Convivendo

Elimine os cupins de forma natural: soluções caseiras, práticas e de baixo custo

elimine os cupins
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Cupim é aquele tipo de praga que, em pouquíssimo tempo, está andando até mesmo em cima de você. Pois é, esse bichinho que, a princípio, parece inofensivo, pode fazer grandes estragos em sua vida.

E os grandes estragos não se resumem apena à dor de cabeça em tê-los como hóspedes em casa, mas também ao prejuízo causado, porque é preciso se preparar: tudo o que for de madeira será estragado por eles.

Há algumas formas de se prevenir para que essa praga não escolha seus móveis como moradia (ao menos não tão cedo). Caso eles já tenham escolhido suas coisas como residência e o famoso pozinho deixado por eles já seja visto pelos cantos, esse artigo é para você.

Existem algumas soluções naturais – ou seja, que você pode fazer em casa –, para solucionar esse problema. Confira abaixo:

Como encontrar os cupins?

elimine os cupins

Para eliminar os cupins, é preciso, primeiramente, encontrá-los. Não é tão fácil, mas também não é tão difícil. Sabe a poeira deixada pelos cupins (que, normalmente, é o sinal que nos alerta sobre a presença desse inseto)? Na realidade, essa poeira são as fezes do bicho.

Pois é! E a teoria é simples: se há fezes de cupins na sua casa, com certeza eles estão se alimentando de algum dos seus móveis de madeira, além de rodapés e do próprio piso.

Os cupins vivem em colônias. Por isso, você precisa seguir o rastro do “pozinho” deixado por eles (ou seja, das fezes) para encontrá-los. Outros sinais de que você está indo pelo caminho certo e de que não vai demorar até encontrar os bichos são os furinhos que eles deixam no objeto ao se alimentar da madeira – pequenos furos, um ao lado do outro – e, é claro, o fato de a madeira ficar oca.

Então, mesmo que você não enxergue os furos (vale a pena pegar uma lupa para fazer a verificação), você pode dar leves batidas no móvel para verificar se está oca e se, ao bater, mais fezes de cupins caem dessa superfície.

Ao encontrar a junção de todos esses elementos, muito provavelmente você terá encontrado uma colônia de cupins. Esses bichos não são normalmente visíveis, pois ficam dentro da madeira. Então não espere ver muitos bichos andando por aí, ok?

Como se livrar deles

Agora que você já sabe como encontrá-los, é hora de descobrir como eliminá-los de sua residência. Vamos às soluções?

Solução #1: Vinagre

Quando o caso com cupins não for muito grave, o vinagre é uma ótima solução. Também serve como prevenção para casas que não possuem sinais de cupins. Basta misturar uma parte de vinagre para uma parte de água em um borrifador. Misture um pouco e jogue em pontos estratégicos, como os cantinhos dos móveis e nos locais em que a madeira for mais fina – normalmente, os cupins começam se alimentando dos lugares mais fáceis.

Caso não seja prevenção, mas eliminação, você pode diminuir um pouco a quantidade de água para que a mistura fique ainda mais forte. Borrife em todos os espaços que achar necessário e em que você acredita que os insetos estejam.

Lembre-se de que essa solução não irá resolver o problema de uma vez. Será necessário aplicar a mistura por alguns dias até ver resultados efetivos. Caso a infestação já tenha tomado maiores proporções, talvez seja melhor buscar alternativas mais eficientes, em grandes escalas.

Solução #2: Óleo de laranja

Ótima alternativa para quem tem pets em casa, porque o óleo de laranja não faz mal a nada nem a ninguém – com exceção dos cupins, que morrem a partir do simples contato. Aqui não há muito segredo: basta aplicar o óleo nos locais desejados.

Quando o foco for a prevenção, misture o óleo de laranja com um pouco de água ou outro produto que vá ser utilizado durante a faxina e passe nos móveis e no piso. O óleo essencial não só ajudará a prevenir o surgimento de colônias de cupins como também irá deixar um aroma muito agradável em sua casa!

Solução #3: Borato de sódio

O borato de sódio pode ser comprado em farmácias, em pequenas ou maiores quantidades, dependendo do que você precisa. É preciso ter um pouco de cuidado com esse tipo de material, porque ele é tóxico e deve ser manuseado em locais em que crianças e pets não consigam alcançar. Caso você precise utilizar o produto em áreas baixas e de muita circulação, certifique-se de que o perímetro estará bem bloqueado para que não haja nenhum acidente.

Basta misturar, em um recipiente, oito partes de água para uma parte de borato de sódio. Ou seja, utilize 2 litros de água para cada 250g de produto. Coloque a mistura nos pontos infestados. Lembre-se de utilizar luvas e óculos durante o manuseio!

Solução #4: Outros óleos essenciais

Além do óleo essencial de laranja, outros óleos essenciais também são eficazes contra os cupins. Caso seja de sua preferência, você pode utilizar o óleo essencial de cravo ou lavanda, que também surtirão efeito contra os insetos – vale lembrar que o de laranja é a melhor opção.

Solução #5: Sprays comercializados

Caso prefira outros meios que não os naturais, há produtos comercializados no mercado que são venenosos para os cupins. Esses produtos normalmente possuem um bico bem fino, que consegue ser posto dentro dos furos deixados pelos cupins nos locais em que passaram.

Porém vale lembrar que o cheiro é bem forte. Por isso, ao aplicar o veneno, deixe o móvel tomando banho de sol por algumas horas, em um local aberto, seco e fresco. Cuidado com a umidade, pois os cupins a adoram!

Solução #6: Dedetização

Em casos mais graves e que soluções naturais ou comercializadas a baixo custo não resolvem, a melhor forma de se livrar desses inquilinos indesejados é a dedetização. Chame uma empresa especializada que, junto com você, fará o melhor plano de ataque contra os bichos.

É importante tomar alguns cuidados, como deixar a casa vazia por pelo menos 12 horas. Bichos de estimação de qualquer espécie devem voltar à casa apenas 24 horas depois da aplicação dos venenos, independentemente da quantidade posta – melhor prevenir do que remediar, certo?

Lembre-se de que os cupins não se alimentam apenas de madeira! Esses insetos se nutrem com tudo aquilo que possui grande concentração de celulose, como papéis e tecidos, então quanto antes você conseguir eliminá-los, melhor! Você não quer ver seus móveis, documentos e roupas destruídos, não é?!


Escrito por Giovanna Frugis da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]