Espiritualidade

É preciso que não nos esqueçamos

esqueçamos
Ana Maria Diniz
Escrito por Ana Maria Diniz
É preciso que não nos esqueçamos… Não nos esqueçamos das coisas que nos fizeram ser quem somos hoje. É preciso que não nos esqueçamos de toda dor que serviu para acordarmos e nos transformarmos.

A dor é motivo para libertar aquilo que não nos cabe mais. E quando falo sobre dor, nada tem a ver com sofrimento. O sofrimento é opcional, uma vez que as situações são neutras e somos nós quem escolhemos como vamos agir em cada uma delas, por mais difícil que aparente ser. A dor é maravilhosa, a dor é transformação.

E é preciso que não nos esqueçamos de tudo aquilo que nos feriu. Tudo aquilo que fomos é consequência do que fazíamos e tudo aquilo que vamos nos tornar é consequência do que vamos fazer conosco a partir de agora. É preciso que não nos esqueçamos de quem fomos e de quem somos agora. Suas escolhas o trouxeram até aqui, nesse momento, situação, seja qual for que você está vivendo. É preciso que não nos esqueçamos de que essas situações acontecem para nos deixar mais fortes, para aprendermos algo.

“Suas escolhas o trouxeram até aqui, nesse momento, situação, seja qual for que você está vivendo”

Pare de se lamentar pelo que não aconteceu e pelo que aconteceu. Liberte-se das angústias, culpas e de um passado que não cabe mais tanta importância. Livre-se das ilusões sobre o futuro, porque nada existe fora do agora. 

Eckhart Tolle tem uma frase que diz: “As pessoas não percebem que agora é tudo que é, não existe passado ou futuro. O momento presente é tudo que é”. Viva o agora, esteja presente! Tome aquele solzinho que inicia a manhã. Sinta o vento no rosto. Escute o canto dos pássaros. Sinta a energia da natureza, em todas as suas manifestações. Olhe para o céu, contemple as nuvens e as estrelas. Observe a lua e toda a sua beleza, sinta o seu poder. Esteja presente. Aqui e agora. Isso é tudo o que existe.

Mas é preciso que não nos esqueçamos do caminho que nos fez chegar no aqui e agora. Seja grato por ele e se modifique a partir de onde estiver

Sobre o autor

Ana Maria Diniz

Ana Maria Diniz

Graduanda em Ciências Biológicas, Palhaça de Hospital, Voluntária e Ativista do SOS Mata Atlântica, membro do Greenpeace e escritora.
Email: [email protected]
LinkedIn: ana-maria-diniz