Autoconhecimento Meditação Vídeos

Esteja preparado para qualquer coisa

Há muitos anos eu assisti um filme, K-Pax, onde um personagem deu uma dica para um outro personagem. Esse personagem que deu a dica, supostamente, era de outro planeta e a dica que ele deu para o outro foi: “Esteja preparado para qualquer coisa!”. Isso ficou na minha memória e eu vou falar sobre isso, não querendo dizer que essa minha interpretação, ou entendimento, do que seja estar preparado para qualquer coisa é a correta, mas vale para a gente avaliar.

Nós não podemos estar preparados, do ponto de vista de informação, de técnica, sobre qualquer coisa. Nós temos muitos limites e as condições de vida, as aprendizagens, os conhecimentos, eles são enormes, mas “esteja preparado para qualquer coisa”, para mim, me bate, como meditador que sou, de eu, de nós não perdermos a consciência desperta, não perdermos a presença, essa consciência que está consciente dela mesma em qualquer situação.

Nós temos dois modos de agir, de ser: nós temos o modo presença, que é quando existe uma consciência atentiva ao momento e, portanto, existe uma diminuição de pensamentos como consequência. E o outro modo de agir é como se fosse um manual de instruções do ser humano, tem o modo presença e o modo ausência. No modo ausência nós estamos agindo, falando e atuando, mas sem o observador interno desperto, sem a consciência do momento. Nós estamos ou no modo automático ou no modo consciente, são dois modos e, para quem medita, começa a adentrar-se, viver cada vez mais no modo presença, no modo consciência, e aí começa a observar que faz muita diferença.

Ao meu ver, o propósito da vida foi cumprido: estar no modo presença inabalavelmente.
As nossas respostas e a nossa maneira de atuar são muito diferentes se nós estivermos no modo ausência ou no modo presença. Estar preparado para qualquer coisa, no meu entendimento, é não sair do modo presença. Nós podemos estar no modo presença em um determinado momento, normalmente é algo que, no início, é raro, é raro nós estarmos no modo presença.

Para quem consegue perceber que existe isso, que se dedica a viver cada vez mais nesse modo presença, a meditação é a sua ferramenta principal. É claro que a meditação como técnica, mas com objetivo de transportar essa presença que a meditação traz para as situações da vida. Então, o meditador percebe que, à medida que ele medita, vai aumentando os momentos em que ele se mantém no modo presença e ele vai percebendo que esse modo, as suas respostas e as suas atuações são muito mais adequadas do que as que ele faz a partir do modo ausência.

Então, “esteja preparado para qualquer coisa” implica em uma familiaridade muito grande com o modo presença, uma facilidade de adentrar, de estar nesse modo, de tal forma que essa situação específica “x”, aquela situação específica “y”, não nos tire desse modo.

O que acontece: alguém olha torto para a gente, a gente sai do modo presença, falo a gente, a grande maioria, eu saio com certa facilidade do modo presença, então, à medida que a gente vai percebendo essa saída, também vamos nos ajustando internamente a mantermos o nosso estado de presença, independentemente das circunstâncias externas, e aí as nossas atuações e as nossas respostas vão permanecer as mais adequadas possíveis, dentro do nível de presença que a gente consegue ficar.

Então, esse vídeo é um lembrete para mim, para quem ouve e para quem sente que tem a ver se sintonizar cada vez mais nesse estado de presença, de ser a consciência desperta do momento sem sair desse estado tão facilmente, enraizarmo-nos nesse estado, e aí as situações pouco importam, se a pessoa se mantém no modo presença, pronto!

É isso, é mais um estímulo para que quem não conhece esse estado de consciência, procure conhecer! A meditação é um caminho que faz com que nós identifiquemos: sim, nesse momento, algum nível de consciência, de perceptividade e de presença está acontecendo, não existe ausência plena. Quanto mais ela reconhece que está no estado de presença, mais ela se enraíza nele, mais ela permanece nele e vai aumentando essa permanência e, à medida que isso vai aumentando, a pessoa se empolga. Pô, o negócio é bom e é crescente!


Você também pode gostar de outros artigos do autor. Acesse: Na meditação, pequenas diferenças fazem toda a diferença

Sobre o autor

Anand Nisargan

Anand Nisargan

Anand Nisargan é o criador do ESPAÇO PRESENÇA e focalizador de seus Retiros de Meditação.

Formado em Medicina na Unicamp, em 1994 abandonou seu trabalho como médico psiquiatra para tornar-se instrutor de meditação.

Bebeu da fonte do Mestre Osho em sua própria presença física e foi membro de suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil, sendo tradutor de dezenas de seus livros e vídeos. Autor do livro “A Arte de Estar Presente”.

Site: espacopresenca.com.br
E-mail: [email protected]enca.com.br
Telefone: (12) 99700.5670 (Vivo | WhatsApp)