Autoconhecimento

Conheça o documentário: InnSaei – O poder da Intuição

Rosto de uma mulher se fundindo com o céu e o sol
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Alguma vez você já sentiu que não deveria ir a algum lugar ou que deveria falar com uma pessoa mesmo sem motivo aparente? Se você experienciou essa sensação e foi questionada(o) sobre ela, deve ter respondido “é só uma intuição”. Embora essa palavra seja usada por muitas pessoas, nem todas elas sabem do que “intuição” se trata.

“Intuição” vem do termo em latim “intueri”, significa “contemplar”, “considerar” ou “ver interiormente”. Em outras palavras, a intuição de uma pessoa é o processo de observação e de análise que ela realiza para chegar a uma conclusão. É uma forma de conhecimento que se baseia na individualidade de cada pessoa e, por isso, nem sempre é precisa.

O documentário “Innsæi – O Poder da Intuição”, dirigido por Hrund Gunnsteinsdottir e Kristín Ólafsdóttir, investiga como as pessoas usam a própria intuição para lidar com o mundo. “Innsæi”, palavra que dá nome ao documentário, é uma palavra islandesa que pode significar “mar de dentro” ou “explorar o interior”, assim como a intuição.

A primeira pergunta que o documentário levanta é: “Agimos com as nossas cabeças e não com nossas emoções?”. Ao deparar essa questão, pense um pouco sobre a resposta. Como você age perante o mundo? Coloca os seus sentimentos e as suas vontades à frente ou considera os pontos positivos e os pontos negativos de alguma coisa? Você já se perguntou como a forma como você age influencia a sua vida?

Mulher segurando projeção do coração e cérebro

Em muitos casos, acreditamos que agir de forma racional é a garantia de que nada dará errado, pelo fato de que a razão é um conhecimento exato e preciso. Quando nos conduzimos por esse pensamento e ele não nos ajuda, no entanto, “Innsæi” sugere que voltemos um passo e olhemos para dentro de quem somos, buscando o que nossa intuição tenta nos dizer.

Outra questão que o documentário levanta sobre a intuição é o quão confiável ela é. Para isso, devemos considerar o que leva uma forma de pensamento a ser confiável. Em geral, é a capacidade de ela ser precisa e exata, o que nem sempre acontece com a intuição. O primeiro pensamento que você tem sobre uma pessoa, por exemplo, por mais que seja sua intuição agindo, não necessariamente será condizente com quem ela é realmente.

Apesar disso, para estimular a sua criatividade, para tomar grandes decisões, para se envolver com outras pessoas ou até para fazer uma compra, uma pessoa sempre precisará que a própria intuição predomine sobre a razão. O documentário explica que a intuição é como um pensamento livre, baseado em experiências e em um conhecimento que foi acumulado ao longo da vida.

Homem andando em uma estrada

Para as pessoas que desejam estimular a intuição, “Innsæi” explica como esse processo pode acontecer. O segredo é exercitar a inteligência sensorial que temos, usando os cinco sentidos principais (audição, visão, paladar, olfato e tato) para sentir o mundo que nos cerca e assim tirar conclusões sobre ele.

Você também pode gostar

Um exemplo disso é quando você tem a intuição de que um cachorro é perigoso porque ele está rosnando para você. Ou então quando você deduz que uma pessoa não conseguirá desviar de você antes que se trombem, por observar que ela está usando o celular. Pense em todas as ações que você toma sendo conduzida(o) essencialmente pela sua intuição e pelos seus sentidos.

Para Marina Abramovic, artista performática que integra o corpo de entrevistados do documentário, exercitar a intuição depende de controlar a respiração. É a partir de inspirações lentas que uma pessoa se torna capaz de se conectar com o mundo e com as pessoas ao seu redor. A artista ainda alerta que, ao praticar a sua intuição, você deve se preparar para falhar. Nem sempre a sua intuição dará certo, mas é importante continuar exercitando-a.

Mulher com os olhos fechados

Ao final de “Innsæi”, ainda é possível aprender sobre iniciativas mundiais de exercício da intuição. O documentário aponta esse estímulo como uma necessidade, para que sejamos capazes de pensar e agir com o coração, adotando comportamentos mais respeitosos, compreensivos, atentos e em harmonia com o cenário no qual estamos inseridos. Assista a “Innsæi – O Poder da Intuição” para entender como os seus sentimentos podem mudar a sua percepção sobre a realidade!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]