Autoconhecimento

Pare para sentir!

Mulher segurando uma flor na mão
ORNELLA BINNI/Unsplash
Vanessa Milis
Escrito por Vanessa Milis

Faz um tempo que não publico nada por aqui. Prepare-se porque minha inspiração voltou. Voltei a sentir.

Sabe, eu cheguei ao ponto de não acreditar mais em nada. Fiquei tão perdida que tudo ficou sem sentido, sem graça, sem vida.

E sabe o que é mais interessante? Foi no auge do meu trabalho, no topo, como se diz na minha área.

A gente geralmente acha – eu, pelo menos, defendia essa visão – que vida sem sentido é coisa de “gente desocupada”. Eu estava tão errada…

Como sempre, julgamos mais com nossas defesas do que com nossas convicções mais profundas. Julgamos com a mente porque estamos desconectados do sentir. E quando não sentimos com profundidade, processamos racional e friamente, achando que estamos “no comando”. Ah! Quanto engano!

A mente racional é maravilhosa, mas pode ser facilmente enganada por programações subconscientes deturpadas, por feridas do passado nem sempre tão distante, por experiências frustradas, pelo medo de se ferir novamente, de quebrar padrões sociais, de decepcionar quem acredita na gente, e por tantos outros motivos.

Mulher debruçada sobre uma mesa, de olhos fechados.
Valeria Ushakova / Pexels

Contamos estorinhas e mais estorinhas para nós mesmos todos os dias, evitando parar e sentir de verdade.

Achamos que essa coisa de “coloca a mão no peito e respira, ouve seu coração” é besteira, historinha pra boi dormir.

Daí arrumamos gurus que nos dizem para andar somente com gente bem-sucedida, inteligente e produtiva. Ok. Gosto de boas companhias. Só que às vezes essas pessoas são robôs que também estão desconectados de si. Só que encontraram um “propósito de caixinha” que deu a elas um modelo de sucesso a seguir. Algumas de fato se dizem felizes. Só que à noite vem a verdade. Ao colocar a cabeça no travesseiro a mente deveria silenciar e a genuína gratidão deveria nos dar paz para dormir.

Só que na maioria das vezes, com a maioria dos “bem-sucedidos” não é assim. A mente cobra. Nunca foi feito o suficiente. A gente acha que poderia ter feito mais, sido mais produtivo, tido resultados melhores. Então alguns dropam uma pílula para dormir. Só assim conseguem desligar.

Viraram reféns de um modelo de sucesso comprado na prateleira. Compraram a ideia de “quebrar regras” mas nunca foram tão bois. Seguem a manada dos pseudo bem-sucedidos, que gastam muito tempo e dinheiro para mostrar ao mundo “olha como eu sou foda”. Que vida triste!

No Instagram postam as vitaminas que tomam. Tão sintéticas quanto o seu senso de sentido. Alguns, nos bastidores, esticam sua carteirinha de cocaína para manter a mente alerta. Outros optam por drogas de farmácia. Intoxicam corpo, mente, congelam ou deturpam emoções e engrossam a possibilidade de uma relação espiritual com o universo. Impossível ser verdadeiramente espiritual com drogas circulando no seu corpo. O que acontece é a ilusão de uma viagem ou percepção elevada. A realidade é que seu cérebro é profundamente engessado, deixa de produzir naturalmente enzimas e por conta do enrijecimento de glândulas como amígdala, hipófise, pineal e outras.

Ah pineal… se soubessem o seu poder de nos conectar com o “mundo superior” não tomarmos nenhum remédio sequer. Nem nos entupiríamos de porcarias como bebidas e comidas inadequadas ou em excesso.

Por isso é importante consultar a si mesmo através do sentir. Mesmo que no começo doa.

Homem olhando para montanhas a sua frente
Tim Marshall/Unsplash

Se consultar seus sentidos dói, é porque algo precisa ser ressignificado, modificado e resolvido. Às vezes é seu estilo de vida. Às vezes situações do passado. Às vezes falta de perspectiva de futuro. Ou até mesmo excesso de futuro. Às vezes seus hábitos. Às vezes tudo isso.

