Nutrição

Conheça os alimentos que parecem, mas não são vegetarianos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

São diversos os motivos que fazem com que uma pessoa se torne adepta do veganismo ou do vegetarianismo. Seja porque elas passam mal ou porque simplesmente resolvem eliminar aqueles quilinhos a mais ou qualquer tipo de alimento que tenha origem animal, como o mel, o leite e seus derivados e os ovos. Por isso, para eles, é fundamental ficar de olhos bem abertos com os rótulos.

Mas, o grande problema é quando não está totalmente claro no rótulo a composição dos mesmos ou quando existe um ingrediente secreto utilizado pelo fabricante que tenha origem animal.

Veja aqui uma lista de alimentos não vegetarianos:

  • Iogurte

Grande fonte de probióticos, cálcio e proteínas, o iogurte é um dos alimentos que merece um bocado de atenção. Isso porque, assim como os queijos, eles podem ser produzidos com gelatina, que possui origem animal. Os com coloração rosa ou vermelha, como por exemplo os de sabor morango, podem conter em sua composição a cochonilha, um corante. Por isso, uma boa opção para não sair da dieta é fabricar em casa o seu iogurte. Além de sair bem mais barato, do que aqueles que encontramos no supermercado, fica mais fácil controlar os ingredientes.

  • Bebidas alcóolicas

Se você é adepto do veganismo ou do vegetarianismo, mas não abre mão daquele happy hour com os amigos, fique atento. As bebidas alcóolicas podem ser produzidas com produtos que coletam leveduras, como as cervejas por exemplo.

  • Maçãs

Quando você vê uma maçã no supermercado toda cheia de brilho e linda, tem a sensação que ela está encerada? Pois está mesmo, não é apenas uma impressão.

Em suma, as maçãs produzem naturalmente uma cera, que é responsável por afastar a umidade dela. No entanto, depois que elas são colhidas, acabam sendo lavadas e é justamente essa lavagem que remove essa cera. Desse modo, as maçãs são cobertas por outra cera, composta por goma-laca, subproduto de uma resina fabricada por um besouro da Tailândia e Índia. E quem terá coragem de comer uma substância feita por um besouro, não é mesmo?

Por isso, a melhor forma para se prevenir deste problema, é comprar as maçãs direto de um produtor que você conheça para consumir o fruto antes que a cera natural seja retirada.

  • Queijo

Os queijos são uma ótima fonte de cálcio e de proteínas, mas é fundamental ficar de olhos aberto ao tipo de queijo que será ingerido, porque não são todos que são vegetarianos por completo.

  • Batatas fritas

As batatinhas são as grandes inimigas de qualquer dieta. Crocante por fora e macias por dentro, aquelas que são compradas em mercados, passam por um processo muito complexo envolvendo produtos químicos, como por exemplo a gordura bovina.

Para se prevenir desse problema, uma boa dica é fazer uma pesquisa sobre os componentes dos ingredientes ou ainda optar por comprá-las em modo in natura e frita-las em óleo quente.

  • Sorvetes

O sorvete merece uma atenção especial. Isso porque, grande parte das receitas possuem um ácido proveniente da gordura animal, chamada de ácido decanóico. Além disso, alguns sorvetes possuem gelatina como ingrediente.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]