Saúde Integral

Gordura no fígado. O que fazer?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A esteatose hepática também conhecida como gordura no fígado não costuma ser um problema grave, na maioria das vezes, mas quando não tratada pode gerar perda de funcionamento das células e cirrose, podendo ser necessário fazer um transplante de fígado. A doença não provoca sintomas nos estágios mais leves, por isso raramente é identificada, apenas quando é realizada uma bateria de exames para verificar outros problemas de saúde.

A doença pode ser classificada em dois tipos: alcoólica (quando há abuso na ingestão de bebidas alcoólicas) ou não alcoólica (quando não existe histórico de ingestão de álcool significativo) que atinge cerca de 20% da população geral e cerca de 60% são obesas ou diabéticas. Entre os principais sintomas podemos destacar: barriga inchada, fezes claras, cansaço, dor de cabeça, enjoo e vômito, pele e olhos amarelados.

Como tratar?

Esteatose hepática tem cura, principalmente nos estágios iniciais, quando o tratamento é realizado com alterações na dieta e exercícios físicos. O controle alimentar deve ser rico em alimentos integrais como farinha de trigo, arroz, frutas, legumes, peixe, carnes brancas, leite e derivados.

Outra dica importante é deixar de lado os vícios como cigarro e bebidas alcoólicas, além de reduzir o consumo de alimentos gordurosos e ricos em carboidratos simples como pão branco, pizza, carne vermelha, etc. Quando necessário, o médico especialista recomenda uma medicação para complementar o novo estilo de vida.

A dieta

gordura no fígado

Você também pode gostar:

O objetivo da dieta não é curar a doença, mas sim evitar que ela passe para um estágio mais avançado. Na dieta é recomendado que:

  • Evite o consumo de alimentos gordurosos;
  • Eliminar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Optar por alimentos saudáveis como frutas, legumes e etc;
  • Adicionar apenas uma colher de azeite na salada, depois de pronta;
  • Tomar bastante água ao decorrer do dia;
  • Exista uma alimentação rica em fibras;
  • Eliminar alimentos como queijo amarelo, requeijão, maionese, manteiga, margarina, enchidos e embutidos, chocolate e biscoitos amanteigados;
  • É importante se alimentar a cada três horas, em porções pequenas e saudáveis.

Cardápio simples para dieta:

Vale lembrar que antes de fazer alterações na sua dieta alimentar é necessário consultar um especialista.

Um exemplo de cardápio para gordura no fígado pode ser:

  • Café da manhã – 2 torradas com queijo branco e suco de melancia.
  • Almoço – Salada de repolho roxo, cenoura e milho temperada com gotas de limão e uma colher de chá de flor de sal, com filé de frango grelhado e arroz. Para sobremesa: uma pera.
  • Lanche – Gelatina com uma banana.
  • Jantar – Pescada cozida com batatas e brócolis temperados com gotas de limão e orégano. Para sobremesa: uma fatia de melão.

A bebida ao longo do dia pode ser 2 litros de água ou doses de chá de cardo mariano sem açúcar.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]