O importante é sentir, decidir e agir. Esteja bem assessorado para dar conta disso. Cada caso é um caso e exige assessorias distintas. Às vezes de um coach que não seja desses que vendem sucesso de caixinha, às vezes um terapeuta, às vezes psiquiatra, às vezes nutricionista, às vezes um guia espiritual sério (por favor) ou às vezes uma grande força-tarefa de todos eles.

Depende do tamanho da bagunça que você permitiu que se instalasse na sua vida como um vírus que esculhamba o seu computador e deleta arquivos de sistema. Às vezes é preciso restaurar.

A excelente notícia é que O Grande Técnico do Universo tem o backup. Só é preciso resetar e reinstalar. Com calma e sem pular etapas. Afinal de contas, já sabemos que atalhos não são o melhor caminho. Só causam mais bagunça.

Você também pode gostar

Estou nessa jornada de “restauração do sistema” ou reconstrução de vida. Como não é a minha primeira vez – já fiz bagunças maiores em outros tempos –, conheço e aprimorei o caminho. Se quiser o acesso, escreva para mim. Se quiser fazer suas próprias descobertas, ok. Cada um no seu momento e capacidade. Só não adie mais. Reconecte-se, sinta e se mova. Como dizem os ditados “se faz sentir, faz sentido”, ou “onde há fumaça, há fogo”.

Conduza sua vida! Esse é o propósito dos propósitos.

Sobre o autor

Vanessa Milis

Vanessa Milis

Desde 2010, quando fundei o Instituto Realize, atendo organizações, como Imex, Seventh, SC Gás, Nith Treinamentos, Titia Avó Maria Coxinha, Renaux View, SBT, Damásio Educacional, Costão do Santinho, Petrobras, UATT?, Motorfort, Aemflo/CDL, e outras centenas de organizações que treinei e assessorei nas áreas de liderança, vendas, desenvolvimento de equipes e atualmente na ampliação da mentalidade 4.0 e inovação.

O meu porquê é: despertar e habilitar nas pessoas a incrível capacidade de transformação e geração de resultados que elas têm.

Tenho trabalhado para conectar o EU DIVINO de cada ser humano à capacidade de inovar e fazer a diferença nos negócios e na vida.

Acredito que é por meio da atuação profissional que revelamos nosso poder de promover transformações positivas no mundo. Nesse sentido, creio que a Transformação Digital e a Era dos Negócios 4.0 ampliem esse poder.

Minha experiência de 15 anos no universo do e-business, paralelamente às experiências em T&D e à vivência no ecossistema de startups, me credibiliza para dar contribuições substanciais neste momento de mercado e cumprir minha missão.

Meus números | Comprovação Técnica:
• Mais de 10 mil horas em atendimentos em coaching e mentory
• Mais de 5.700 pessoas impactadas diretamente
• Mais de 230 empresas atendidas

Formei e consolidei uma abordagem de trabalho eficaz, que virou acrônimo do meu sobrenome M.I.L.I.S (Mentalidade 4.0, Inovação, Liderança, Inteligência Espiritual e Sucesso). Por meio desses elementos, navego pelo contexto da Transformação Digital – Inovação, Cultura e Gestão 4.0. Gosto muito do atual momento de mercado, que traz inúmeras oportunidades e excelentes desafios que serão um divisor de águas para aqueles que estiverem preparados para lidar com a era 4.0 dos negócios. A 5.0 bate à porta, então vamos lá!

Contatos:

Facebook: facebook.com/vanessamilisoficial
LinkedIn: Vanessa Milis
Site: ivanessamilis.com.br
Youtube: Vanessa Milis
Instagram: @vanessamilis
Telegram - Lista de transmissão: Lista Transformação Integral | M.I.L.I.S

Celular e WhatsApp: (48) 99188.5226 (Vanessa Milis)
E-mail: [email protected]