Alimentação consciente Nutrição Receitas

Como fazer ovo de páscoa saudável

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Páscoa é tempo de renovação. Para os cristãos, é a data de celebração da ressurreição de Jesus, a mais antiga e importante festa cristã (junto com o Natal). Para a maioria das pessoas, é dia de comemorar com um almoço em família e fazer a tradicional caça aos ovos de chocolate.

Para o comércio, é uma excelente oportunidade de realizar campanhas e promoções, trazendo para o público os mais diversos tipos de ovos e outras iguarias feitas com chocolate. Com tanta variedade e quantidade, do mais convencional ao gourmet, não dá para evitar querer experimentar um de cada, não é? Tem para todos os gostos.

Mas como lidar com a culpa de comer uma delícia dessas, mas que é uma bomba de açúcar e de gorduras prejudiciais à saúde? É por isso que cada vez mais podemos encontrar opções de ovos de chocolate feitos com ingredientes naturais, orgânicos, sem conservantes e até funcionais. E existem também alternativas para quem tem alguma restrição alimentar. Nesta matéria, vamos trazer algumas receitas para você aprender a fazer ovo de Páscoa de maneira saudável e experimentar sem remorso.

Mas antes um pouquinho de história: você sabe como foi que o coelho e o ovo se tornaram símbolos da Páscoa e como chegamos aos ovos de chocolate atualmente?

Mãos de adultos e de uma criança segurando em cada uma ovos pintados e coloridos representando a páscoa. Sobre a mesa, um cesto de vime com muitos ovos coloridos, dois suportes com ovos pintados, uma caneca, pinceis e tintas guaches.

A simbologia do coelho e do ovo

A Páscoa tem sua origem na festa judaica do Pessach (que, em hebraico, significa “passagem”). É uma analogia ao episódio em que os judeus se libertam da escravidão e saem do Egito, chegando à terra prometida, liderados por Moisés.

A data não é celebrada da mesma forma em alguns países, mas a simbologia mais conhecida remete ao coelho e ao ovo. Segundo Maria ngela de Almeida, teóloga da PUC-SP, o coelho era um símbolo de fertilidade desde o Antigo Egito, graças a sua fabulosa capacidade de procriação. Essa pode ser uma das simbologias do coelho nas comemorações atuais da Páscoa, já que a data marca a celebração da vida nova. A teóloga também explica que a imagem do coelho tem uma relação com o Pessach, oriundo de ritos tribais, que tinham a finalidade de celebrar a paz entre os povos. Durante esses ritos, o cordeiro era repartido entre os chefes, para oficializar as alianças entre as tribos. Nesse contexto, o coelho seria um substituto do cordeiro.

Você também pode gostar

Ainda segundo Maria ngela, o ovo é usado como símbolo do povo de Israel durante a festa judaica. Por ser um alimento que não perde a forma depois de cozido, representa a identidade e a unidade deste povo. Essa simbologia foi adaptada pelo cristianismo para relembrar o renascimento. Trata-se de uma tradição muito antiga, surgida antes mesmo de Cristo, e que tem suas origens na Europa. Era comum a troca de ovos no equinócio de 21 de março, em celebração ao início da primavera. Quando a Páscoa cristã passou a ser celebrada, a troca de ovos durante a Semana Santa se tornou uma tradição. Nessa época, porém, ainda trocava-se ovos de galinha decorados. Esse costume dos ovos de chocolate se iniciou na França, quando confeiteiros franceses passaram a rechear os ovos com chocolate.

Dezoito ovos de páscoa pintados de formas e cores diferentes. Eles são alegres e estão dispostos sobre uma mesa de madeira marrom escura.

De lá pra cá

Os ovos de Páscoa já são uma tradição certa aqui no Brasil. É muito comum presentearmos amigos e parentes com ovos de chocolate. As crianças, em especial, adoram esse presente (ainda mais porque, para elas, o comércio reserva uma infinidade de brindes e brinquedos). Sem falar que o chocolate é um doce amado pela maioria das pessoas.

Só que nem todo mundo pode comer chocolate, em decorrência de alguma restrição alimentar – como intolerância a lactose e diabetes. Sem falar no pessoal fitness, que quer manter a forma. Por essa razão, nos últimos tempos tem surgido uma boa quantidade de alternativas ao tradicional doce, aproveitando o melhor do cacau (que é riquíssimo em nutrientes como ferro e flavonóides, substâncias com propriedades antioxidantes que oferecem inúmeros benefícios a nossa saúde).

Hoje em dia, o que não falta são opções para comer chocolate sem culpa, em especial nesta Páscoa. As lojas já passaram a incluir todo tipo de ovo – diet, fitness, funcional, sem glúten e sem lactose, entre outros. Mas se você é daquelas pessoas que adoram se aventurar na gastronomia, aprecie as receitas que separamos aqui e aprenda a fazer ovo de Páscoa saudável e do seu jeito. Dá até para presentear aquela pessoa especial. Então mãos à obra e capriche!

