Autoconhecimento Relacionamentos

Conselho para conseguir amor

Cartas de tarô espalhadas.
volkovslava / 123RF
Escrito por Andrea Pavlo

Ontem, como de costume, fiz uma live de tarô no meu Instagram. Na live eu utilizo o tarô da Deusa para fazer a leitura das perguntas das minhas seguidoras. Ontem, dia 17 de maio, a única pergunta que existia era: será que vou passar o dia dos namorados sozinha?

De fato, esse ainda é um estigma para as mulheres. Não ter um companheiro, ainda mais no dia dos namorados, parece ser a grande preocupação. Uma preocupação maior do que o próprio relacionamento em si ou encontrar, de fato, a pessoa certa. Parece que passar o dia dos namorados sozinha é um trauma, uma coisa muito triste.

Exatamente por coisas como essas que muitas mulheres se metem em relacionamentos ruins – e até mesmo abusivos. Já estamos com uma escassez de homens – que sejam realmente homens e assumam relacionamentos – então qualquer migalha que qualquer um ofereça parece uma coisa boa. Algo a se pensar. “Melhor do que ficar sozinha”.

Mas as razões da falta de um relacionamento não são tão simples. Vejo muitas mulheres que, sim, querem muito um relacionamento, mas continuam cometendo sempre, sempre os mesmos erros (em breve lançarei até um livro sobre os erros que as mulheres cometem nos relacionamentos).

Mulher sentada em uma cama chora e abraça as próprias pernas.
Alex Green / Pexels

Eles são vários, mas o maior dele, se eu pudesse dar só um conselho, é continuar olhando para fora, ao invés de para dentro de si mesma. Continuar com estratégias de seduzir homens que não estão interessados nas mesmas coisas que elas – e esses “conselhos” são vendidos a preço de ouro na internet o tempo todo. Sempre superfocadas na relação, no outro, procurando um jeito de entendê-los.

Sim, a frase que eu mais ouço é “eu não consigo entender ele” e seguem obcecadas pelos relacionamentos ruins, reclamando da solidão no dia dos namorados.

Você também pode gostar

Bem, existem duas alternativas. Ou você pode olhar para dentro de si e ver o que tem de errado com suas crenças, emoções e tudo mais ou você pode continuar obcecada e sempre na dúvida. De qualquer maneira, se está sozinha no dia dos namorados, apenas aproveite para começar esse processo e se namorar.

Prepare – ou peça – um ótimo jantar. Abra um vinho e coloque a sua música favorita. Peça a Deusa Afrodite para abrir os seus olhos para o que está faltando para você ter o seu amor. Viva o amor no presente!

Sobre o autor

Andrea Pavlo

Psicoterapeuta holística, taróloga e numeróloga, comecei minhas explorações sobre espiritualidade e autoconhecimento aos 11 anos. Estudei psicologia, publicidade, artes, coaching e outros assuntos de várias outras áreas que passam pelo desenvolvimento humano, usando várias técnicas para ajudar as mulheres a se amarem e alcançarem uma vida de deusa. Mãe da Nina, de quatro patas, gosto de viajar, ler e sempre continuar estudando.

E-mail: [email protected]