Autoconhecimento Comportamento Convivendo

Minimalismo: descobrindo o que realmente importa

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Se você já mudou de casa alguma vez durante sua vida você provavelmente foi apresentado ao minimalismo de alguma forma, mas provavelmente não se deu conta disso. Sabe aquela arrumação toda que somos obrigados a fazer para conseguir encaixotar todas as nossas coisas antes de ir para nosso próximo lar? Pois bem, provavelmente você joga muita coisa fora, doa ou mesmo vende a alguém porque descobre que você tem muita coisa que definitivamente não precisa para viver.

A base do minimalismo é essa: viver com menos e viver bem com o que se tem. Não significa que você precisa ser totalmente desapegado do mundo material e se sentir culpado por ter uma infinidade de livros, sapatos ou qualquer outra coleção. Significa apenas que você pode ter uma relação muito mais saudável com o que possui e aprender a dar o devido valor a essas coisas.

Voltando ao exemplo da mudança de casa, imagine a seguinte situação: você vai se casar e mudar com seu futuro marido para um apartamento menor do que a casa em que vive com seus pais. Seus armários serão menores do que os que possui na sua casa atual e ainda terá que dividir o espaço com outra pessoa. Logo, será necessário se desfazer de muita coisa. O minimalismo serve para te mostrar que está tudo bem com isso, que desapegar é saudável e necessário e que sua felicidade de se casar com quem ama não diminuirá por isso.

Na verdade, você descobrirá que pode viver com muito menos e que a vida tende a ser ainda mais simples e prazerosa dessa forma. O minimalismo prega que o ideal é viver apenas com o necessário e funcional, não existe motivo para acumular coisas, afinal as experiências sempre serão muito mais valorosas.

Obviamente é um conceito que pode ser aplicado em qualquer área de sua vida. Ter poucos, mas bons amigos, ter uma decoração clean e muito mais harmônica, ter produtos bons para seu cabelo e seu corpo em vez de ter uma infinidade que não serve para nada, ter uma boa conversa do que responder a 15 mensagens de redes sociais diferentes ao mesmo tempo.

Colocar o minimalismo na sua vida significa dar valor ao que realmente importa e ter consciência de que a felicidade está nas coisas mais simples. Menos é mais. Tente viver com menos e descubra que o excesso só faz mal. Ser minimalista significa estar em contato muito mais íntimo consigo mesmo e aprender que a vida é feita de momentos.


Texto escrito por Roberta Lopes da Silva da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]