Consciência Aplicada

O futuro está roubando seu presente?

Mãos fechadas segurando a imagem de uma cidade moderna, sob fundo de céu.
Juli F. Wisnievski
Escrito por Juli F. Wisnievski

Vivemos em uma sociedade extremamente ansiosa. Basicamente, estamos todos correndo, correndo para o futuro. Boa parte do que pensamos envolve em como criar o futuro. Mas por que será? Se estamos pensando continuamente no futuro, o que estamos fazendo com o nosso presente? Já se questionou?

Resulta que pensar no futuro toma grande parte do dia de muitas pessoas. Não apenas no trabalho, local onde mais trabalhamos em prol do futuro, mas na nossa mente. E quando isso acontece, estamos deixando de viver o presente para viver mentalmente o futuro. E assim nos tornamos uma civilização ansiosa, sempre correndo atrás de algo que está no futuro. E o nosso presente, nosso único momento de realidade vívida, passa despercebido. Muitos nem sequer percebem o momento presente, acabam entrando no piloto automático, muitas vezes em busca de algo que está no futuro.

Homem de pé em uma montanha olhando para o horizonte

A sede insaciável pelo futuro pode ser prejudicial para nossa sanidade mental

O problema acontece principalmente porque além da pessoa muitas vezes se tornar extremamente ansiosa, ela não contempla e aprecia o presente, e adivinha? Quando chega no futuro e atinge seu objetivo, muitas vezes percebe que ele não trouxe a felicidade duradoura que ela esperava. A pessoa já desaprendeu a viver o momento presente e sem ele é difícil mantermos uma felicidade plena, então ela já sai correndo em busca de um novo objetivo que vai colocá-la no mesmo ciclo de novo.

Planejar o futuro é necessário e pode ser muito produtivo, mas será ainda mais se você conseguir balancear o viver no momento presente aliado a uma intenção desapegada do seu objetivo futuro. Viver no momento presente significa estar com a sua mente no que está acontecendo agora, contemplando e sendo grato por cada segundo que você vive e cada tarefa que você faz. Às vezes, estamos em uma situação de vida complicada e só o que fazemos é trabalhar e pensar em tudo o que podemos fazer para sair dela. Se esse é seu caso, pare por um segundo e vivencie o presente.

O que essa situação tem para lhe ensinar? Busque aceitar a situação, aprenda com ela e crie seu objetivo. Quando você aceita a sua situação presente, você deixa de gastar energia em rejeitá-la e abre espaço para o novo, passa a se sentir melhor e pode passar a vivenciar e ter gratidão pelo presente, ainda que ele não seja como você gostaria.

Aceitar e viver o presente não significa se acomodar e não fazer nada para mudar sua situação atual. Crie um objetivo com intenção desapegada e veja sua vida se transformar. A intenção desapegada é quando você está tão certo que você pode conquistar seu objetivo que você não desperdiça sua energia questionando se ele vai ou não funcionar. Você tem um desapego dele, pois sabe que pode conquistá-lo e, assim, você age com as ações necessárias de maneira consistente e presente e balanceia com a completa aceitação do momento presente.

Por que aproveitar mais o presente?

Ao viver mais no presente hoje e agir com intenção desapegada, você passa aos poucos a criar uma realidade cada vez mais alinhada com seu sonho e, ao invés de criar um ciclo de ansiedade na sua vida, passar a criar ciclos cada vez maiores de presença, o que gera experiências extremamente positivas e duradouras.

E aí, vamos viver mais no presente?


Você também pode gostar de outros textos desse autor. Acesse Bháva : Transformando um dia comum em uma experiência fantástica

Sobre o autor

Juli F. Wisnievski

Juli F. Wisnievski

Há algum tempo, uma vontade extrema de viver e explorar a vida batia no meu coração. Eu tinha tudo que uma vida convencional pedia, mas sentia que a vida me escapava.

Decidi me tornar a dona da minha própria vida. Troquei a carreira corporativa como Diretora de Marketing por uma aventura pelo mundo abordo de um veleiro com meu marido e dois filhos pequenos.

Quebrei paradigmas, senti muito medo, percorri um caminho longo de autoconhecimento, mas, finalmente, passei a viver a vida ao máximo. Renasci. Libertei o espírito vivo, nômade, explorador, viajante que sempre esteve em mim, e ainda passei a ter como missão inspirar e ajudar as pessoas a viverem a vida ao máximo.

Vem comigo despertar para uma vida cheia de significado, criar coragem para mudar e passar a viver a sua vida ao máximo.

Contato:

Email: [email protected]
Site: lifesomewhere.com.br
Ebook: Life Somewhere: Vivendo a vida ao máximo
Facebook: Lifesomewhere
Instagram: @life_somewhere
YouTube: Life Somewhere