Saúde Integral

Dicas de alimentação para quem está com dengue

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Febre alta, dores de cabeça, dores nas costas e nas articulações… Esses podem ser sinais de alguém que está com dengue. As campanhas contra a dengue estão surtindo efeito e felizmente as pessoas estão tomando os devidos cuidados para se prevenir contra o mosquito. Mas, se mesmo assim acontecer de você ou alguém que você conhece sentir os sintomas, corra para o médico para um diagnóstico o quanto antes. Se na pior das hipóteses a dengue se confirmar, encare o tratamento de forma positiva e tenha disciplina para tomar os remédios e tomar os devidos cuidados com a saúde. E, falando em disciplina, a disciplina com a alimentação também pode ajudar na recuperação de quem pegou a doença.

Vegetables on wood. Bio Healthy food herbs and spices. Organic vegetables on wood

Em primeiro lugar, a hidratação deve ser constante. Por isso beber água durante todo o dia com frequência é algo essencial para a recuperação. A água de coco também pode ser uma boa opção. Os médicos também recomendam uma dieta rica em ferro durante o tratamento. Dessa forma procure incluir nas refeições hortaliças (principalmente as de folhas verde-escuras) como, por exemplo, brócolis e couve, e também outros alimentos ricos em ferro como tofu, feijão, lentilha cozida, ervilhas, damasco e figo secos.

Para ajudar na absorção do ferro, a vitamina C é outro item importante na alimentação. Frutas como laranja e abacaxi são ricas nessa vitamina. Seja comendo as frutas, ou na forma de sucos, procure se manter com essa vitamina em alta no seu organismo.

Agora em relação as restrições, a ASBRAN (Associação Brasileira de Nutrição) orienta que alguns alimentos devem ser evitados. Alimentos que tenham salicilatos devem ser restringidos como, por exemplo: ameixa, amora, batata, limão, maçã, nozes, pepino, pêssego, pimenta e tomate.

Esse artigo tem como objetivo instruir sobre algumas dicas básicas de alimentação para quem pegou dengue, mas sempre recomendamos a consulta com um médico para ele acompanhar o estado de saúde e poder indicar outros cuidados básicos a serem feitos. Desejamos a todos que estão nessa situação que se recuperem bem e a você que lê esse artigo, cuide sempre bem da saúde!


  • Escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]