Autoconhecimento Comportamento Consciência Aplicada Sem categoria

Confirme a Verdade com seu Eu Superior

Silhueta de mulher com braços abertos e céu ao fundo
Allan Lucena
Escrito por Allan Lucena

Chegou o momento que por muito tempo esperamos no planeta Terra: a humanidade tem condições de trabalhar diretamente com as leis universais, de forma livre, por meio do auxílio do Criador de tudo que é.

Por que eu digo que isso só é possível agora? As leis e o Criador sempre estiveram acessíveis e disponíveis para aqueles que tinham conhecimento. Muitas doutrinas e culturas possuem este conhecimento para acessar energias de vibração mais altas que as nossas, porém havia muitas crenças e preconceitos envolvidos nesse conhecimento, além de se encaixarem nos conhecimentos chamados ocultos, perigosos para cair nas mãos de todos, afinal estes destruiriam as bases do poder.

Acredito que é necessário contar essa história melhor, mas ao fazê-lo tenho um leve mal-estar por causa de uma razão simples: é preciso informar sem trazer o passado à tona de forma a fortalecer os argumentos conservadores. Um desafio para o nosso momento atual.

Nossa realidade aqui na Terra foi forjada pela dualidade e pelo abuso de poder, dualidade do sim ou não, certo e errado, patrão (detentor de poder abstrato) e empregado (detentor do poder de criação), portanto o abuso de poder vem do uso do poder abstrato, por exemplo: as amplas formas do conhecimento, riqueza, nobreza, governo, liderança religiosa, liderança comunitária, em detrimento do poder real de criação, já que a maior parcela da população é a criadora de tudo que existe, todos os produtos, e emprega sua energia na manutenção do poder abstrato em detrimento de seu conhecimento e de seu próprio poder pessoal.

Toda essa desigualdade formou uma massa de ressentimento e desacordo, fruto da ilusão causada pelos detentores do poder abstrato usufruindo do conhecimento oculto das leis.

Mulher sentada em posição de meditação

Me lembro bem que quando estava aprendendo a manipular as energias etéreas, meu mestre me dizendo que essa habilidade e capacidade deveria ser mantida em pleno segredo, sob o risco de que se muito mais pessoas soubessem de sua existência, ela deixaria de existir. Uma clara forma de manter o poder nas mãos de poucas pessoas, repetida e inocentemente, gerações a fio.

Minha primeira pergunta, obviamente, foi:

Se corre esse risco, então por que está me ensinando?

Sim, sempre fui questionador. Nesta época, eu tinha 11 anos. Sim. agradeço por isso todos os dias e SIM, estimulo você a tornar-se cada vez mais questionador! Meu mestre na época não soube responder à minha pergunta. Não era uma crença ou preocupação dele que o poder fosse distribuído para mais pessoas. O medo de que ele desaparecesse também não era uma afronta, portanto tanto fazia.

Para mim, quanto mais sabia, mais compartilhava e compreendia que as pessoas estavam presas ao medo.

Mulher de costas caminhando em campo verde

Quando eu dizia que poderíamos nos relacionar tão bem com a natureza que seríamos capazes de manipular o tempo, elas tinham medo de ser um poder demoníaco, tinham medo de ser uma traição aos desígnios divinos ou uma afronta direta a Deus, além bruxaria, feitiçaria, “Deus me livre”. Medo do desconhecido, medo causado pela falta de conhecimento, pela ignorância, pela ilusão que os donos do poder causaram em toda uma geração, aproveitado até hoje.

Passamos por um período de transição muito grande. Vencer o medo e a ilusão causada pelo poder é um processo de desconstrução e libertação que precisa respeitar o tempo de cada um, além da vontade de cada um de ser enfim livre.

Não podemos sair por aí quebrando as correntes alheias, que prendem as pessoas dentro de si mesmas. Somos responsáveis pelas nossas e apenas por elas. Por essa razão existem as terapias holísticas, pessoas que são treinadas para desfazer ilusões e nos libertar das correntes que prendem o espírito livre que todos somos e despertar o nosso verdadeiro poder, que não precisa ser vendido por pouco ou aprisionado por medo de um poder abstrato e inválido.

Mulher em pé de perfil com mato alto ao fundo e céu azul

A chave para acessar as leis universais e o Criador de tudo que é está dentro de cada um de nós. Esse acesso acontece por meio da nossa meditação, dos nossos sonhos e de nossas orações. Logo estaremos todos conectados e em união, de forma que falar sobre a verdade será natural, afinal todos falaremos a partir da Verdade.

Medite, entre em contato com seu Eu Superior e confirme com ele todas as suas verdades. Acredite nelas e busque refletir, questionando tudo o que você sabe, tudo a que teve acesso e a sua realidade como um todo. Comece por aqueles assuntos que mais incomodam, que te causam dor, ansiedade e tristeza. Esteja aberto para a resposta mais compatível com o seu estágio de evolução e consciência. Este é o conhecimento que importa para você e para o seu desenvolvimento.

