Nutrição

É saudável se alimentar constantemente com alimentos feitos na fritadeira elétrica?

Fritadeiras elétricas, popularmente conhecidas como airfryers, são fritadeiras que usam o poder do ar quente em alta velocidade para fritar os alimentos sem óleo. Mas será que se alimentar constantemente de alimentos feitos na fritadeira elétrica é saudável?

É importante esclarecer quais são as razões pelas quais a airfryer pode ser uma ótima alternativa para você preparar seus alimentos, mas também vamos falar das críticas que esse equipamento sofre, explicando bem o assunto. Confira!

Vantagens de fazer alimentos na airfryer

Você já deve ter visto várias propagandas sobre como cozinhar ou fritar alimentos na airfryer pode ser bom para sua saúde.

Afinal, não importa qual modelo de airfyer você tem, a propaganda costuma ser sempre a mesma: algo que vai revolucionar o método de preparo, permitindo a fritura de alimentos sem óleo e de forma bem mais saudável.

Porém será que isso é verdade mesmo?

Vamos falar sobre as principais razões pelas quais fritar alimentos na fritadeira elétrica airfryer pode ser uma boa opção para sua saúde e quais são as vantagens de utilizar uma airfryer no dia a dia.

1 – Não usa fritura em óleo por imersão

A grande, senão a maior vantagem da airfryer, é não utilizar óleo para fazer fritura em imersão.

Entretanto o que vem a ser isso? E por que a fritura em imersão é tão ruim para a saúde?

De fato, todo óleo, quando aquecido a uma temperatura elevada, sofre alterações em sua composição química, fazendo com que haja a liberação de uma substância tóxica denominada acroleína.

A acroleína é tóxica para as células do corpo humano e sua presença em quantidades elevadas aumenta consideravelmente o risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como infarto, aterosclerose, acidente vascular cerebral (AVC), dentre outros problemas.

Portanto o consumo frequente de alimentos fritos em óleo por imersão pode trazer sérios problemas à saúde em função disso, mas não é a única razão.

2 – Diminui o valor calórico dos alimentos

Outra vantagem quando se pensa em airfryer é que o preparo resulta em um alimento com menor valor calórico, se comparado à maneira tradicional de preparo.

Isso porque quando se frita os alimentos por imersão, uma parte do óleo acaba sendo absorvida pelo alimento. E óleo é gordura. Quanto maior o teor de gordura de um alimento, mais calórico ele será.

Inclusive, em dietas como a low carb, que aposta em alto consumo de legumes e proteína, mas com redução de carboidratos e frituras, o uso da airfryer pode ser de grande ajuda!

Salmão sendo grelhado em uma fritadeira elétrica.
Thanakorn Hormniam / 123RF

Afinal, colocar legumes cortados em uma panela significa colocar óleo ou azeite para cozinhá-los. Agora, se você for usar a fritadeira elétrica airfryer, você não precisará disso.

Ou seja, você terá alimentos com valor calórico reduzido, o que ajuda no combate à obesidade e auxilia na perda de peso.

3 – Alimentos ficam prontos mais rapidamente

Outra grande vantagem da airfryer é o tempo em que os alimentos ficam prontos.

Por utilizar ar quente em alta velocidade, o cozimento dos alimentos é feito de maneira mais rápida.

Assim, um preparo que demoraria mais de uma hora em um forno convencional, na airfryer pode ficar pronto em menos de 30 minutos.

Quais são as críticas feitas à airfryer?

Existem algumas publicações dizendo que o uso constante da airfyer pode ser prejudicial ou apresenta desvantagens. Mas vale lembrar que nem tudo é perfeito.

Algumas críticas são apontadas em relação a airfryer fazer os alimentos perderem seu valor nutricional, mas isso não é totalmente verdade.

Afinal, qualquer preparo de cocção dos alimentos que ultrapassa a temperatura de 100 °C faz com que os alimentos tenham suas propriedades nutricionais reduzidas.

Portanto o método de preparo é indiferente, ou seja, se você assar alimentos acima de 100 °C em um forno convencional, por exemplo, também terá perda de nutrientes.

A única forma de não perder os nutrientes de um alimento é consumi-lo cru, algo que nem sempre é possível.

Outro fator também apontado é que uma substância chamada acrilamida é produzida quando a airfryer é superaquecida, ou seja, em temperaturas superiores a 300º C.

Fritadeira elétrica preta em cima de um balcão de madeira.
Kittichai Boonpong / 123RF

Essa substância é tóxica para o organismo e pode estar ligada ao desenvolvimento de lesões de câncer.

Mas aqui vai um fator importante: a acrilamida só é produzida quando tubérculos, alimentos ricos em amido, como batata e mandioca, por exemplo, são fritos em temperaturas muito elevadas.

E ela também pode ser produzida quando esses alimentos são fritos em imersão, visto que a temperatura é bastante elevada da mesma forma.

Além disso, você sabia que a acrilamida está presente no café, em refrigerantes, em achocolatados e no cigarro? Assim, ela é uma substância que não tem relação única com a airfryer, mas sim com a fritura em temperaturas muito elevadas e também com outros alimentos, bebidas e produtos.

Dessa forma, devemos sempre maneirar no consumo de alimentos ricos em amido fritos, não somente pelo seu alto valor calórico, mas também pelas substâncias que podem ser geradas.

Devemos também consumir com bastante moderação café e ficar longe de refrigerantes e cigarros.

O ideal, quando for utilizar sua airfryer, é não usar temperaturas muito elevadas.

Afinal, é saudável comer alimentos feitos na fritadeira elétrica?

Se compararmos a outros métodos de preparo de alimentos, como a fritura por imersão, a fritadeira elétrica airfryer apresenta muitas vantagens, pois resulta em alimentos sem fritura com óleo e com reduzido valor calórico.

É importante fazermos boas escolhas alimentares, inclusive ao usar a airfryer. Portanto modere o consumo de batata frita, salgadinhos empanados e opte por proteínas mais magras, além de legumes.

Você também pode gostar

E se você não quer ter preocupações com substâncias tóxicas cancerígenas, fique longe dos refrigerantes, consuma café com moderação e não fume. Essas são ações essenciais para manter uma boa saúde.

Falando especificamente sobre a airfryer, procure não superaquecer o equipamento, mantendo a temperatura recomendada e pelo tempo indicado para cada preparo. E lembre-se de que outras formas de cocção também levam os alimentos a perdas nutricionais.

Com o assunto devidamente explicado, agora você pode fazer boas escolhas alimentares, sabendo que está focando na sua saúde e da sua família!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br