Acupuntura Saúde Integral

Como a acupuntura pode te ajudar na amamentação?

Close-up portrait of sweet newborn baby breastfeeding. Young mother holding her baby on her arms feeding. Happy motherhood concept, indoors shot
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, é recomendado que os bebês recebam exclusivamente o leite materno até os seis meses de idade, sendo este o combustível principal para a alimentação, crescimento saudável e desenvolvimento dos recém-nascidos. Por outro lado, tem um grande problema que assombra as mamães: a produção insuficiente de leite ou, no pior dos casos, o leite secar completamente.

São diversas causas que podem desencadear a retração do leite materno que vão desde fissuras, dificuldade de produção ou descida do leite, mastites e até mesmo fatores emocionais. Mas, como complemento aos inúmeros tratamentos convencionais, a acupuntura surge como uma alternativa eficaz, devido ao seu poder terapêutico e os benefícios que propicia à saúde.

O que é acupuntura?

Prática originada da medicina oriental, a acupuntura é um tratamento terapêutico realizado por meio de agulhas bem finas que, ao serem espetadas na pele, estimulam pontos do corpo ligados ao sistema nervoso. Entre os seus benefícios, podemos destacar o alívio de dores externas, relaxamento dos músculos, redução de ansiedade, estímulo de produção do leite materno etc.

Além disso, um estudo realizado pela Sociedade de Medicina Materno-Fetal de Chicago (EUA) revelou que a acupuntura pode reduzir os sintomas de depressão durante a gravidez, além de ajudar a diminuir a azia e o inchaço na gestação.

Acupuntura e o leite materno

O leite materno pode ser incentivado com o estímulo da hipófise, responsável por liberar na corrente sanguínea hormônios que estão ligados à produção e liberação de leite. De acordo com especialistas, os resultados podem ser observados ainda na primeira sessão de acupuntura. Muitas pacientes se surpreendem ao verificar que as mamas começam a se encher de leite quase que instantaneamente.

amamentação

Karin Fromm, fisioterapeuta e psicoterapeuta, conta que seu leite secou completamente e então optou pela acupuntura. Ela ressalta sua experiência: “As agulhas são colocadas no corpo inteiro, da cabeça aos pés. Pelo que entendi, não há um ponto específico no corpo que estimule a produção de leite. Mas o que a acupuntura faz é equilibrar meus meridianos, o leite vem como consequência do processo. Ainda durante a sessão, comecei a sentir o peito encher, aquela dorzinha boa, que dá vontade de sair correndo para encontrar o seu bebê. Fiz três sessões apenas. Na primeira, dói um pouco. Na verdade, eu não costumo sentir dor na acupuntura, mas na ocasião eu estava muito sensível e emotiva, cheguei a chorar nas sessões. Mas agora estou bem melhor, me sinto mais relaxada, fazendo manutenção a cada 15 dias (…) Posso dizer que tudo ajudou. Ainda continuo com todos os suplementos, mas a acupuntura realmente fez toda diferença. Seus efeitos foram rápidos e muito consistentes. Entendi que, para amamentar, temos que estar equilibradas, pois é algo que, além da vontade, depende de muitos fatores: nutricionais, hormonais e, principalmente, emocionais.”


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br