Autoconhecimento Meditação

Explicações – Meditação Um Minuto de Presença

Anand Nisargan
Escrito por Anand Nisargan
Olá. Eu vou explicar uma estrutura de meditação que normalmente eu não vejo por aí. Meditação é nós procurarmos estar presentes, perceptíveis ao que está acontecendo, momento a momento, sem grandes exigências. A minha visão é a de que quanto mais eu exijo perfeição nessa continuidade de presença, mais tenso eu fico. Portanto, menos efetiva será essa consciência desperta. Então, a proposta é estar presente dentro do meu limite possível. Só que se eu coloco, por exemplo, se eu for meditar cinco minutos, dez minutos, é um tempo relativamente grande, mesmo cinco minutos é um tempo relativamente grande para eu ficar me lembrando de estar presente.

mulher meditando na praia

Então uma abordagem que eu apresento é a de fragmentar o tempo de meditação a cada minuto. Assim, independentemente do tempo que eu for meditar, a cada minuto vai ter ou uma frase, ou uma palavra, ou um som… que me faz algumas coisas, primeiro se eu estou disperso, esse sinal sonoro me ajuda a voltar à presença… se eu já estou presente, se eu quiser usar esse sinal sonoro, que pode ser uma frase com significado, isso pode me ajudar a impulsionar, a me adentrar ainda mais nesse estado de consciência desperta. Então tem algumas funções bastante importantes, não só para quem está iniciando em meditação mas mesmo para meditadores experientes. Então seria a fragmentação do tempo.

Você também pode gostar de:

Só que este vídeo que eu estou explicando agora se refere a uma meditação que tem a frase do Osho. Foi escolhida… essa frase foi escolhida. Houve uma enquete, uma pesquisa de escolher uma frase do Osho específica para que se tornasse esse balizador dessa meditação, e foi escolhida uma frase… eu não vou dizer agora qual é a frase. Mas eu quero convidá-lo a experimentar essa abordagem de fragmentar o tempo de meditação a cada minuto para que eu possa ser impulsionado a aprofundar-me ou lembrado a voltar à presença.

Mulher meditando no parque

Essa meditação com essa frase do Osho tem apenas cinco minutos, e claro que eu posso praticar mais vezes… eu posso colocar para repetir essa meditação, eu escolho o tempo múltiplo de cinco. Taí o convite. É uma abordagem diferente, acredito eu que seja uma abordagem mais fácil de ser vivenciada a presença e ao mesmo tempo mais profunda.

Cria condições para que haja mais profundidade.

Eu só quero a última coisa: a frase do Osho não é que ela vai ter o poder de me induzir à presença, eu tenho que já estar presente, e ela ajuda a criar um ambiente interno de aprofundamento. Não é para eu analisar a frase, filosofar sobre ela, questioná-la nem concordar com ela. É simplesmente aproveitar essa frase para que eu me aprofunde mais na experiência de estar perceptivo, vigilante ao que está acontecendo no momento.

mulher meditando na floresta

Ser uma consciência desperta, atenta ao que está acontecendo no momento, seja lá o que for, não é concentração. Eu não preciso ficar necessariamente atento a isso ou àquilo, à respiração ou a qualquer outra coisa. Basta haver uma consciência desperta, atentiva a qualquer coisa do aqui e agora… A consciência está desperta. Não importa a que.. o que importa é a consciência estar desperta. Ok. Um convite. Acho que vale a pena experimentar para quem não conhece essa abordagem.

Sobre o autor

Anand Nisargan

Anand Nisargan

Anand Nisargan é o criador do ESPAÇO PRESENÇA e focalizador de seus Retiros de Meditação.

Formado em Medicina na Unicamp, em 1994 abandonou seu trabalho como médico psiquiatra para tornar-se instrutor de meditação.

Bebeu da fonte do Mestre Osho em sua própria presença física e foi membro de suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil, sendo tradutor de dezenas de seus livros e vídeos. Autor do livro “A Arte de Estar Presente”.

Site: espacopresenca.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (12) 99700.5670 (Vivo | WhatsApp)