corpo se acostuma e tendemos a ficar menos enjoados, então relaxe e aproveite a viagem!


Texto escrito por Roberta Lopes da Silva da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]