Saúde Integral

Consumir alho pode ajudar na luta contra o câncer e doenças cardíacas

Você sabia que o alho, um dos ingredientes mais comuns na nossa cozinha, pode ajudar bastante a sua saúde, combatendo doenças e problemas? Alguns estudos já comprovaram a eficácia do alho no combate e na prevenção a doenças cardíacas e ao câncer, entre outros benefícios.

Se você ainda não consome bastante esse alimento, preparamos uma lista com os principais benefícios dele, além de explicações sobre os estudos que comprovam sua eficácia, para mostrar que é urgente que você o coloque em sua dieta. Confira!

Benefícios do alho

Alho em uma mesa
Skitterphoto / Pexels

Como explicamos mais acima, o alho traz muitos benefícios para a sua saúde. Se você ainda não se convenceu de que precisa começar a usar esse ingrediente com mais frequência nas suas refeições, preparamos uma lista com 6 benefícios do alho. Confira!

Previne o câncer de cólon

Por ser rico nos compostos sulfurados alicina, aliina e alhoeno, o alho tem uma potente ação antioxidante que previne a formação de radicais livres, ajudando a proteger as células do organismo. Além disso, esses compostos estimulam algumas enzimas que promovem uma desintoxicação de agentes que causam o câncer de cólon.

Combate bactérias, fungos e vírus

A alicina, composto sulfurado citado no tópico anterior, tem poderosa ação antimicrobiana, o que impede e inibe o crescimento e a proliferação de fungos, vírus e bactérias. Esse composto também auxilia na eliminação de bactérias e toxinas patológicas que afetam a flora intestinal, então é muito útil para completar tratamentos contra infecções causadas por vermes.

Mantém o cérebro saudável

Alho cortado ao meio
Karolina Grabowska / Pexels

Devido à sua ação anti-inflamatória e antioxidante, proporcionada pelo enxofre e pela alicina, além de seu alto teor de compostos como selênio e colina, o alho, se consumido com frequência, ajuda a proteger as células do cérebro, reduzindo os danos causados por radicais livres, que são os principais responsáveis por doenças neurodegenerativas, como demência e mal de Alzheimer.

Protege o coração

O consumo de alho ajuda a combater duas coisas que são nocivas ao coração, o LDL, mais conhecido como “colesterol ruim”, e os triglicerídeos no sangue. O alho inibe a oxidação desses compostos, reduzindo o risco de aterosclerose, que é o processo de “entupimento” das veias coronárias. Além disso, o alho ajuda a regular a pressão arterial, pois tem um efeito anti-hipertensor, melhorando também a circulação do sangue e, consequentemente, diminuindo a pressão sobre os vasos sanguíneos.

Evita doenças respiratórias

Por causa de suas propriedades expectorantes e antissépticas, que facilitam a respiração, o alho estimula nossas funções respiratórias. Então ele é muito útil se usado para combater problemas como gripe, tosse, resfriado, ronco, bronquite, asma, entre outros problemas respiratórios e pulmonares.

Melhora doenças inflamatórias

Alhos em um potinho
Karolina Grabowska / Pexels

O alho também tem ação anti-inflamatória, porque é rico em compostos sulfúricos. Isso ajuda a diminuir a resposta do organismo a alguns tipos de doenças inflamatórias. Então, além de diminuir a dor, ele regula a resposta do sistema imune a esse tipo de problema, melhorando a qualidade de vida em geral.

Alho e doenças cardíacas

Quando falamos sobre pesquisas cientificas envolvendo alho, a prevenção e o combate a doenças cardíacas são alguns dos principais tópicos associados a esse tipo de estudo. Por exemplo: uma pesquisa feita pelo cardiologista Matthew Budoff, do Harbor-UCLA Medical Center, da Califórnia (EUA), estudou o auxílio do alho no controle do colesterol.

Segundo o estudo, publicado no The Journal of Nutrition, 23 pacientes que sofriam com colesterol alto ingeriram 1.200 mg de alho envelhecido (AGE) ou placebo durante a pesquisa. A conclusão foi que aqueles que tomaram placebo tiveram seu risco de ataque cardíaco acrescido nada menos do que 13 vezes, mesmo tomando medicamentos.

Entre aqueles que consumiram o AGE, o risco de ataque cardíaco aumentou somente 1,5 vez, comprovando os efeitos preventivos e combativos do alho em relação a doenças cardíacas.

Você também pode gostar

Em outro estudo, apresentado recentemente em uma conferência de cardiologista na Europa, Budoff testou o AGE em 65 pessoas que já tinham pequenos depósitos de cálcio nas artérias coronárias, considerado um indicador precoce de doença cardíaca.

Metade dos voluntários tomou 1.200 mg de AGE por dia, enquanto a outra metade tomou placebo. Entre aqueles que tomaram AGE, os níveis desses depósitos não aumentaram, enquanto, entre aqueles que tomaram placebo, a placa aumentou em média 16% ao ano.

“Se você tem algum risco de doença cardíaca”, explica Budoff, “o AGE oferece um benefício definitivo”. “Funciona em vários níveis”, contextualiza ele. “Tem um leve efeito benéfico na pressão arterial, no colesterol e na homocisteína. Quando você soma esses pequenos benefícios, percebe que existe um benefício clínico geral maior”.

Alho na luta contra o câncer

Há comprovações científicas de que o alho é bastante benéfico no combate ao câncer de cólon, também chamado de câncer colorretal. Os estudos mostram que a ingestão de alho está associada a uma menor incidência desse tipo de enfermidade.

Alho cortado ao meio ao lado de tomates
Karolina Grabowska / Pexels

Uma revisão de pesquisas que relacionavam alho com a prevenção e o combate desse tipo de câncer foi feita pela revista Medicine, em 2020, revelando que a ingestão de alho realmente ajuda a prevenir essa doença, justamente pela presença dos compostos que mencionamos mais acima – a alicina, a aliina e o alhoeno.

Esses compostos fazem com que o alho tenha uma grande ação antioxidante, capaz de impede a formação de radicais livres, protegendo as células do organismo e promovendo uma desintoxicação especificamente dos agentes responsáveis pelo surgimento do câncer de cólon.

Alho ajuda no combate à Covid-19?

Não. Isso é um mito. Não há nenhum estudo científico que comprove essa teoria que viralizou ao longo da pandemia, junto a receitas que incluíam mel, limão, entre outros ingredientes. Se você estiver com sintomas de Covid-19 ou foi diagnosticado com a doença, siga as recomendações do médico e não procure tratamentos milagrosos.

Além disso, não se esqueça de completar o seu ciclo vacinal.

Como pudemos compreender, o alho é muito benéfico para a saúde, pois ajuda a combater doenças, infecções, entre outros problemas, melhorando a qualidade do sistema respiratório, o funcionamento do coração e prevenindo contra o câncer. Inclua o alho na sua alimentação para aproveitar todos esses benefícios.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br