Vaso de porcelana branco com tulipas rosas. Ao lado alguns ovos de páscoas feitos de pano e um porta retrato branco. Ao fundo um varão feito de barbante e neles estão pendurados alguns ovos de páscoa feitos de feltro. São alegres e coloridos.

Para quem é fitness – retirado do blog “Fitness Style”

Ovo de Páscoa de whey protein

Ingredientes:

1/2 xícara de leite em pó desnatado;

2 scoops de whey protein sabor chocolate;

1/2 xícara de adoçante em pó para forno;

2 colheres de chocolate em pó diet;

2 barras de chocolate 70% cacau;

1 e 1/2 xícara de chá de água;

1 colher de café de óleo de coco;

1 pacote de pudim zero sabor chocolate;

1 fôrma de ovo de Páscoa de PVC.

Modo de preparo:

Em banho-maria, derreta as barras de chocolate. Pegue a fôrma de ovo de Páscoa e pincele o chocolate derretido até que vire uma casquinha. Coloque a fôrma dentro do congelador e deixe ficar duro.

Numa panela, adicione a água, os scoops de whey protein e o pacotinho de pudim. Mexa todos os ingredientes até que fiquem cremosos. Desligue o fogo e deixe esfriar.

Quando o creme estiver frio, acrescente meia xícara de leite em pó desnatado, o adoçante em pó e uma colher de café de óleo de coco. Bata bem todos os ingredientes e ligue o fogo novamente. Misture bem até que vire um brigadeiro.

Assim que o creme estiver finalizado, espere esfriar e coloque-o dentro da fôrma que está no congelador. Deixe o seu ovo de whey protein ficar geladinho.

Vários formatos de ovos de páscoa de chocolate feitos para pessoas diabéticas.

Para diabéticos – retirado do site “Tua Saúde”

Ovo de Páscoa diet com aveia

A aveia é um excelente alimento para ajudar a controlar a insulina, o que torna esse ovo também funcional para quem sofre com esta doença.

Ingredientes:

500g barra de chocolate diet (de preferência meio amargo);

100g de proteína de soja texturizada torrada;

50g de amêndoas torradas;

4 colheres de aveia;

100g de gomos de tangerina já banhada em chocolate diet.

Modo de preparo:

Derreta a barra de chocolate em banho-maria e mexa com uma colher de pau até que fique uniforme. Espalhe o chocolate derretido na bancada da cozinha, de preferência na pedra mármore, e esfrie o chocolate, mexendo sempre com uma espátula. Quando o chocolate estiver a 36°C, coloque numa vasilha e junte a proteína de soja, as amêndoas torradas e a aveia até que fique tudo uniforme.

Coloque uma fina camada desse chocolate numa fôrma própria para ovos de Páscoa e leve à geladeira por 5 horas. Depois, retire da geladeira e acrescente mais uma outra camada de chocolate e volte a colocar na geladeira. Repita esse procedimento mais 2 vezes. Quando o ovo de Páscoa estiver bem seco, retire da forma com cuidado para não quebrar, coloque os gomos de tangerina dentro, envolva com um papel celofane colorido e amarre com uma fita.

Dica: para que o ovo não cole na fôrma, forre-a com papel-manteiga.

Muitos ovos de páscoa de chocolate. Alguns estão inteiros e outros cortados ao meio e recheados com muito confete colorido e bombons. Ao fundo temos um ovo de páscoa grande embrulhado com um laço de fita na cor roxa.

Para intolerantes ao glúten e à lactose: receita da cozinheira Lúcia Guimarães, publicada no portal de notícias “Bonde”.

Esta receita também é diet e vegana. Para quem é alérgico a amêndoas, opte por outra fruta para decorar. Atenção: a amêndoa não contém glúten, mas é preciso ter cuidado devido à contaminação cruzada, causada por ingredientes alergênicos. Se você não quiser consumir derivados de soja, substitua por um chocolate sem glúten, sem lactose e sem soja. Há várias opções disponíveis em lojas veganas.

Ingredientes do ovo:

300g de chocolate sem lactose (chocolate à base de soja diet);

1 fôrma de silicone de 300g.

Ingredientes do recheio (ganache):

200g de chocolate sem lactose;

1 caixinha de creme de leite vegetal;

1 colher de sopa de óleo de coco;

300g de morangos ou uvas verdes;

Amêndoas para finalizar.

Modo de preparo:

Derreta os 200g de chocolate em banho-maria, junte o creme vegetal, o óleo de coco e reserve (essa mistura, o ganache, será o recheio do ovo).

Corte 300g de chocolate em pedaços pequenos e derreta em banho maria ou micro-ondas. Preencha e espalhe na fôrma o chocolate, sem deixar a camada muito grossa. Leve à geladeira por 5 minutos e repita esse processo mais três vezes. Desenforme, recheie o ovo com o ganache, cubra com morangos e finalize com as amêndoas (ou outra fruta de sua preferência).

Viu como fazer ovo de Páscoa não é tão difícil e ainda pode ser prazeroso? Com as nossas dicas, você terá a oportunidade de oferecer o melhor para a sua saúde e de quem você ama!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]