Espiritualidade

Qual é o verdadeiro significado da Páscoa e como ela deve ser comemorada?

Uma mãe e sua filha usando orelhas de coelho pintando ovos de Páscoa.
choreograph / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A Páscoa, em 2021, será dia 4 de abril, mas você já reparou que esse evento nunca tem uma data certa para ocorrer? Isso acontece porque a Páscoa deve acontecer no primeiro domingo depois da primeira Lua Cheia que sucede o equinócio da primavera no Hemisfério Norte. Esses fenômenos astronômicos, porém, não coincidem com o calendário que utilizamos.

Apesar disso, nem todas as práticas religiosas adotam esse mesmo sistema para descobrir a data em que a Páscoa acontecerá. Para os judaicos, por exemplo, esse evento é comemorado a partir do calendário bíblico lunar. Ainda que haja uma tentativa de sincronizar as datas de inúmeros calendários de acordo com cada religião, não é possível, por enquanto, encontrar um dia exato para a Páscoa.

No entanto a data da Páscoa não é tão importante quanto tudo o que ela representa e simboliza. Muitas pessoas acreditam que ela se trata apenas de um momento no qual podemos trocar ovos de chocolate, enfeitar a casa com coelhinhos e reproduzir pegadas desses animais com farinha, para animar as crianças. Será que é só isso?

Se você quer que a sua comemoração da Páscoa seja mais tradicional e resgate a tradição que existe por trás desse evento tão importante, continue lendo! A seguir, você vai aprender mais sobre a origem dessa festa, os símbolos que ela apresenta, como o espiritismo a interpreta e, claro, qual é o verdadeiro significado da celebração!

Vamos entender um pouco da história da Páscoa

A Páscoa é uma festa que teve origem com o povo judaico, mas que já foi reinterpretada com o cristianismo e até com religiões pagãs. Para que não haja confusões entre os significados para cada crença, confira cada uma das histórias atentamente!

Ovos de chocolate da Páscoa com o fundo azul.
Giftpundits.com / Pexels

A história da Páscoa Judaica relaciona-se com a libertação dos hebreus que haviam sido escravizados no Egito, então a festa costuma acontecer no início da primavera no Hemisfério Norte e faz menção a um importante evento bíblico. Com o significado de “passagem”, nesse caso, a Páscoa refere-se ao momento em que o anjo da morte percorreu o Egito conforme a décima praga era executada.

Para a Páscoa Cristã, a origem dessa celebração é a crucificação, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Dessa maneira, esse evento é entendido como uma maneira de celebrar e reconhecer o sacrifício que o filho de Deus fez por todos nós, enaltecendo a ressurreição dessa figura.

Por fim, a associação pagã à Páscoa se dá por meio da deusa Ostara, também chamada de Eostern. No mesmo período em que judeus e cristãos celebravam a festa, os pagãos realizavam homenagens para essa figura divina. Dessa forma, quando esses povos foram cristianizados, o significado da comemoração foi apenas adaptado.

Vários tipos de ovos de Páscoa.
TimGouw / Pexels

Para conhecer detalhes da história da Páscoa, aprofunde-se nesse tema com o seguinte artigo: “Qual é a verdadeira história da Páscoa?”

E os símbolos da Páscoa, o que eles significam?

Os símbolos da Páscoa são elementos fundamentais para a celebração dessa festa. Entretanto nem todas as pessoas sabem quais são os significados que podemos atribuir a eles. Para acabar com essa dúvida, confira os tópicos a seguir!

1) Ovos de Páscoa

Mesmo sem uma relação com as histórias da Páscoa que apresentamos anteriormente, os ovos de Páscoa são símbolos de fertilidade. Eles são o desejo de uma nova vida, de que um novo ciclo se inicie, deixando para trás as dificuldades do ano anterior.

Uma cesta com ovos de Páscoa em um jardim.
anncapictures / Pixabay

2) Coelho de Páscoa

Assim como os ovos de Páscoa, o coelho não tem relação com o significado original da festividade. Apesar disso, ele também é um símbolo de fertilidade, já que esse animal consegue se reproduzir facilmente e sempre gera muitos filhotes.

3) Cordeiro

O cordeiro está relacionado à Páscoa Judaica, porque, nessa celebração, Moisés sacrificou esse animal para agradecer a Deus a libertação dos hebreus da escravidão. Porém a figura do cordeiro também pode ser interpretada como o sacrifício que Jesus fez por todas as pessoas, seguindo o significado cristão da Páscoa.

4) Colomba Pascal

A Colomba Pascal é um pão doce que geralmente tem o formato de uma pomba. Esse alimento representa, segundo a tradição, a paz de Cristo e a presença do Espírito Santo, sendo uma maneira de atrair mais prosperidade e luz para uma família.

Três tipos de pão doce em cima da toalha branca.
Streetwindy / Pexels

5) Pão e vinho

O pão e o vinho simbolizam o corpo e o sangue de Jesus Cristo, fazendo referência aos acontecimentos da Última Ceia. Jesus repartiu um só pão com seus 12 apóstolos e transformou a água em vinho como forma de representar o próprio sangue.

A Páscoa para o espiritismo

Além da Páscoa Cristã, da Páscoa Judaica e da Páscoa que foi adaptada do paganismo, há também a Páscoa para o espiritismo. O que será que existe de diferente nessa outra celebração? Por que ela não se encaixa na Páscoa Cristã? Desvende esse mistério!

Em primeiro lugar, devemos lembrar que a Páscoa não é comemorada no espiritismo. Isso acontece porque o sentido dessa celebração, de acordo com o cristianismo, é a celebração da ressurreição de Jesus Cristo.

Imagem em preto e branco de um homem segurando uma bíblia enquanto reza.
TimaMiroshnichenko / Pexels

No entanto, para o espiritismo, não há a possibilidade de um espírito voltar para o corpo do qual desencarnou. Ou seja, a ressurreição de Jesus não teria ocorrido como é pregada pelo cristianismo. Sendo assim, não há motivo para celebrar a Páscoa.

Afinal, qual é o verdadeiro significado da Páscoa?

Como observamos anteriormente, existem muitas maneiras de interpretar e de celebrar a Páscoa. Independentemente de qual seja a sua crença ou a sua maneira de ver o mundo, essa festa pode ser entendida como um momento de renovação e de agradecimento.

Portanto, se você deseja celebrar a Páscoa, use esse período para se preparar para uma nova etapa na sua vida, para transformar seus pensamentos e para buscar mais luz na sua rotina. Aproveite essa celebração para agradecer também por todos os aprendizados que o último ciclo trouxe. Receba as melhores vibrações!

A Páscoa é uma festa de data móvel que transcende a religião e a própria origem. Na época dela, encontramos símbolos como ovos de chocolate e coelhos, que, ainda que não se relacionem com a ressurreição de Jesus, com a libertação dos hebreus ou com a deusa Ostara, estão no imaginário de todos nós. Sendo assim, comemore a Páscoa do seu jeito!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br