Convivendo Educação Educação dos filhos

Ensine ao seu filho o valor do dinheiro

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Ter uma vida financeira estável, equilibrada e sempre em ascensão é um dos principais e mais difíceis desafios da vida adulta. Não é fácil ter todas as contas sob controle, investir no futuro e ainda conseguir desfrutar de certa sobra monetária mensal – a parcela da população que consegue esse feito é bem inferior à maioria, e essa é a realidade, não importando em qual parte do globo terrestre você esteja.

Mas, para fazer parte dessa pequena parcela da população que consegue controlar os próprios ganhos (e, consequentemente, ajudar a melhorar a situação econômica do mundo) é preciso aprender desde pequeno sobre a importância do dinheiro. Vale dizer que o dinheiro está longe (bem longe) de ser a coisa mais importante com a qual devemos nos preocupar, mas é fato que é muito complicado viver sem ele.

E se você tem filhos, essa preocupação dobra de tamanho, afinal, nós queremos que nossos filhos sejam melhores do que nós, inclusive mais bem sucedidos financeiramente. E para que isso aconteça é preciso instaurar em sua casa desde sempre as conversas sobre educação financeira.

Mas, não precisa se desesperar. O Eu Sem Fronteiras separou algumas dicas valiosas para que você comece a ensinar seus filhos um pouco mais sobre dinheiro. Vamos a elas?

De onde vem o dinheiro?

Antes de qualquer coisa, as crianças precisam entender que o dinheiro não dá em árvores – literalmente.

A imaginação das crianças é um mundo à parte, e se você não explicar aos seus filhos que é preciso trabalhar para conseguir dinheiro, nada impede que eles imaginem que as cédulas eram borboletas que se transformaram em dinheiro ao serem tocadas pela chuva, por exemplo.

Então, diga que é para conseguir dinheiro que os adultos saem para trabalhar todos os dias. Aproveite e explique um pouco mais sobre o que você faz profissionalmente. De forma lúdica e didática, as crianças adoram saber o que os pais fazem, afinal, seus pais são seus principais heróis!

Por que dinheiro é importante?

Muito bem. Uma vez que seus filhos já sabem que é preciso trabalhar para conseguir dinheiro e é por isso que você trabalha todos os dias, explique o motivo de o dinheiro ser tão importante.

Lembre-se de que seus filhos ainda não possuem contas para pagar. Então, explique a eles o que são contas, fale que elas existem todos os meses e é preciso cumprir com os compromissos estabelecidos.

Além das contas, o dinheiro nos permite comprar coisas importantes e aquelas que talvez não precisássemos, mas queremos, como alguns brinquedos e doces, por exemplo.

E como eu, que não trabalho, consigo dinheiro?

Criança nenhuma deve trabalhar, mas é importante que tenham seu próprio dinheiro para aprenderem a lidar com ele de forma prática. Por isso, vale a pena investir em uma mesada para seus filhos, desde que o valor seja coerente com a idade que possuem.

Aumente a mesada conforme ficam mais velhos, desde que eles entendam e mostrem respeito pelo dinheiro dos pais. E a partir do momento em que as crianças atingem certa idade (varia de acordo com a criança, mas, em geral, a partir dos 7 ou 8 anos), dê alguma responsabilidade para o dinheiro que ganham, como o doce do final de semana, ou a pipoca do cinema, por exemplo.

Dessa forma, eles vão perceber que se gastarem tudo hoje, ficarão sem a pipoca no cinema do final de semana, e precisarão esperar apenas a próxima mesada para terem dinheiro para essa finalidade novamente.

Mas se meus pais não conseguem, por que eu devo conseguir?

É claro que é muito mais difícil para os adultos terem controle financeiro do que para os pequenos, que ainda não possuem contas grandes. Mas, apesar de as preocupações não serem as mesmas, as proporções são: você ganha certo valor e suas contas devem ser de um valor menor ou igual à quantidade de dinheiro que recebe; funciona igual em relação à mesada e ao doce do final de semana.

Seus filhos se espelham em você. Então, aprenda a controlar sua vida financeira para mostrar a importância desse fato a eles.

Mas, caso esteja passando por dificuldades, não tenha vergonha, exponha (na medida do possível e da idade das crianças) as dificuldades, sem tabus ou medos. Isso também servirá de exemplo da importância de gerenciar bem o dinheiro.

Nossos filhos devem ser nossa extensão, mas, sobretudo, nossa evolução. Devem ser melhores que os pais em absolutamente tudo, e somente assim a raça humana continua em constante evolução. Por isso, não se esqueça: é muito importante que você ensine aos seus filhos tudo aquilo que puder para que sejam seres humanos melhores, inclusive em relação ao dinheiro!


Escrito por Giovanna Frugis da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]