Autoconhecimento Comportamento

A Educação Construída ou Formatada?

Crianças na sala de aula levantando a mão com sorriso no rosto
Ana Durão
Escrito por Ana Durão

A educação é algo que vamos adquirindo desde que nascemos até que partamos para outro plano.

São muitas as pessoas e vivências que vão construindo e colaborando com a nossa educação. Eu disse construindo, sim… vamos subindo um degrau de cada vez.

Nós nascemos formatados, embora muitos dos parâmetros educacionais estejam formatados e sejam seguidos pelos nossos progenitores cegamente. Nem sempre assim deve ser, todos somos diferentes e aquilo que pode parecer útil para uns não o será, por certo, para outros. Cada vez a educação atual se afasta mais dos modelos obsoletos que não educam pessoas e sim robôs.

Há quem diga que a educação deve vir do berço, ou seja, de casa. Sim, concordo, até porque se atribui muito dessa educação às escolas. Não penso que sejam os professores a dar educação às nossas crianças, e sim os pais.

Mesa com livros e maçã em cima deles, lápis de cor e cubos coloridos com ABC

A educação será algo que nos torna cada vez mais crescidos e autônomos. Crescemos num modelo de educação a “saber” o que é certo ou errado. Chegamos à adolescência e colocamos tudo em causa, entramos nessa fase para se instalarem as dúvidas, para furar o sistema. Tentamos cortar amarras, por vezes até conseguimos, outras talvez não. E assim vamos crescendo. Muitas vezes o mundo demonstra ser assustador e demasiado grande.

Se temos medo?

Talvez não, até porque crescemos com ele e com ele chegaremos à idade adulta.

Aqui tudo acontece, ou será que somos nós que fazemos com que tudo aconteça? Aqui temos finalmente a percepção de que a nossa liberdade termina quando começa a do nosso semelhante.

Quem tiver essa consciência e respeito, terá por certo chegado à tal educação para formar cidadãos completos e íntegros. Será assim uma educação sem conflitos e sem violência.

Será a educação de quem cresceu…


Você também pode gostar de outros artigos desta autora. Acesse: “Planeta cérebro”

Sobre o autor

Ana Durão

Ana Durão

Mestre em Reiki/ Hipnose Clínica / Xãmanismo Ancestral e Vivencial / Regressão a Vidas Passadas / Libertação de cordas energéticas / Cristaloterapia / Terapia a Crianças Indigo e Cristal (acompanhamento aos pais) / Reflexologia Manual e Podal / Medicina Ayurvédica / Avaliação de Doshas (bioenergias corporais)/Avaliações Bioenergéticas com os elementos Pêndulo e o Aurímetro.

O meu percurso:

Conceito de Saúde

O meu conceito de saúde e bem-estar “desvia-se” do conceito dito normal e convencional. Desde muito pequena que desejava tratar de alguém, dedicar algumas horas do meu dia a alguém ou a muita gente. Este desejo foi crescendo e na minha adolescência tive oportunidade de cuidar das minhas avós que ficaram acamadas, aqui o meu interesse era mais vocacionado para a 3ª idade. Mais tarde percebi que esta vocação era mesmo a minha e tornou-se séria. Ainda na adolescência tirei um curso de socorrismo, a vontade de ajudar era cada vez maior. Comecei pela Estética porém, depressa percebi que cuidados de beleza não eram de todo os cuidados que desejava prestar ao próximo. Passei então para a área da reabilitação física e fisioterapia e aqui percebi que reabilitar e melhorar as condições físicas de alguém era algo que me começava a preencher alguns “espaços intercelulares”. Porém, queria e precisava ainda mais, a nossa medicina convencional trata apenas do corpo e das dores físicas, esquecendo assim as dores emocionais e os estados de alma e espírito, o corpo é assim analisado completamente isolado. Reabilitar alguém fisicamente era a cada dia uma experiência cada vez mais enriquecedora, mas facilmente percebi que o paciente se reabilitava fisicamente mas não emocionalmente, ficando assim sequelas que muitas vezes levam a estados depressivos e apáticos, aqui era já gritante a minha lacuna e espaço em branco. A minha procura por algo mais completo tornou-se assim incessante, até que percebi que o meu caminho e percurso passava pela medicina bioenergética e terapias alternativas. Foi então que me detive sobre o método de tratamento holístico e energético…o Reiki, deixei-me fascinar completamente por esta terapia, fazendo então uma especialização nesta área e beber completamente estes saberes e sentires, aos poucos esta terapia ia-me preenchendo os tais “espaços intercelulares”. Porém, ainda assim e depois de muitas outras formações e especializações em várias áreas das terapias alternativas e do autoconhecimento, continuava a sentir uma pequena lacuna….muito pequena mesmo, no processo e na capacidade de meditação, abstração e interiorização do cliente/paciente. Pois o que se pretende com um corpo que tenhamos nas mãos é que ele “desligue” e serene a mente, para que assim possa ser tratado e “limpo” de toda a negatividade. Percebia assim que os tratamentos através das energias do método reikiano, assim como a aplicação de cristais no corpo físico dos pacientes era um grande passo e avanço para a cura de grandes males. Foi por aqui que percebi que estava já a “roçar” os meandros do corpo/mente/espírito do que pretendia passar quando alguém me procurava…..Comecei então a fazer os meus tratamentos cada vez mais completos estabilizar pacientes com Alzheimer e Parkinson, controlar depressões, fobias, ansiedades, trabalhar desapegos e aceitações, mas principalmente e esta é uma das vertentes mais importantes na minha vida….o não julgamento….Isto para mim tem sido e é divinal. Todos os dias somos aprendizes, e nunca saberemos tudo, quem pensa o contrário, engana-se. É preciso trabalhar árdua e honestamente!

É por tudo isto que para além de continuar a tratar quem me procura, quero também passar o meu conhecimento a quem com ele quer trabalhar na área e cuidar dos seus pacientes.

DADOS DE CONTATO
Email: [email protected]
Telefone: +351 965 724 328
Facebook: Ana Durão
Site: www.efad.pt
tridoshaterapia.wixsite.com/terapeuta-ana-durao
Blog: desenvolvimentopessoalecompanhia.blogspot.com.br
Skype: Ana Durão (live:tridoshaterapia)