Saúde Integral

Nova Medicina Germânica: relação entre corpo e mente

Silhouette of a young woman practicing yoga on the beach at sunrise
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Durante a história da medicina, alguns estudiosos já refletiram sobre a hipótese de que as doenças possam ter uma causa mental ou emocional. Atualmente, uma nova vertente surgiu para estudar essa relação do cérebro, mente e corpo físico, a “nova medicina germânica”.

Esses estudos surgiram com o médico alemão Ryke Geerd Hamer e a nova medicina ficou conhecida na década de 90. A proposta do médico alemão é oferecer um tratamento alternativo para curar o câncer. Ele desenvolveu seu método a partir de sua própria experiência com a doença.

Após a morte de seu filho, Hamer e sua esposa sofreram com o trauma da perda e, após esse episódio, foram diagnosticados com câncer. Ele teve câncer nos testículos e a sua mulher nos ovários. O médico achou que não poderia ser coincidência a doença aparecer logo após um trauma tão grande. A partir disso, conduziu estudos que indicam uma relação de mente e corpo que podem resultar em doenças.

De acordo com seus estudos, esse processo onde a doença se manifesta no corpo começaria com algum trauma que afetasse a mente da pessoa. Por exemplo: alguém que passa por sérios problemas financeiros e que não consegue expressar, conversar sobre isso com alguém e nem resolver o problema. A pessoa começaria a internalizar o aborrecimento, que seria direcionado para algum órgão de seu corpo.

O que o médico alemão defende é que resolvendo esse conflito, esse trauma, a doença poderia regredir e a pessoa ser curada. É nesse ponto que a medicina tradicional entra em conflito com a nova medicina germânica. Cientistas e médicos discordam do método de Hamer e não encontraram comprovações científicas de que realmente essa nova vertente de tratamento funcione.

Para nós, vale a pena conhecer os novos tratamentos que vão surgindo. Porém, é sempre bom pesquisar bastante antes de arriscar. Se você procura medicinas alternativas, converse com um médico e com especialistas da área da saúde para tirar todas as suas dúvidas. Esse artigo tem como objetivo mostrar que estão surgindo novas vertentes de estudos e tratamentos, mas a opinião de um especialista sempre vai ser essencial para lhe esclarecer melhor.


Texto escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras 

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]