Coaching Convivendo

Liderança feminina: como ser uma boa líder?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Uma das coisas que o mercado de trabalho mais valoriza são líderes que colocam a mão na massa, ou seja, uma liderança que seja mais próxima dos funcionários, que saiba fazer um pouco de tudo, além de gerir as competências emocionais dos seus encarregados. Neste cenário, as mulheres têm uma capacidade maior de se comunicar e construir relacionamentos, conseguindo desenvolver sua própria inteligência emocional. Então, como promover a liderança feminina quando elas sempre acabam ficando para trás?

Primeiro, é importante não se intimidar com as críticas e comentários negativos. Abrace as críticas e tente tirar o melhor delas. Mas anote as dicas a seguir, pois elas são imprescindíveis para toda boa líder:

– Valorizam as relações e julgam o sucesso da organização baseada na qualidade das relações dentro dela;
– Comunicação diretamente, sem fazer grandes “rodeios”;
– Lidam bem com a diversidade e trazem um novo aspecto em relação às diferentes culturas, além de promoverem uma equipe diversificada;
– Utilizam conhecimentos de experiências pessoais e da vida privada para ter insights em seus trabalhos;
– Abrem mão de regalias e privilégios, pois são céticas em relação às hierarquias de trabalho;
– Estruturam seu trabalho a partir do centro e não do topo, permitindo uma gama de conhecimento e tendo um visão holística e macro sobre o negócio;
– Questionam o trabalho e o valor que possuem dentro da empresa.

Quando uma profissional possui estas características e habilidades, acaba por se conectar com todos os níveis da organização, promovendo relações mais saudáveis e um fluxo de trabalho mais claro.

Esta rede de relacionamentos é essencial para o sucesso total da empresa. Ou seja, a liderança feminina entende que o sucesso depende da equipe e não só do “eu”.

É neste momento que as competências emocionais das mulheres são muito bem-vindas e mais válidas do que o perfil linha-dura e tirano que muitos homens apresentam na vida profissional.

Agora que você já sabe o que precisa ter para ser uma boa líder, vamos aprender a praticar:

– Aprenda a valorizar a experiência, seja dos erros ou dos acertos. Quando estiver passando por momentos de tensão, aprenda a manter a calma e lidar de forma construtiva com a situação;
– Aprenda a desenvolver novas habilidades e, principalmente, a se colocar em projetos que demandem novas coisas de você;
– Aprenda a demonstrar segurança e confiança para os seus liderados;
– Inspire talentos e ajude-os a crescer;
– Aprenda a analisar todos os aspectos de uma situação.

Por fim, entenda que cabe a você decidir o que fazer com a sua carreira. A batalha sempre será árdua e necessária! Mas mantenha a cabeça erguida e a certeza de que você é uma grande profissional.


Escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]