Autoconhecimento Convivendo

O peso do intelecto

Planta em forma de cérebro sendo regada
Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez


Você não deve mudar de ideia, você deve eliminar as ideias e a razão é muito simples: ideias são conceitos que foram elaborados por crenças. Você escolheu acreditar naquilo que leu, ouviu, assistiu, presenciou, assim por diante, é justamente o seu envolvimento emocional, dando valor àquilo que aprende que irá moldar a sua personalidade.

Enquanto você escolhe viver orientado por ideias, estará seguindo crenças, sendo orientado apenas por aquilo que você acredita e assim você continuará um crente e não um sábio.

O sábio sabe, ele não precisa acreditar, não precisa racionalizar nada e sua mente não interfere em suas escolhas. Acreditar é absolutamente relativo, o sábio sabe, e pronto!

Garota olhando para livros na estante

Existe uma grande diferença entre o sábio e o intelectual. O sábio não acredita, ele sabe, ao passo que o intelectual acredita em tudo que leu, em tudo que ouviu, em tudo o que viu e assim por diante. Tudo – para o intelectual – se resume em acreditar, mesmo que não tenha um real entendimento, ele irá se orientar por informações. Não percebe que agindo assim estará carregando ideias dos outros dentro dele. O sábio, diferentemente, além de entender profundamente a natureza das coisas, simplesmente sabe.

A fonte da sabedoria não está nos livros sagrados, muito menos nos livros técnicos.

Todas essas informações reforçam o intelecto, são combustível que alimenta o ego, mas são inúteis para conhecer verdades profundas. O verdadeiro conhecimento não vem de fora, mas de dentro, quando você decide ouvir a própria alma toda a Verdade se revela. Uma pessoa simples, daquelas que vivem nos rincões do país, sem a mínima instrução, às vezes enfrenta problemas com uma facilidade que parece impossível para intelectuais graduados, que não possuem recursos emocionais nem sabedoria. Onde está a supremacia do intelecto? Simplesmente não existe.

Quantas vezes, diante de dificuldades, você procurou soluções por meio do raciocínio lógico, pensando em inúmeras alternativas e, apenas quando desistiu de encontrar a solução, um certo estalo ocorreu? Trata-se dos insights, que não são nada mais do que a própria voz interior.

Você também pode gostar de:

Meu caro, os insights só podem surgir quando a presença tóxica do ego racional tornar-se menos ostensiva. É justamente nesse momento que você consegue uma interlocução com a própria alma. É justamente nesse momento que Deus conversa com você.

“Conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará”, lembram dessa máxima? O conhecimento não pertence ao intelecto, não deve estar restrito a um programa de informações e crenças, nem preso a valores e padrões de pensamento. O conhecimento surge por meio da manifestação do Eu.

Homem regando árvore em formato de cérebro

Esse Eu é Deus em você, é a sua essência, não tente negar isso. Por mais que você insista em realizar essa máquina de crenças conhecida por intelecto, cedo ou tarde a Verdade irá se impor e você perceberá o tamanho do peso de informações que carrega.

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Pedagogo, escritor, instrutor de Yoga e criador de uma terapêutica chamada Psicapometria. Tenho artigos publicados em vários sites voltados para o desenvolvimento da Consciência.

Celular: (11) 94138-9580
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman

ENSINO A DISTÂNCIA - EU SEM FRONTEIRAS:

Confira o curso "Como despertar a sua consciência", elaborado e ministrado por Paulo Tavarez na plataforma de Ensino a Distância do Eu Sem Fronteiras!