Você também pode gostar

Se estiver em dúvida sobre qualquer coisa, procure a ajuda de um ThetaHealer ou terapeuta holístico, porque nós temos condição de acessar seu Eu Superior, te guiar por esse processo e desmistificar as respostas que te causam dúvidas ou confusão.

Pode me chamar, viu?

Use o seu poder para o seu bem.

Encontre a sua verdade mais compatível e elevada e comece a mudar a sua vida.

Eu sou Allan Lucena

Sábia Gratitude para todos!

Sobre o autor

Allan Lucena

Allan Lucena

Olá, eu sou Allan Lucena, terapeuta holístico especializado em ThetaHealing e Reiki, com uma caminhada muito plural e interessante. Especialmente porque amo estudar!

Estudo espiritualidade, a busca pela verdade, desde os 11 anos de idade e nestes 20 anos de estudos, apesar de alguns amigos me darem a dica, nunca me interessei pelo caminho das terapias curativas, me interessava mais por descobrir as verdades ocultas e os mistérios insondáveis do Universo. Tanto estudo e tanta dedicação para descobrir que o Criador e nosso Universo nos dão todas as respostas quando simplesmente nos tornamos amigos do nosso ego e pedimos com humildade ao nosso Eu Superior.

Comecei meus estudos, desde muito cedo curioso, sobre religião e espiritualidade, que acreditava serem inseparáveis, para então descobrir que Deus não está na religião e, sim, em nossa conexão com ele, ou com o Criador de tudo que é, como falamos no ThetaHealing. Até que eu chegasse no ThetaHealing, estudei cristianismo, hermetismo, budismo, umbanda, wicca e muitas culturas mitológicas, que me levaram então a buscar e entender a filosofia e a física quântica, que finalmente abriram caminho para um estudo mais aprofundado e desmistificado sobre a espiritualidade.

Tudo é energia, energia é o Criador e todos nós estamos conectados com o Criador, fechando bem o ciclo da vida e elucidando minhas principais questões a partir do ponto em que eu me conectei mais conscientemente com Ele.

Desde adolescente eu digo e repito:

“Quando a ciência, a religião e a espiritualidade andarem juntas, aí, sim, evoluiremos e transcenderemos nossa realidade.”

Estamos fazendo exatamente isso hoje, a tecnologia (internet, computadores, celulares e tablets) está nos aproximando e possibilitando uma grande rede de luz e conhecimento a tomar conta do planeta, divulgando e ampliando cada vez mais informações que antes eram tratadas como ocultas, muitas vezes proibidas, para mais e mais pessoas.

Faço parte desta onda de luz e Amor incondicional que espalha cada vez mais felicidade e possibilidades mais elevadas para o nosso planeta e para o mundo.

Através do ThetaHealing®, uma técnica maravilhosa de cura e evolução espiritual criada por Vianna Stibal, que nos ajuda a entender e eliminar crenças limitantes que nos impedem de atingir nosso potencial mais elevado por meio do Amor incondicional do Criador. Assim podemos aprender sentimentos positivos e desenvolver crenças e aprendizados que levariam muito tempo em instantes. Fora inúmeros outros benefícios que explico com mais detalhes nas colunas sobre o Theta.

Também sou reikiano nível 2, formado no estilo Gendai Reiki Ho que segue a linhagem tradicional japonesa de Reiki do mestre Mikao Usui. Por meio do Reiki, proporcionam-se o equilíbrio das energias e a cura através da imposição das mãos, transmitindo a energia universal para todo o corpo.

Costumo dizer que por enquanto eu sou Allan, mas logo, logo serei outras coisas e outras pessoas, como também já fui em outras encarnações. Pois nós experimentamos por meio de nossas inúmeras vidas as inúmeras realidades.

Enquanto sou Allan, trabalhei em empresas grandes e saí do mundo corporativo para ser terapeuta, depois de criar e manter dois blogs sobre Arte e Espiritualidade (links abaixo), escrever meu próprio livro sobre o Amor (“Ensaios Umikizu”, com tiragem esgotada, por enquanto), trabalhar cinco anos com teatro musical, canto e performances, ou seja, vivendo intensamente!

Enquanto você for você, continue fazendo seu máximo, seu melhor, para evoluir e experimentar cada vez mais este mundo e a realidade onde está inserido, pois hoje é isso que você é e o que você tem. Hoje, para mim, isso basta, mas continuo criando minha realidade e experimentando cada vez mais as possibilidades que ela me oferece todos os dias enquanto eu estou por aqui.

Vamos juntos?

Eu sou Allan Lucena
Sábia Gratitude e um abraço amoroso.

Contatos:
Email: [email protected]
Site: sabiagratitude.com.br
Site: linktr.ee/sabiagratitude
Facebook: facebook.com/sabiagratitude/
Instagram: @sabiagratitude
Twitter: @pandumiel
YouTube: Sábia Gratitude
Linkedin: Allan Lucena